Qual a melhor distribuição Linux para jogos? (Ou Cadê meu jogo de navinha?)

Nos últimos anos, ficou claro que o Linux é um sistema operacional viável para jogos, com o suporte certo. Sua experiência pode variar de horrível a ótima, dependendo de qual distribuição Linux você usar.

Cada uma tem seus próprios prós e contras, dependendo do jogo em que deseje se concentrar – do mais recentes versus retrô, por exemplo.

A “melhor” distribuição Linux é sempre um tópico acalorado entre os usuários. É que não existe uma distribuição melhor para qualquer propósito específico, incluindo jogos. Cada usuário tem suas preferências e ideia do que torna uma distro ideal para jogos.

Então vamos lá (se estapeiem nos comentários…).

Ubuntu

É uma ótima distro para qualquer finalidade, incluindo jogos. É amigável e vem com muitas opções para um ambiente de desktop. A instalação de jogos é um processo simples, com o Ubuntu suportando uma ampla variedade de hardware e software.

Pontos positivos:

  • Funciona bem como um motorista diário
  • Amplo suporte para hardware e software
  • Simples de usar para uma variedade de tarefas

Pontos negativos:

  • Não vem com jogos pré-instalados
  • Não é tão personalizável quanto algumas distros
  • Não é o recurso mais eficiente

Fedora (Giro de Jogos)

O Fedora já é uma boa distribuição para jogos, com um “spin” oficial para este fim, incluindo uma série de jogos, podendo-se - obviamente - instalar outros, pois muitos dos softwares e dependências estão incluídos por padrão ou são muito fáceis de instalar.

Pontos positivos:

  • Software de ponta
  • Alguns jogos são pré-instalados
  • Vem com ambiente de desktop Xfce

Pontos negativos:

  • Faltam algumas plataformas de jogos essenciais
  • Não é tão amigável quanto algumas distros
  • Atualizações constantes e menos estabilidade

Lakka

É a distro para jogos retrô. Vem com vários emuladores, para jogar seus títulos preferidos rapidamente. É super leve e funciona bem em sistemas de baixa potência, como um Raspberry Pi. A desvantagem é seu propósito específico, limitado a jogos retrô e só.

Pontos positivos:

  • Vem com muitos emuladores pré-instalados
  • Funciona em hardware mais antigo
  • Transforma seu PC em um console de jogos retrô

Pontos negativos:

  • Tem um propósito (não um motorista diário)
  • Não se destina a executar jogos mais recentes
  • Sem suporte generalizado em comparação com distribuições estabelecidas há muito tempo

Garuda

Garuda muitas vezes é esquecido em favor de outras distros, mas é rápida e com alguns efeitos legais. Ela vem com um painel dedicado, onde você instala muitas plataformas de jogos, camadas de compatibilidade e emuladores. Com um clique, você pode instalar Wine, Steam, emuladores, GOG, etc.

Pontos positivos:

  • Abordagem única para velocidade e estética
  • Painel de jogos dedicado
  • Simples de instalar as ferramentas de jogos necessárias

Pontos negativos:

  • Bleeding edge pode levar à instabilidade
  • Destinado a PCs no lado robusto do hardware
  • Relativamente novo; nem tanto suporte

Manjaro

Manjaro é especialista em facilidade de uso com o suporte a jogos simplificado e objetivo. Existem alguns instalados por padrão e vários nos repositórios, inclusive uma variedade de dependências, com muita facilidade.

Pontos positivos:

  • Distro muito amigável
  • Funciona muito bem para muitos propósitos (motorista diário)
  • Quase tudo é plug and play; boa compatibilidade

Pontos negativos:

  • Usuários avançados podem achar que está faltando
  • Não vem com todas as ferramentas de jogo necessárias pré-instaladas
  • Liberação contínua

Pop OS

Pop OS tornou-se popular para uma variedade de usos, graças ao seu ambiente de desktop personalizado e suporte gráfico híbrido. Ele empodera o usuário, permitindo que ele construa seu sistema para jogos e até mesmo execute jogos diretamente na GPU.

Pontos positivos:

  • Ambiente de trabalho Pop Shell
  • Suporte a gráficos variados
  • Altamente personalizável

Pontos negativos:

  • Nenhum software de jogo pronto para uso
  • Pode ser confuso para os recém-chegados ao Linux
  • Não é tão amigável quanto o Ubuntu ou Manjaro

SteamOS

Ele não é um sistema operacional. É desenvolvido pela Valve, com suporte máximo para o maior número possível de jogos Steam. Esta pode se tornar a melhor distro de jogos em um futuro próximo.

Pontos positivos:

  • Apoiado pela válvula
  • Distribuição de jogos dedicada
  • Ótimo para jogadores que usam principalmente o Steam

Pontos negativos:

  • Centra-se no Steam e não em outras plataformas
  • Só pode/deve ser usado como um sistema operacional de jogos
  • Suporte e futuro questionáveis

Considerações finais

Você pode jogar em qualquer distribuição Linux. Nada o impede. Mas existem algumas distros que facilitam sua vida e esta lista fornece um ponto de partida para descobrir qual delas funcionará melhor para suas necessidades de jogos.

FONTE: aqui

MV5BMTk3Mjk0NDg1OV5BMl5BanBnXkFtZTgwMDUxOTM4NDE@.V1

PS 1: esse “guia” tá meia boca, mas é suficiente para vocês discutirem por um bom tempo. rsrs

1 curtida

@Krill, subscrevo qualquer protesto seu pela ausência do RegataOS nesse artigo fuleiro… :slight_smile:

Tron :heart_eyes:

1 curtida