Problemas no boot linux mint 20.1

Bom dia!
Recentemente formatei o pc de um amigo do windows 10 para o linux mint 20.1. Deu tudo certo no processo, mas logo na primeira reinicialização o computador ficou estranhamente lento (mais que o normal por ter um HD ao invés de SSD como armazenamento principal). Depois do boot, ao aparecer a logo do SO ficam piscando linhas de códigos que culminam em um erros como demonstrado nas primeiras imagens que anexo. O principal deles é o “Failed to start show plymouth boot screen”. Além de dar esses erros no boot o sistema não estava instalando programas corretamente. Optei por formatar novamente pensando ter corrompido algum arquivo da imagem ou na instalação, mas o pen drive bootavél não funciona mais, consigo escolher ele no menu boot, mas ele vai até uma parte do processo e trava com a mensagem de erro “end Kernel panic - not syncing : VFS: Unable to mount root on unknown block (0,0)”. Averiguei o setup da bios e descobri que está configurado em modo legacy. Mudei para UEFI (testei com security mode ligado e desligado), mas o pc não reconhece o boot, nem pelo sistema principal no HD, nem no pendrive bootavel. Gostaria de ajuda para resolver essa questão. A máquina é um notebook acer aspire 5 A515-51-55QD com core i5 7200u placa de vídeo integrada, 4GB de RAM DDR4 e hd de 1GB.
Agradeço desde já pelas contribuições!






Você criou o pendrive de boot com qual programa?
Pelo que você descreveu, ele pode ter dado ruim em certo ponto e é interessante criar de novo uma mídia bootável.
Dê preferência em instalar as distros com o secure boot desabilitado para evitar possíveis dores de cabeças como essa…

Criei com o etcher e o programa padrão de criação de imagens do linux mint, já fiz e refiz várias vezes com diferentes imagens (inclusive do mint 19.3) e simplesmente não vai.
Quando conseguir farei com o secury boot desativado, mas queria fazer com o modo uefi que é mais novo, menos chance de dar problema. A questão é quando eu tiro do modo legacy nem o hd nem o pen drive são reconhecidos pra dar boot…

Uma coisa é usar com UEFI (GPT) e outra totalmente diferente é ligar o Secure Boot, jovem Padawan. Tenta formatar o pendrive com o Gnome Disks par GPT e cria a mídia de boot com o programa do próprio Mint.

eu uso o linux mint 19.3 cinnamon. Da pra instalar o gnome disks? Funciona com o app de discos do proprio mint? Dai depois disso eu mudo a maquina pra UEFI pra dar boot pelo pen drive? Ainda sou bem iniciante nessas paradas bicho, só tenho experiência de formatar meu próprio pc pro linux recentemente…

Relaxa, todos começados de algum lugar, o fórum está ai para isso mesmo. Até onde sei, o gnome disks já vem no Mint 19.x,

É bem intuitivo o uso, mas qualquer dúvida, envia aqui no fórum que a gente tenta ajudar na medida do possível :smiley:

Massa, deu certo a formatação, valeu demais!
To criando a imagem novamente aqui. Dai eu posso alterar a BIOS para UEFI para dar boot no pen drive e formatar o pc? se sim, o secutity mode precisa estar desligado?

Então, é bom sim desabilitar o secure boot porque pode dar alguns problemas durante a instalação, então é melhor prevenir a remediar. Como você formatou para GPT, mude para UEFI, pois é o padrão para este tipo de partição de disco.
Se você quiser dar uma lida mais detalhada, segue o link: https://www.howtogeek.com/193669/whats-the-difference-between-gpt-and-mbr-when-partitioning-a-drive/
Só um adendo: você não muda para Legacy X UEFI no pendrive, mas sim na BIOS de seu laptop.

Massa demais! Vou fazer isso então. Com a BIOS do pc em UEFI quando eu formatar o disco na instalação ele já vai automaticamente pra GPT ne? Vou usar a forma automatica pq quando formatei meu pc pessoal eu inventei dei particionar o disco manualmente e esqueci de criar uma partição EFI pro BOOT, não mexi com swamp, foi uma canseira hahaha

Se vai fazer o particionamento manual, faz assim:

  1. Crie nova tabela de partição em GPT
  2. Particione:
    “/boot/EFI” - 512 MB, FAT32, primária
    “/” - uns 60 GB deve dar, ext4, primária
    /“home” - o que sobrar, menos o dobro da tua RAM, ext4, primária
    “/swap” - o dobro da tua RAM, linuxswap, primária

Coloca o bootloader em sda e não em sdaX (sendo o X o número onde vai ficar tua raiz… isso se aplica a sistemas em MBR e não GPT)

Salvo erro, é isso

1 curtida

O “padrão” que ele formata é MBR, você tem que selecionar na mão para GPT:

E selecione FAT pois é um padrão universão:

OBS: perdão pela qualidade das duas primeiras fotos. Capturei com o celular pelo notebook do meu pai pois não estava achando uma forma boa de bater print pelo DistroTest

Deu certo, o pc reconheceu o pen drive bootavel, conseguir reinstalar o sistema, mas ao reiniciar deu o mesmo problema de antes. Aparece logo no começo do boot a msg “initramfs unpacking failed: decoding failed.” “Integrity: problem loading x.509 certificate -65”. To enviando uma imagem a baixo mostrando como ta. Depois disso cai naquele erro que mandei nas primeiras imagens “Failed to start show plymouth boot screen” e fica congelado nessa tela. Quando reinicio ele cai direto no GRUB agora. Entrar pelo modo de segurança normalmente funciona. Já limpei os caches, eliminei diretorios quebrados, enfim, todas as opções automaticas que têm no modo de segurança, mas não resolve esse problema. Alguma ideia do que pode estar acontecendo?

Tu tá esperando uns 5 segundos após mandar ejetar o pendrive na criação da mídia bootável? No linux tem que esperar um pouco para ejetar totalmente, se não dá ruim. Pode ser um dos fatores que está zoando a mídia de boot.
Na pior das hipóteses, testa com uma distro diferente, tipo o Zorin Lite ou uma sem ser base Ubuntu/Debian tipo o RegataOS, Manjaro XFCE Minimal, Fedora Cinnamon.

OBS: indiquei distros com uma interface Windows Like para a transição do seu amigo ser tranquila.

Tô sim, reiniciei com a mídia nele e só depois que ele falou que podia tirar que eu tirei e apertei enter

Como indiquei antes, tenta instalar outra distro e vê se isso ainda acontece :confused:

Se quiser testar o Manjaro XFCE, escrevi um bom tutorial de pós instalação, dá uma olhada:

1 curtida

O Mago passando a visão hahaha sz

1 curtida

Apesar de Rolling Release, o Manjaro é uma distro bem tranquila de usar. E já peguei um lap Samsung de um amigo que não instalava Mint nem com reza brava. Coloquei Manjaro nele e funciona superbem (tirando o fato de que o dono não consegue se habituar ao Gnome, mas dps pego e coloco XFCE nele que ele se acostuma)

Vou tentar mais um pouco no mint pq acho ele bem intituitivo pra quem tá vindo do Windows e querendo ou não eu sei mexer um pouco pra resolver algum b.o que possa dar. Nunca tentei outras distribuições. Mas se não rolar msm vou tentar, valeu demais pela indicação!

1 curtida

Eu passei um ano na base Ubuntu, e mesmo sendo fácil e com muita documentação, consegui me ferrar mais de uma vez, PPAs quebrados, DE dando pau. Uso Manjaro desde agosto do ano passado e conto nos dedos de uma mão as vezes que ela me deixou na pista!