O quanto o WhatsApp sabe sobre você?

Confira o post completo no blog: https://diolinux.com.br/aplicativos/quanto-o-whatsapp-sabe-de-voce.html

O WhatsApp é o aplicativo de comunicação mais utilizado entre os brasileiros. Com a recente mudança em seus termos de privacidade, você já parou para pensar o quanto o aplicativo sabe sobre sua vida?

3 Curtidas

Eu tiraria o Telegram da lista, porque não é bem a intenção do app.

Ele sequer tem criptografia ponta a ponta como padrão, então ele não pode ser considerado com foco em privacidade.

Existem diversos apps open source, que acho que mereciam uma atençãozinha:

Sinceramente eu não ligo que esses dados citados sejam acessados por eles, sei lá acho muita frescura kkkkkk
Tudo que foi citado é essencial para os serviços do WhatsApp

O que não foi citado no artigo é que o Facebook adiou para maio aplicar as “novas politicas” de privacidade do Whatsapp, esse assunto deve voltar novamente.

Não sabe nada, afinal não tenho nem WhatsApp, muito menos Facebook. O que devem saber de mim, são coisas bem genéricas e aleatórias, sem ligação a um perfil específico de pessoa, se é que me entende, quando navego entre um site e outro que tenha algum tracker, mas tenho um bloqueio muito grande aqui.

Pelo que eu sei, se vc quiser as mensagens criptografadas é só usar o modo de chat secreto dele.

2 Curtidas

bom o aplicativo é bem grande e bem forte aqui no brasil, com essa de compartilhar dados com o face já é uma coisa de mais, mas como o app é “gratuito” agora, porque antes tínhamos que pagar 1 dolar kk quem é dessa época.
pode ser que seja mesmo que as mensagens sejam criptografadas e tals mais pelo que eu sei os metadados não são… eu to usando o telegram e o signal os dois são bons…
mais o wpp nao vai sair do brasil tão cedo…

1 Curtida

Sim, mas é algo que a pessoa deve selecionar, sem essa informação, pode passar batido e a pessoa achar que está com as mensagens criptografadas. E só vale para chat de pessoa a pessoa, em grupo não funciona.
Outro porém, é que ele usa uma criptografia própria, proprietária, então vai saber se ele é de fato o que diz.

1 Curtida

verdade, a maioria so apertou em aceitar kk sem ler os termos, caso isso continue acho que o wpp nao vai funcionar por muito tempo na europa por conta a GDPR

2 Curtidas

Realmente. Muita gente não se deu conta de que o que é open source no Telegram é o Cliente, não o lado servidor.

1 Curtida

Já faz um tempo que não utilizo produtos da empresa Facebook. Acho que na web temos que ter postura crítica quanto à má conduta de pessoas, sejam físicas ou jurídicas. Facebook já mostrou várias vezes condutas inapropriadas relacionadas tanto à segurança quanto à privacidade. O problema provavelmente está no seu modelo de negócio.

Talvez um caminho interessante é a ideia da Descentralização da Web, onde o E-mail é o exemplo clássico (e meu app preferido :nerd_face:). O conceito da decentralização é bem abordado no chamado Fediverso (ver Twitter Mastodon, e Youtube Peertube). Para mensageiro tipo o Whatsapp ver o Delta Chat.

Problemas vão sempre existir. A pergunta é: preferimos arcar com as consequências de quais problemas?

1 Curtida

para mim é pura perda de tempo e energia: de que adianta preocupar-se com “segurança” de dados, quando informações pessoais de 200 milhões de brasileiros foram vazados na internet e estão à venda no mercado paralelo?

qqr em presa pode obter dados de clientes de um determinado app ou sistema operacional. é ilusão achar que temos segurança. para mim, segurança é conduta pessoal. fora isso, nada.

Tenho Facebook e não uso meu nome real, tenho WhatsApp e uso separado do meu número que uso pra chamadas e tal, e se o Zuckerberg sabe alguma coisa de mim provavelmente sabe errado.

Estamos a um passo do Minority Report.
Em cima do que você já fez, prever uma ação sua no futuro.

Vc deixa a porta da sua casa aberta, cortinas abertas enquanto troca de roupa, fala pra qualquer um quanto vc ganha ou o saldo da sua conta bancária, conta informações da sua vida para qualquer um que perguntar?

Segurança é privacidade geralmente andam de mãos dadas, mas não são a mesma coisa, é importante frisar. Você pode ter privacidade e não ter segurança (mais raro) e ter segurança mas não ter privacidade (bem mais comum nos serviços de hoje), especialmente porque os dados acabam “pagando” as empresas, para que implementem rotinas de segurança.

A questão aqui acho que nem é essa. Se alguém quiser fazer isso (cortinas e tal, como você exemplificou), ela deve poder fazer, desde que isso não exponha outras pessoas que não concordaram. O que é importante @acvsilva é persuadir o direito de “fechar as cortinas” quando você quiser. Em termos, isso existe hoje, basta abdicar das benesses de se ter “a cortina aberta.” O que, no fundo, algumas pessoas querem é todas as benesses dos serviços, sem os contras de privacidade. Esse tipo de coisa nunca vai acontecer, mas conforme essa “briga de forças” ocorre, territórios mais intermediários surgem.

1 Curtida

Minha opinião sobre isso é que a pessoa confia em quem quiser, cada um decide se confia que seus dados estejam seguros no Google, Facebook, Microsoft, Telegram, Signal… Todos esses serviços tem os seus dados mas vai de você confiar na segurança e “Privacidade” que dizem dar a você (Vazamentos de dados, Compartilhar com Terceiros e etc…) Minha opinião é a seguinte Existe sim Privacidade e segurança OFFLINE, online não digo o mesmo.

1 Curtida

@nando3d Uma outra coisa curiosa é que o Telegram não divulga o código do app para Android nem se quer tem repositório publico para o app do Android.

Cordialmente,
Gabriel (Utherbone)

Telegram tem repositório público, tanto que existe um fork no F-Droid chamado Telegram FOSS, onde eles tiram alguns blobs proprietários e substituem por outros open source, como trocar o Google maps pelo OpenStreetMaps.

O problema é que a comunicação se dá por um protocolo proprietário de comunicação, então a partir do momento em que a mensagem saí do seu telegram, ele trafega por mares desconhecidos.

Já o Signal por exemplo, usa um protocolo totalmente aberto, então dá para garantir a integridade do sinal criptografado que sai do seu celular para outro.
Uma prova disso é que o Signal desktop não puxa as conversas do celular, pois elas não ficam armazenadas no servidor como Telegram. Se trocar de celular também não puxará as conversas.

3 Curtidas