Nobreaks da Intelbras são bons?

Com crise energética chegando e a possibilidade de apagão, estou pensando em comprar um nobreak novo. Eu tinha dois da SMS com 1200VA e usei por vários anos, mas a bateria deles arregou faz tempo e eu não olhei de trocar. Provavelmente vou passar esses adiante, por serem bem velhos e estou de olho em comprar um novo. Um que me chamou a atenção foi esse modelo da intelbras, de 1800VA https://www.mercadolivre.com.br/no-break-intelbras-xnb-1800-1800va-entrada-e-saida-de-120v-preto/p/MLB16037704#searchVariation=MLB16037704&position=1&search_layout=stack&type=product&tracking_id=e86ba07d-9890-4788-9095-4204f89826d7

porque com ele eu provavelmente conseguiria rodar o meu computador e o da minha esposa usando um nobreak só (são dois PC gamer de potência média, nada muito exótico, no nível de Ryzen 5 1600 + GTX 1660. As nossas fontes são de 600W). Mas eu não tenho experiência com nobreaks da intebras e queria saber de vocês, se alguém já usou e como foi. Valeu!

Esse no-break na realidade é um short-break de onda retangular com estabilizador interno integrado. Ele agride os equipamentos de duas formas diferentes:

  1. Enquanto há energia, o estabilizador atua, causando todos os malefícios associados a um estabilizador comum;
  2. Enquanto não há energia, o formato da onda fornecida aos equipamentos é retangular, algo muito distante do padrão senoidal, o que promove funcionamento errático.

Todo e qualquer equipamento conectado nele é agredido dessas duas formas. Contudo, é especialmente danoso para fontes de PFC ativo, e o próprio manual do short-break indica que não deve ser usado para esse fim: https://backend.intelbras.com/sites/default/files/2021-07/Manual_Nobreak_XNB_600_720_1200_1440_1800_VA_01-21_site.pdf

No-break só compensa se for senoidal, online e de dupla conversão. Recomendo a leitura dos diversos tópicos que temos no Clube do Hardware sobre esse e outros assuntos envolvendo energia: Tópicos importantes do setor fontes e energia - Fontes e energia - Clube do Hardware

Vídeo do Gabriel Torres sobre estabilizadores e porque não devemos usá-los (o mesmo vale para no-breaks que os possuam):

3 curtidas

Muito obrigado! Ajudou bastante!

1 curtida

Como @KairanD mencionou, procure por nobreaks senoidal (nada de semi-senoidal). Nobreaks convencionais e semi-senoidal tem um tempo de vida muito curto (corre um serio risco dele morrer primeiro antes do fim de vida útil das baterias caso sua região tiver muita oscilação de energia.), apresentam componentes de baixa qualidade, esquentam e sofrem muito com solda fria além de serem danosos para seus equipamentos, por isso são mais baratos que os Senoidal.

1 curtida

Mais importante que ser senoidal é não ter estabilizador integrado. Pois existem equipamentos que geram ondas senoidais quando a energia acaba, solucionando o problema (2), mas continuam operando como estabilizadores enquanto há energia (1), o que é mais grave.

Por isso eu recomendo apenas no-break senoidal, online e de dupla conversão. A energia fornecida será até melhor que a da rede elétrica. :wink:

2 curtidas

Eu uso um desses normais aqui em casa. Ele raramente comuta ( faz aquele tlec-tlec). Preciso usar pois quando falta energia algumas coisas precisam estar ligadas.

Infelizmente um senoidal é , no mínimo umas 5x mais caro do que esse que comprei. (na verdade seria mais caro do que todos os equipamentos juntos que ele segura quando falta energia)

Até agora, não foi fonte pro lixo, mas mesmo que vá, ainda acho mais vantagem a comprar um senoidal destes. Eles servem apenas para equipamentos muito sensíveis e/ou caros.

Acho melhor ver se consegue trocar seu desktop por um notebook. Eu tenho um Nobreak desses de 1400 VA da SMS e ele não aguenta um computador ( sem GPU offboard) mais que uns 30 min.

Essa sua configuração, chutando, acho que não segura nem 15 min. O meu é muito econômico: é só um processador Intel I5-11400. Eu medi o consumo dele e está fazendo 35 W em uso médio. Com monitores (dois) o conjunto consome uns 56 W.

Esse seu, com certeza deve gastar mais e ainda sendo dois computadores, sem chance.