Não consigo abrir qualquer gerenciador de arquivos no modo root

Ele só mostra essa resposta e não abre nada

Pelo que intende esta pedindo para vc criar uma variável global do sistema.
Tente o que esta pedindo assim:

XDG_RUNTIME_DIR="/tmp/runtime-root"

Não diz se é preciso criar a pasta antes.
Caso de certo adicione a variavel global no arquivo ‘.bashrc’ do bash para que a variável seja adicionada sempre que o sistema iniciar.

Tenha consciência ao clicar em arquivos com File-Manager em root, se for um Ransonware todos os arquivos de todos os usuários serão criptografados.

Se for sem root pelo menos os arquivos sem autorização são bloqueados pelo kernel Linux.
Mantenha seus arquivos importantes sempre bloqueados e com extensão trocada para não ter esse problema.
Geralmente os ransonware criptografa e deleta arquivos que tenham extensões pre determinadas e se o arquivo estiver bloqueado para fazer leitura o ransonware não vai conseguir fazer a leitura para determinar qual tipo de arquivo ele é.
Sendo assim o ransonware ira ignorar os arquivos.
Você também pode bloquear a leitura da pastas já que os ransonware não criptografa e deleta pasta o ransonware vai ignorá-la e o seu conteudo por não conseguir ver o que tem dentro.

E mais importante use o recurso de snapshot do BTRFS.

2 curtidas

Uma coisa que se tornou ritual meu quando vou abrir qualquer aplicação gráfica no modo root é nunca usar sudo. O motivo disso é que sudo não foi exatamente pensado para sessão gráfica ou com GUI para ser inicializada. Há alternativas com esse propósito. No lado KDE da força, por exemplo, existe o kdesu. Também existe o xdg-su, que pode ser a solução para o seu problema. Faz o teste aí

2 curtidas

Pelo o que vi do seu problema, também, talvez, se você utilizar sudo -EH <comando> ao invés de sudo <comando>, talvez resolva seu problema. O E implica em preservar as variáveis de ambiente, o que talvez seja o que está impedindo a execução como você mostrou e o H faz o diretório de home, em root, ser o seu de usuário comum.

Porém, como o @ryu_ketsueki disse, se você tiver a possibilidade de usar alguma opção ao sudo prevista de ser utilizada com GUI, provavelmente será a melhor saída.

P.S.: Executar programas gráficos em root é uma briga antiga minha.

Executar como root - PCManFM - LXDE.org

1 curtida

deu este erro

QStandardPaths: runtime directory '/run/user/1000' is not owned by UID 0, but a directory permissions 0700 owned by UID 1000 GID 1000

Instala o Midnight-Commander (se ainda não tiver) e executa no Terminal:

sudo mc

E para sair, tecle F10.

Das distros que tenho atualmente, apenas o openSUSE KDE oferece “Dolphin como Root”.

1 curtida