Qual o problema com os pacotes snap?

Sempre vejo gente da comunidade e vários canais focados em Linux declarando ódio aos pacotes snap e nunca entendi muito bem qual o problema com eles.

Por que snaps são, em grande parte, odiados e flatpaks não?

2 curtidas

cara nunca vi isso não HAHAHA, quais canais odeiam os snaps?

1 curtida

Se forem odiados deve ser por esses dois motivos:

  1. Muito lento para abrir um app comparado ao Flatpak;
  2. Repositório sobre controle da Canonical.

Nunca presenciei tal fato.

Pra mim, isso é novidade.

1 curtida

Na época que eu usava Snaps, era um ritual de clicar no Gimp… ir na galadeira pegar um copo de refrigerante e o Gimp ainda lá carregando (lembrando que nem todos tem SSD e 16GB de RAM nos desktops e Notebooks)

Sem contar os problemas… aplicativos que não abriam depois de instalados… ou apps bugados por conta do formato (Ex. o emulador Dolphin em Snap não salvava as configs do joystick mesmo definindo as permissões do app… já a versão Flatpak sempre funcionou perfeitamente até hoje)

O único app em Snap que uso atualmente é o WhatsDesk, e isso porque até agora não apareceu uma boa alma pra fazer o port p/ Flatpak

2 curtidas

Isso tem muito a ver com a Snap Store ser de código fechado. O que a Canonical/Ubuntu tenta fazer com Snaps é “vender” uma solução proprietária para um ecossistema Open Source, algo que está fadado ao fracasso, o famoso “dando murro em ponta de faca”, tanto que a única distribuição que está empurrando a tecnologia é o Ubuntu, porque nem mesmo as distribuições mais populares que são baseadas no Ubuntu (Mint, Pop!_OS, ElementaryOS) gostam dos Snaps.

Provavelmente porque nós não vemos discussões sobre esse assunto aqui no Brasil, talvez pela falta de influenciadores, mas no exterior o ódio é real.

2 curtidas

Infelizmente muita gente, inclusive desenvolvedores, esquece disso

Sim… e nos notes é pior devido à maioria ter HD’s de 5400rpm… Eu mexo na acústica através do Gnome-Discos… melhora um pouco o desempenho mas não faz milagres

Cara, por um tempo eu evitava usar Snap pelo fato de ser mais um alienígena no meu desktop do que algo que é integrado de fato. Mas hoje eu estou dando uma chance aos snaps depois de ver ISSO:


Para quem não entendeu a screenshot, esse é o Inkscape 1.0 (5b275a35d9, 2020-05-03) que é distribuido como snap. Pessoalmente, eu prefiro o Menu Global no topo porque livra as janelas de um espaço desnecessário além de ficar melhor visualmente. Nenhum outro snap que testei dá suporte ao Menu Global dessa forma. Nem o Glimpse como Flatpak faz isso.

Com uma integração decente dessa forma, tá aí a oportunidade que a Adobe precisa abraçar para trazer a Creative Suite sem precisar ter de testar pacotes em centenas de distros diferentes. É container e exporta para o menu global como seria no Mac. Agora quero ver outros snaps e os flatpaks fazerem o mesmo.

1 curtida

Engraçado que eu sempre tive a impressão de ser o exato oposto, vide esse site:

https://flatkill.org/

Mas respondendo sua pergunta, imagino que seja a lentidão pra abrir e não ser tão seamless, acho que o fato dele ser centralizado só conta pra quem é linuxiita

1 curtida

Os gringos parecem que possuem mais conhecimento sobre assunto porque eu sempre vejo vídeos criticando o snap, flatpak e até o appimage vindo de gringos. Nunca vi nenhum canal brasileiro ou mesmo postagem falando sobre os contras que eles costumam mencionar. O canal que mais críticou foi o Switched to Linux. Este vídeo em específico ele fez críticas bem interessantes sobre o snap, a própria Snap Store e também falou sobre a “fontes dos app”, “o fato de muitos apps estarem como oficiais na loja, mas os criadores (empresas) não reconhecerem como”.


(fala sobre a snap store e seus problemas)

O vídeo watch?v=Suc4BbxONW0 fala sobres os motivos pelos quais ele considera os snaps como um problema.

3 curtidas