Pós Instalação no Fedora Silverblue

O Fedora Silverblue é um sistema com o “core” imutável, com foco em aplicações tipo contêiner (flatpak’s). Ela é uma variante do Fedora Workstation tradicional.

Ultimo update deste artigo: 06/04/2020

Atenção: este sistema é considerado “emergente” porém não tem toda capacidade que a versão Workstation possui, no quesito compatibilidade de programas (como VirtualBox, drivers de impressoras etc. Veja este artigo para saber mais detalhes do sistema).

A primeira coisa a se fazer ao instalar o Silverblue, eu diria, recomendo dar um “pin” na primeira imagem ostree. Ou seja, é quase como criar um “ponto de restauração” onde esta versão do sistema irá ficar fixada no grub (mostro mais sobre esta e outras opções aqui):

sudo ostree admin pin 0

após isso atualize o sistema via GNOME Software ou terminal:

rpm-ostree upgrade

Então reinicie o sistema, no grub será criado a nova “imagem” atualizado, e o anterior com a versão que você fixou com o comando “pin” anteriormente.

obs: atualmente existe um bug conhecido do projeto, que é basicamente a duplicação de entradas no grub, não se preocupe, elas funcionam, porém podem ficar apenas duplicadas, podendo diferenciar pela numeração.

Flatpak’s e Flathub

Para termos acesso aos mais de 700 apps via Flathub em nossa GNOME Software:

Conheça o Flathub

Acessamos o site e clicamos no logo do Fedora:

Em seguida, clicamos no botão “Flathub repository file”:

OK para abrir com a GNOME Software:

E instalar repositório Flathub (irá pedir senha):

concluído

Em “Repositórios de programas” pode verificar se está instalado:

Atualize o GNOME Software em “Atualizações/Botão de atualizar”

Ou reinicie a sessão que também irá atualizar:

Procedimento via terminal:

flatpak remote-add --if-not-exists flathub https://flathub.org/repo/flathub.flatpakrepo

E para verificar os repositórios flatpak adicionados:

flatpak remotes

Retornará o “flathub”, já poderá instalar flatpak’s do flathub.

Opcional: Flathub beta:

flatpak remote-add flathub-beta https://flathub.org/beta-repo/flathub-beta.flatpakrepo

Agora é só “ir as compras!”

obs: os primeiros apps a baixar podem demorar mais, pois terá que baixar runtimes básicas para o bom funcionamento e integração dos aplicativos (isto é feito automaticamente ao instalar flatpak’s).

Neste artigo fiz alguns comparativo entre rpm vs flatpak.

Depois que baixar 1 app GNOME e 1 app KDE, os próximos instalarão mais rapidamente, dependendo da conexão.

Você pode verificar/pesquisar/instalar os programas mais populares pelo site e terminal também, se preferir.

Alguns aplicativos populares que você vai encontrar no Flathub: Firefox, Spotify, Telegram, Steam, Gimp, Kdenlive, Inkscape, VLC, Discord…

obs: todos flatpak’s do flathub já vem com condec’s automaticamente!

RPMFusion

O RPMFusion ainda vai ser preciso principalmente caso use Nvidia ou queira usar o Firefox non-flatpak com codec’s por exemplo.

obs: para fazer um upgrade de versão futuramente, você terá que remover o RPMFusion e os pacotes instalados por ele para prosseguir com o procedimento, como mostro aqui.

Para adicionar os repositórios RPMFusion, abra o terminal e cole o comando recomendado no site:

rpm-ostree install https://download1.rpmfusion.org/free/fedora/rpmfusion-free-release-$(rpm -E %fedora).noarch.rpm https://download1.rpmfusion.org/nonfree/fedora/rpmfusion-nonfree-release-$(rpm -E %fedora).noarch.rpm

[caption id=“attachment_417” align=“alignnone” width=“1359”]

Neste momento pode reiniciar o sistema[/caption]

Após reiniciar podemos instalar quase todos pacotes do RPMFusion.

obs: rpm-ostree é construído sobre o ostree e possibilita a instalação do rpm’s como uma “camada” no topo de uma imagem do ostree. Na prática, isso significa que você pode instalar rpm’s como de costume, mas não “modificará” o sistema base/core. Usará o rpm-ostree install em vez do dnf install .

Dica: de preferencia para apps GUI de desktop para Flatpak/Appimage, use o rpmfusion(.rpm’s) quando não for possível via flatpak ou appimage.

No exemplo vamos instalar o ffmpeg e o navegador Chromium com codec’s:

Dica: file-roller / unrar, acrescente na sua lista de pos install de .rpm’s para descompactar arquivos, apenas adicione na linha de comando.

rpm-ostree install ffmpeg chromium-freeworld

[caption id=“attachment_media-98” align=“alignnone” width=“1358”]

aguarde o processo…[/caption][caption id=“attachment_media-103” align=“alignnone” width=“1357”] Concluído[/caption]

Perceba que sempre é exigido o reboot do sistema após o uso do rpm-ostree e veja que no grub irá ser criado uma nova entrada, á mais recente é sempre a do topo:

Após o reboot do sistema, teremos 2 navegadores já com codec’s:

[caption id=“attachment_434” align=“alignnone” width=“1359”]

Chromium[/caption][caption id=“attachment_435” align=“alignnone” width=“1357”] Firefox default do sistema[/caption]

Se você precisar do Google Chrome, veja este artigo.

KDE

O KDE mantém um repositório próprio de flatpak’s, muito do que tem aqui você encontrará no Flathub, então este fica como opcional, se você gosta do projeto e queira testar algo que não esteja no Flathub, como alternativa ou goste de acompanhar as ultimas versões de desenvolvimento.

flatpak remote-add --if-not-exists kdeapps --from https://distribute.kde.org/kdeapps.flatpakrepo

Após isto poderá instalar “kapps” do repositório do KDE, para instalar programas via GNOME Software basta reiniciar a sessão ou atualizar por ela mesmo.

GNOME

Nightly GNOME Apps, aqui você vai encontrar muitos apps em desenvolvimento, repositório opcional como alternativa ou goste de acompanhar as ultimas versões de desenvolvimento.

flatpak remote-add --if-not-exists gnome-nightly https://sdk.gnome.org/gnome-nightly.flatpakrepo

flatpak remote-add --if-not-exists gnome-apps-nightly --from https://sdk.gnome.org/gnome-apps-nightly.flatpakrepo

Appimage

Você pode usar (ou tentar) appimage’s no Fedora Silverblue, como mostro neste artigo.

Você encontra em sites de app’s que suportam ou através dos links:

WINE

Você pode usar o Wine através do Steam (Proton = fork do Wine) Lutris (está em beta mas é capaz de instalar muitos jogos) Winepack e Phoenicis PlayOnLinux como mostro neste artigo.

Sugestões/correções envie para fastos2016@gmail.com

9 Curtidas

Conteúdo bastante instrutivo e interessante!

Rapaz, parabéns. Se um dia eu tiver a paciência para sair do Mint vou testar o Fedora e usar sua explicação

1 Curtida

Olá, alguém sabe me dizer pq quando adiciono o comando

sudo rpm-ostree install https://download1.rpmfusion.org/free/fedora/rpmfusion-free-release-$(rpm -E %fedora).noarch.rpm https://download1.rpmfusion.org/nonfree/fedora/rpmfusion-nonfree-release-$(rpm -E %fedora).noarch.rpm

Ele gera esse erro
error: This system was not booted via libostree; cannot operate

está usando o silverblue?

O meu não aparece os apps recomendados embaixo e nem retorna os apps no repositório RPM fusion nas pesquisas :frowning:

os pacotes do rpmfusion não vão aparecer mesmo, os do flathub sim

1 Curtida

1 Curtida

Obrigado pelo conteúdo.

Esse mesmo comando para habilitar o repositório rpmfusion funciona na versão rawhide do silverblue?

No site tem a versão rawhide para a workstation, mas não vi nenhuma menção ao rawhide da silverblue, ela existe ou a do workstation funciona sem problemas nela?

não testei, mas é para funcionar tbm

1 Curtida

Renato, qual a forma correta de instalar fontes ms no Silverblue? Preciso delas, pois tem algumas aplicações que uso e a utilização delas é necessária.

No linux em geral, costumo colocar elas no caminho /usr/share/fonts, lá crio uma pasta msfonts, por exemplo, e copio todas as fontes da ms que preciso nela, reinicio o sistema e profit, todas as fontes ms funcionando perfeitamente no sistema, pois ele as reconhece normalmente fazendo assim.

Mas no silverblue não funciona, por causa do formato imutável dele, fazendo umas pesquisas fiquei foi confuso, pois não sei qual delas é a certa.

Um diz pra colocá-las em /usr/local/share/fonts, outros falaram pra botar em /var/usrlocal/share/fonts, afinal, qual o local correto pra adicioná-las manualmente? Sei que tem o pacote mscore, mas é muito antigo e incompatível com algumas aplicações, prefiro pegar as do windows 10 que são atualizadas. Te agradeço se puder me dar uma luz aqui.

veja a parte " Adding new fonts as a user"
https://docs.fedoraproject.org/en-US/quick-docs/adding-new-fonts-fedora/

1 Curtida