Para o usuário comum, quais seriam as diferenças perceptíveis de um sistema operacional *BSD em relação ao Linux?

Sei que já criaram outro tópico sobre *BSDs, mas fiz este para se ter um foco nas diferenças visíveis ao usuário comum.

Estou dando uma olhada na internet, mas a maior parte das coisas são em relação a especifidades não visíveis ao usuário comum, que não se importa, por exemplo, se o sistema operacional usa systemd ou não.

O FuryBSD, por exemplo, vem com ou o XFCE ou o KDE. Eu sou usuário do Kubuntu (pois amo o KDE Plasma). Que diferença eu sentiria no FuryBSD KDE em relação ao Kubuntu?

O reconhecimento de hardware dos *BSDs é tão com bom quanto o do Linux? Me refiro aos hardwares tanto dos computadores em si quanto dos periféricos.

E como é a instalação de arquivos? É similar ao Linux que tem toda essa questão de dependências ou é tranquilo como no Windows?

Podem comentar a respeito de outras coisas que não perguntei.

2 Curtidas

Igual ao Linux

Olha no Windows também se tem a dependency hell, a diferença é que geralmente o instalador de apps do Windows traz os instaladores das dependências, mais ou menos como AppImages, Flatpaks e Snaps porém de forma mais primitiva

Exemplos de dependências no Windows:

  • .NET Framework
  • VC++ Runtime
  • VB Runtime
  • OpenAL
  • MSXML 6

E por aí vai, o Linux só é mais granular

2 Curtidas