Preciso decidir/instalar uma nova distro. Qual devo usar? (Independentemente de qual arquitetura)

Essa resposta foi sensacional, vou favoritar ela inclusive! Muito obrigado pela explicação, amigo!

Also, aonde se encaixa a customização visual?! Por exemplo, eu posso ter uma distro com uma DE mas eu gostaria de que minha DE fosse visualmente diferente, como prossigo nisso?!

1 Curtida

Eu achei que algum admin fosse fechar, mas nem sempre por ser algo recorrente deve-se não falar sobre ele. Coisas vão e voltam e as vezes discutir sobre algo novamente pode gerar mais conhecimento :slight_smile: Mesmo assim muito obrigador por ter mantido ele!

@thiagoalessio É normal a gente vender o que usamos, e por isso que queria que o @ryu_ketsueki entrasse nesta discussão, pra ver dos lados justos de pros e contras dessa moeda hahaha

Mas mesmo assim, estou lendo os tópicos que foram citados, novamente agradeco a atenção que estão dando neste post.

Sim, mas na maioria das vezes apenas perguntam algo que já foi respondido inúmeras vezes, para esses casos, quando não acrescenta, a conversa pode ser continuada no tópico original, sem a necessidade de duplicatas.

1 Curtida

O openSUSE, da mesma forma como as outras distros linux, são proibidas de incluir os drivers NVIDIA em seus repositórios por causa da licensa. Mas como quase todo o resto dos softwares proprietários, existe um repositório só para isso colocado pela equipe do openSUSE “para sua conveniência”. As instruções de instalação estão aqui e fazem uso do zypper ou do YaST, dependendo de como quer instalar. Isso também se aplica ao momento da instalação do sistema, já que o instalador é o YaST. Basta ter conexão com a internet e baixar os drivers na hora de instalar o sistema.

2 Curtidas

Sério? xD. Eu escutei por aí que o visual do openSUSE KDE é mais bonito que o do Manjaro KDE lol.
Mas sobre como customizar o Plasma, eu e o @jeffinshadow somos veteranos dessa parte. Dá uma olhada nas nossas ultimas customizações lá no Apresente o seu desktop e mostre o quanto o Linux é bonito. O Plasma é altamente customizável para deixá-lo à suas necessidades. Se quiser algo mais próximo ao Windows, tem como deixar. Mac OS? É só olhar para um dos meus ultimos layouts. Realmente é tudo muito acessível e pode assustar inicialmente mas não tem nada a que temer. A ultima versão do Plasma, a 5.18, é bem amigável quanto a customização e vai saciar usuários básicos e usuários avançados.

Way ahead of you!
Ironicamente o YaST também funciona pelo terminal, já que o openSUSE foi pensado para funcionar tanto em Desktops como em servidores. Tudo que é proporcionado pela GUI do YaST pode ser realizado pelo terminal caso queira, ou só pelo zypper na maioria dos casos, se o foco for gerenciar pacotes e repositórios.

PPA foi invenção do Ubuntu, não do Debian. Segundo o que aprendi dos usuários de Debian aqui no servidor, os repositórios dessa distro são enormes mas focados apenas no que é de código aberto, então você ficaria limitado a isso. No Ubuntu, você acaba se vendo forçado a buscar por PPAs, se existirem. Já o openSUSE tem tudo isso muito bem organizado. O openSUSE Software é sua central para procurar softwares e pacotes pensados não só para openSUSE mas para outras distros também, já que o serviço de builds do openSUSE faz tudo que os PKGBUILDs do AUR faria localmente, só que na nuvem. Por isso que comparei com os dois, algo parecido aos PPAs só que de fácil acesso e build+empacotamento 100% online.

2 Curtidas

Eu só coloquei o openSUSE na discussão porque ele se vende como distro para todos os casos. Já usa RPM da mesma forma que o Fedora; Tem todo um ecossistema pensado para desenvolvedores Linux e administradores de sistema mas sem abandonar os usuários básicos. E literalmente, o foco deles com o openSUSE é “dominar o mundo”. Duvida? Então olha o início do FAQ deles:

1 Curtida

Vou dar uma olhada, tô procurando alguma distro depois de deixar o Fedora por alguns problemas e o Tumbleweed parece a melhor opção pra se usar com o plasma.

1 Curtida

Olha, o Plasma vai bem em quase qualquer distro. O problema são as próprias distros que podem não saber como usar. Mas das distros que não entregam um Plasma “vanilla”, acho que o openSUSE e o CentOS são os que se saem melhor para entregar uma experiência KDE respeitável. Manjaro pecou demais com o Plasma ao ponto de eu não conseguir usá-lo sem customizá-lo.

2 Curtidas

Usei o Manjaro KDE por bastante tempo, entretanto por alguns problemas acabei deixando a distro mas não o plasma, acabei usando o Fedora (também na versão KDE) por uns 2 meses e encontrei alguns problemas quanto ao dnf, vim parar no Debian testing que recentemente atualizou da versão 5.14 do KDE (que resolveu alguns problemas), mas eu gostaria de ter versões mais recente, ao mesmo tempo que eu não queria um sistema com tanto bloatware como é o caso do Manjaro, sem instalar o Arch puro (ou scripts) ou voltar para o Fedora, o Tumbleweed me parece a melhor opção, já que é RR, tem uma instalação bastante customizável via rede pelo que eu pude ver, um bom repositório, e traz um KDE bastante clean por padrão.

2 Curtidas

É isso mesmo, na verdade. E ainda existe o bônus do Plasma 5.18 ser a nova LTS que veio para substituir a famosa 5.12. Traz só o melhor das últimas versões e uma integração com apps GTK mais polida. Pode ficar tranquilo que é uma excelente escolha a se explorar. Só falta o @Dio fazer um outro review do openSUSE (dessa vez do Tumbleweed) ou só do Plasma mesmo, explorando essa parte de ser uma nova LTS.

2 Curtidas

Ah! Esqueci de falar uma coisa. O openSUSE usa os sistemas de arquivos BtrFS e XFS por padrão. Mas esses não comuns em distros linux populares como o Ubuntu e derivados e podem resultar em um comportamento estranho do sistema para novos usuários. Recomendo dar uma olhada em outras, inclusive algumas focadas em uso para SSDs na [DISCUSSÂO] BTRFS vs EXT4. Qualquer dúvida, o EXT4 é quase um coringa.

2 Curtidas

Se importa de relatar? No caso, quais problemas?!

1 Curtida

Como eu não tenho SSD o plasma pra mim normalmente leva um tempinho pra iniciar depois daquela tela de login, isso aconteceu em qualquer distro que eu testei usando o mesmo, porém no Fedora além da demora pós-login o sistema demorava bastante pra ligar/desligar, além de que sempre que eu ia fazer uma atualização ou instalar um programa via dnf no terminal o download era lento e demorava bastante pra sincronizar os repositórios, coisa que nunca me aconteceu usando pacmac do lado arch ou apt do lado debian, no geral não tinha nenhum problema quanto a performance se isso te preocupa, apesar de que o sistema iniciava consumindo um pouquinho mais de ram do que as outras distros que já usei.

1 Curtida

Ok, estou agora mesmo indo procurar o link para bootar meu pen drive e testar o open-suse.

Então, irei de tumbleweed. Porem vou usar dual boot, o grub consegue identificar partições diferentes ou eu preciso instalar na mesma partição do windows como o manjaro indicava?! Estou lendo os links que foram postados.

Ironicamente fiquei na mesma situação, cansei do manjaro mas continuo procurando KDE

1 Curtida

Normalmente as distros linux vem com algo chamado os-prober, que escaneia o disco por partições bootáveis e tenta identificá-las para listar no Grub.

1 Curtida

É difícil encontrar users querendo se aventurar cedo em distros mais avançadas, já que você está disposto a aprender, pode ir de Arch Linux sem medo e depois pode passar pra algo mais avançado ainda, caso deseje.
Você consegue instalar tranquilamente com o KDE Plasma que você curtiu e de quebra, montar um sistema da maneira que desejar, pacote por pacote.
Sobre visual, caso a interface padrão do plasma não te agrade, você pode customizar e deixar da maneira em que se sentir melhor, aqui tem a maneira como eu personalizo e as ferramentas que eu usei como exemplo, mas existem várias outras e o único limite, visto a vasta gama de configurações do Plasma, é só a sua imaginação.

Se tem algo que eu aprendi com o Linux é que tudo nesse sistema é customizável.
Quando se fala de DE’s, eu vejo que há algumas mais “amigáveis” para personalização, outras são um pouco mais “fechadas”.
Eu diria que o KDE, GNOME e Cinnamon são as mais personalizáveis, mas as outras também são, cada uma com o seu nível.
Quer ter uma ideia de personalização? Procure por screenshots do Ubuntu e do Pop!_OS
Ambas as distros utilizam GNOME, mas são consideravelmente diferentes visualmente falando.

Desculpa a demora pela resposta, mas o processo é bem simples. Eu segui as informações apresentadas no decorrer desse vídeo e ficou conforme as imagens que apresentei.

@DiogoMoreira, é só ver o vídeo acima.