Renúncia de Joshua e o futuro do Solus

Em 01 de Janeiro de 2022, o Lider de Experiência do Projeto Solus, Joshua Strobl, anunciou em sua conta do Twitter sua demissão do Solus.

Antes de mais nada, vale deixar claro que o que houve aqui foi apenas o anúncio de saída de Joshua Strobl do projeto Solus, e não o encerramento da distribuição Solus.

Abaixo, uma nota escrita por ele para a comunidade:
Tradução com pequenas adaptações para o nosso idioma, o link com idioma original estará nas referências.

Como muitos de vocês sabem, eu já havia anunciado planos de transmissão durante o início deste novo ano para iniciar o desenvolvimento de uma nova infraestrutura da web e finalizar alguns itens de desenvolvimento.

Essas transmissões foram canceladas em parte deste anúncio: Estou me demitindo do Solus.

Sei que este anúncio será um choque para muitos de vocês. Estou envolvido no Solus há mais de 6 anos (completaria 7 em Março). Comecei como apenas alguém contribuindo com patches para um novo software, depois ajudei a moldar e comunicar os desenvolvimentos no Solus (e como era anteriormente chamado, EvolveOS) como um membro da equipe. Ao longo do caminho, me envolvi em mais desenvolvimento. Em 2018, comecei a ajudar a co-liderar o Solus. Tornei-me o principal desenvolvedor do Budgie. E sim, eu fiz posições bastante controversas em relação a outros desenvolvimentos no ecossistema Linux.

Para resumir o motivo de eu ter renunciado ao Solus, tentei levantar uma ampla gama de questões que afetam a capacidade de contribuir para o Solus, tanto de mim mesmo quanto de outras pessoas na comunidade. Quero ser claro, não tenho sido um líder perfeito. Em tudo, tem sido uma experiência de imenso aprendizado e, nos últimos dois anos, tentei genuinamente estar mais aberto a feedbacks, propostas, mudanças e assim por diante. Às vezes fico impaciente, às vezes eu não levava o feedback a sério. Eu sou apenas humano.

Apresentei feedback com base em questões levantadas para mim por um Global Maintainer formal do Solus, não vou entrar em detalhes porque, francamente, não quero lavar roupa suja. Todo mundo é melhor assim, inclusive eu, mas o fato é que o feedback não teve efeito (isso foi em Setembro).

Em Outubro, um comportamento adicional me levou a um ponto de ruptura. Eu basicamente pedi demissão do Solus naquele ponto (em nosso canal de desenvolvimento). Se não fosse pelo contato das pessoas, eu teria feito o acompanhamento.

E aqui estamos nós novamente, com outras questões não sendo tratadas e em vez de as partes aceitarem sua responsabilidade, elas foram apenas desviadas e não reconhecidas. Nenhum problema que levantei abordado, nada que eu achasse necessário para a melhoria da comunidade Solus abordado também.

Se você está perguntando o que vem a seguir, aqui estão alguns pontos:

1. Budgie não está morto, pois acredite, a primeira coisa que eu faço quando acordo é estabelecer uma nova organização Budgie. Estarei convidando pessoas do Ubuntu Budgie, EndeavourOS, etc, não apenas para serem participantes, mas também parceiros. Vou continuar a série Budgie 10 e abri-la mais. Farei o mesmo com Budgie 11.

2. Relaxe um pouco. Descanse.

3. Junte-se ao Ikey Doherty na distribuição SerpentOS. Eu sei, isso pode surpreendê-lo. Talvez mais novidades por vir, não sei.

Sinto muito, por todos aqueles de vocês que estavam esperando meu próximo passo. Amo todos vocês e a comunidade Solus tem sido a segunda melhor coisa em minha vida, sendo a primeira minha esposa/casamento. Ainda há muitas boas mãos no navio Solus que cuidarão de vocês. Eu simplesmente não serei muito deles.

Como um aparte, você pode esperar uma entrega elegante de ativos que eu tenho. Não haverá interrupções para o domínio getsol.us. Não haverá confusão com o SendGrid. Isso não seria justo com a equipe. Isso não seria justo com vocês. Se vocês estão lendo isso através de uma rede social como um retuíte, post no Facebook, retoot (Mastodon), então você pode esperar que este seja o último de mim. Todo o resto depois não é.

Muito amor e seja gentil.

Joshua.

No dia 02 de Janeiro de 2022, a conta oficial do Solus no Twitter fez uma declaração oficial:

Ei pessoal!

À luz do anúncio de Josh deixar o projeto, só quero garantir à todos que ainda planejamos manter as luzes acesas. Haverá algumas mudanças na estrutura e funções da equipe. Espero ter mais informações para compartilhar nas próximas semanas.

Beatrice.

Com a saída de Joshua, a equipe Solus agora é composta por 04 membros, são eles:

  • Beatrice Meyers (Líder Técnico, Equipe Principal): Constrói ferramentas e pacotes para Solus.
  • Friedrich von Gellhorn (Mantenedor Global): Mantenedor de pacotes e da edição KDE Plasma.
  • Joey Riches (Mantenedor Global): Mantenedor de pacotes.
  • Pierre-Yves (Mantenedor Global): Mantenedor de pacotes e da edição MATE.

Referências:

Tweet de Josh: https://twitter.com/JoshStrobl/status/1477391260340137988
Nota de Josh: https://pastebin.com/raw/npG7ETU6
Declaração oficial Solus: https://twitter.com/SolusProject/status/1477500863434403844

4 curtidas

Só uma correção: 1/01/2022 o dia em que ele declara a sua saída do projeto

2 curtidas

Por que será que eu não estou surpreso?

4 curtidas

Corrigido! Obrigado pelo aviso :+1:

2 curtidas

To por fora das tretas, conta aê!