Problema tomada estabilizador

Bom, o estabilizador onde o meu notebook está conectado, acaba desligando as vezes, e hoje isso me deu nos nervos, eu acabei pegando a tomada do estabilizador, e batendo os pinos dela na parede, fazendo com que um pino ficasse desigual em relação ao outro… Será que é seguro continuar usando o computador? Pode acontecer algo com ele caso eu continue utilizando?

Usar estabilizador é que não é seguro.

Já que deu ruim na tomada do estabilizador aí mesmo, investe agora num filtro de linha com fusível, mano.

3 Curtidas

Pelo menos minha imprudencia serviu de algo

Que bom. :rofl:

Vale a pena assistir, é um pouco técnico mas perfeitamente compreensível:

Até existem estabilizadores bons, mas eles são uma nota. Não são o tipo que costumamos ver por aí no mercado.

Sobram os filtros de linha. Porém também muitos deles são apenas gambiarras. Este vídeo explica como diferenciar e ajuda a escolher o correto:

7 Curtidas

O estabilizador pode ser usado como peso de porta. É só para isso que deveria servir mesmo. Para ligar equipamentos, é um veneno.

2 Curtidas

Existem males que vem para o bem…

Bom se vç usa um notebook a fonte dele já é chaveada e já vem com capacitores de proteção , sendo assim nem prescisa de estabilizador ok , mas segundo seu diagnostico o melhor é comprar um estabilizador novo kkkkkkk.

1 Curtida

Esse estabilizador tambem só me dá raiva, toda hora desliga do nada, e meu notebook vai pra pqp. Acho que fiz uma ótima decisão.

noptebook não precisa de estabilizador mano a fonte dele já estabiliza , mas só por segurança basta apenas um filtro de linha , com um fuzivél compativél com a amperágem da sua rede elétrica.
śo por segurança !!!

1 Curtida

meu computador usa fonte de notebook ( 19V ~ 3.5A ) eu só uso um filtro de linha e ligo ele e a impressora.

1 Curtida

Sei que a galera já comentou, mas vale a pena ressaltar: trabalhei em uma empresa que usava o bendito estabilizador. Como a parte de produção ficava no mesmo local que o escritório, ter um estabilizador era necessário (segundo os donos).

Resultado: no primeiro blackout parrudo, o estabilizador literalmente pifou. A sorte é que os equipamentos do local estavam desligados.

Resumindo: estabilizador e nada é a mesma coisa. Aliás, você vai correr muito mais risco usando isso. Recomendo usar a famosa “régua”, conhecida no T.I. como filtro de linha. Além de ser útil é muito mais segura que um estabilizador. Vai por mim.

2 Curtidas

ok, então estabilizador nunca maís!

1 Curtida

Não, não, vou ficar com mais uma joça dessa, só tinha esse bichinho porque a preguiça bate mais forte, agora que ele se foi, nunca mais compro uma ■■■■■ dessa.

concordo plenamente , desde que tenha a certeza que a rede eletrica tinha alguma maquina pesada , a qual roubava amperágem e havia aquela velha queda de tensão , eu estava na casa de um cliente e notei que a maquina de lavar dele estava ligada e a lampada piscava acompanhando o girar da maquina , ai sim ele prascisa de um estabilizador pois estava ali uma queda de tensão. fora esses exemplos é nescessario mas não obrigatório.

2 Curtidas

Quem tiver em casa tomadas com aterramentos bem preparados , estão seguros em partes , um filtro de linha equipado até mesmo com um fuzivél de ( 5 a 15 A ) ajuda melhor que um estabilizador desses baratos que não servem pra nada alem de desligar em uma simples queda de tensão , olhe para lampada quando tiver uma maquina de lavar ligada ou até mesmo um liquidificador , caso note que a lampada reduz a iluminação ou fica piscando na hora ai é um sinal de que é melhor ter um estabilizador , isso no caso de um Desktop , caso usam notebook não se preocupem pois a propria fonte é chaveada e estabiliza as alterações da rede elétrica , salvo se ouver um curto de alta tensão na sua rua mesmo assim ele é equipado com diodos que queimam para salvar o equipamento .

Obs: é a minha opinião baseada nas minhas pesquisas pessoais ok , segue quem quiser por conta e risco.

1 Curtida

Equipamento nenhum “precisa” de estabilizador. A mesma coisa vale para estabilizadores com bateria de moto (esses “no-breaks” baratinhos, que na verdade são short-breaks de onda retangular com estabilizador integrado).

A maneira correta de proteger um computador é, em primeiro lugar, utilizar fonte de boa qualidade. Em segundo lugar, um bom filtro de linha com DPS (a maioria dos supostos “filtros” vendidos no mercado não passam de meras extensões, que não adicionam proteção). Aqui eu utilizo filtros Clamper Multi-Energia 5 com fontes de boa qualidade, além de ter aterramento funcional. Minha energia é extremamente instável e nunca tive problemas de danificar algo durante quedas (os surtos é que geralmente causam danos).

Reforçando a importância dos vídeos do Gabriel Torres sobre o tema:

Temos como referência também os artigos do Engenheiro Faller:

Tratando também dos “bomba-breaks” com estabilizador integrado:

Podemos ainda pegar alguns manuais desses equipamentos mesmo. São danosos a qualquer equipamento eletrônico relativamente moderno (coisa de mais de 20 anos), mas especialmente perigosos para fontes de PFC ativo (que correspondem à quase a totalidade dos notebooks, quase a totalidade das fontes decentes de desktop e inúmeros outros equipamentos do nosso dia a dia):

Certas lojas e alguns fabricantes de fontes, cansados de terem que lidar com o problema, já avisam diretamente:

Fusíveis são alternativas de proteção lentas e ineficientes quando comparados com as tecnologias atuais. Em boa parte dos casos, o surto segue direto antes do fusível entrar em ação. A maioria dos filtros de linha de boa qualidade com função DPS são equipados com micro-disjuntor, e não fusível. Além desse dispositivo ser muito mais rápido e muito mais eficaz, pode ser rearmado após o surto (enquanto o fusível precisa ser trocado).

Estudo/trabalho em uma instituição pública e os computadores lá dão problema direto. Outro dia olhei debaixo da mesa e descobri o porquê: todos ficam conectados a estabilizadores e estabilizadores com bateria de moto (short-breaks de quinta categoria). É um desperdício insano de dinheiro público.

Sobre estabilizador e nada ser a mesma coisa, eu discordo. E você também, pois comentou dos riscos associados ao uso. O estabilizador:

  1. Causa constantes micro períodos de corte de alimentação, agredindo as fontes de equipamentos ligadas a ele. Basicamente, as fontes trabalham “no soquinho” e dependem do tempo de hold-up para suportar cada “tlec”. É um veneno ao longo do tempo;
  2. Provoca surtos de tensão (exatamente, o estabilizador provoca surtos de tensão) toda vez que abre e fecha o circuito para mudar a chave de lugar. Na realidade, o nome correto deveria ser “seletor de tensão”, porque ele é basicamente isso, mas o faz de maneira bem porca;
  3. É muito mais lento para atuar que a maioria das fontes modernas. Enquanto a fonte detecta a variação e a corrige rapidamente, o estabilizador demora para corrigir. Aí, quando ele “corrige”, a fonte precisa se ajustar outra vez, e assim sucessivamente. Portanto, o estabilizador é o “zagueiro desengonçado” que fica atrapalhando o time, pois prejudica o trabalho que a fonte faria com perfeição. Consequentemente, a fonte precisa trabalhar muito mais.

Podemos concluir, portanto, que nada é bem melhor que estabilizador.

Esse cliente precisa da avaliação de um eletricista, e não de um estabilizador. A rede de distribuição dentro do domicílio está comprometida. Provavelmente por sobrecarga de cabeamento…

Qualquer fonte de desktop “moderna” (já faz tempo) que seja realmente de qualidade terá PFC ativo, assim como quase todas as fontes de notebook têm. Essas fontes operam, teoricamente, com qualquer tensão variando livremente na faixa de aproximadamente 90V a 264V, mas geralmente conseguem se manter funcionando mesmo recebendo tensão bem menor.

Contudo, mesmo as fontes de baixa qualidade sem PFC ativo hoje em dia já suportam a carga bem e serão também atrapalhadas pelo estabilizador. Esse tipo de equipamento já foi praticamente abolido no resto do mundo, mas continua sendo vendido por aqui.

2 Curtidas

Estabilizadores não são mais necessários no Brasil desde os anos 90, se a energia cai muito aí é melhor comprar um Nobreak Senoidal.

Aliás nem precisaria porque você já está usando um Notebook, é só deixar com a bateria.

Uma coisa que recomendado e uso são Filtros de Linha com DPS.

Perfeito, mas aposto que ninguém se informou apesar do link do vídeo acima sobre filtros de linha e vai comprar qualquer um. Tem alguns que tem fusível de enfeite inclusive. Pesquisar um bom filtro de linha é muito importante.

1 Curtida

meu filtro de linha tem o micro-disjuntor e tambem um porta fusivel !!!

1 Curtida