Por que cada smartphone precisa de uma Rom especifica?

A anos já conheço o mundo das Custom Roms, desde o meu primeiro smartphone, o saudoso galaxy Y, até atualmente meu A30s. Bem e sempre precisou-se de uma Rom unica para cada telefone, no máximo tinha roms de celulares irmãos q eram as mesmas,

Até mesmo o Ubuntu Touch ou o postmarketOS, precisam de uma Iso especifica para cada celular, e não é tão trivial assim, já que tentei instalar em um redmi 4x e não funcionava, aparentemente meu hardware era diferente em algo q travava a instalação.

Entendo os problemas de drivers, que como há uma grande variação de chips, estes são fechados, mas mesmo assim se consegue utiliza-los muitas vezes (vide q o ubuntu touch utiliza a as roms do lineageOs para retirar os drivers).

Mas o que mais impede de termos algo como uma distro linux q basicamente funciona em qualquer hardware? Pq precisa ser adaptado para cada smartphone?

2 curtidas

Na prática drivers são de fato o único fator. A indústria de celulares realmente não possui um forte padrão de perifériocos/barramentos, etc.

Cada modelo é tipo uma coisa exótica tal como são os novos Macs em relação ao mercado em que estão inseridos, um aparelho com coisas completamente fora do padrão, chips exóticos com funções exóticas, acessórios exóticos próprios para o modelo, etc.

Esse fator/cultura de mercado costuma torna os drivers nessa industria excepcionalmente estratégicos em termos de propriedade intelectual.

Da mesma forma isso em alguns casos cria tudo que é tipo de problemas severos quando drivers estão ausentes ou são substituídos por algo mais genérico, como inutilização do hardware, já que como não é um padrão, a fabricante não se preocupa em desenvolver o projeto considerando a ausência do driver, ou algo mais robusto, como um firmware autônomo e mais independente do OS.

1 curtida