Periféricos USB Pegam Vírus

Eu Gostaria De Saber, se periféricos Que São USB(HeadSet, Controles(PS4, XBOX) Mouses e etc), se ligados em máquinas infectadas, se eles também são infectados???

1 Curtida

Ola…
Já vi casos de componentes na rede pegarem um determinado vírus, mas nunca ouvi falar em periféricos, como fones e controles passarem por este problema. Partindo da premissa que todo componente eletrônico que possua uma configuração lógica e um firmware instalados possam ser infectados por programas maliciosos, não sei dizer se seria IMPOSSÍVEL, mas acho muito pouco provável, principalmente pelo fato que, imagino eu, não existe a mínima utilidade esse evento.
No entanto em tempos de IOT, nada é 100% estático, imutável e invariável…
resumindo… em teses a resposta seria NÃO

1 Curtida

Dependendo pode haver alteração no firmware desses perifericos… Mas se tiver um antivirus na maquina vc não precisa se preocupar

2 Curtidas

De forma simples? Não. Pelo menos não que eu conheça.
Exceto se eles funcionarem como dispositivo de armazenamento também, neste caso eles não seriam diretamente “infectados”, mas poderiam, eventualmente, servir de “portador” do vírus para outro sistema.

2 Curtidas

@rberlim

o controle do xbox one s é necessário ser atualizado na primeira utilização, então dessa forma é considerado dispositivo de armazenamento??

2 Curtidas

Não conheço o controle do XBox. Teóricamente, se há uma opção de atualização de firmware você poderia criar um firmware “infectado”, atualizar o controle e utiliza-lo para distribuir uma infecção. Não sei se seria uma forma de fato viável, mas teóricamente é possivel.

Entretanto, não acho que ele apareça como um armazenamento, um HD no seu computador. Então não haveria risco daqueles infâmes “virus de pendrive” que costumam rondar faculdades e orgão públicos de usarem o controle como forma de propagarem :slight_smile:

2 Curtidas

@ruanelivelton18 @rberlim @pinguimecafe @caiosnom

Ok, Obrigado Pelas Explicações.

3 Curtidas

Eu acredito que não, afinal, eles não tem um dispositivo de armazenamento neles, não teria como o virus entrar, ha menos que houvesse um cartão de memoria, ou algo do gênero.

1 Curtida

Resposta simples:

Não

Resposta complexa:

Vírus por definição dependem de um sistema operacional, um periférico não pode ser infectado por vírus por terem um firmware ao invés de um sistema operacional, mas isso não os torna imunes a malwares (códigos maliciosos) , como o @rberlim disse se o malware conseguir se passar pelo firmware ele pode causar estrago, não utilizando para distribuir infecções mas para danificar mesmo, no entanto, fica esperto ao fazer reflash ou atualizar a partir de apps de terceiros, antivírus geralmente não protegem contra esse tipo de ameaça

3 Curtidas

Se quiser uma resposta prática, Não, mas aos detalhes:

  1. Vírus clássicos de sistema operacional que infectam executáveis podem também caçar executáveis para infectar no armazenamento USB. Há vírus que faz isso desde a época do floppy disk no MS-DOS. E se você viveu a época do WinXP, com certeza conhece o vírus que transformava tudo no pendrive num atalho para ele mesmo.
    No entanto, é fácil remover os arquivos infectados do pendrive depois de limpar a máquina. Esse tipo de ameaça é facilmente eliminada, os antivírus protegem contra ela e elas não infectam unidades que não mostram armazenamento para o usuário (como mouses, headsets, controles, etc.)
  2. Há uma série de ataques especializados, como o BadUSB, que busca explorar brechas de segurança em dispositivos que não implementam o padrão USB com as salvaguardas necessárias, com o fim de reprogramá-los e torná-los infectantes.
    Por exemplo, o ataque vbootkit2 é capaz de mandar um dispositivo USB temporariamente dizer que é um dispositivo de armazenamento e carregar um vírus no boot/UEFI. Não há antivírus que proteja contra esse ataque, e a única maneira de apagar o vírus é mandá-lo para o fabricante para que ele reponha a programação original do dispositivo.
    No entanto, para um ataque desses ter sucesso, é preciso que eles saibam qual é o seu dispositivo e qual brecha é necessária para reprogramá-lo. Somente se você estiver sob a mira do governo ou do crime organizado é provável que você seja alvo desse ataque.
2 Curtidas