Membros da Oracle sugerem que RHEL se baseie em seu sistema

Finalmente tivemos um pronunciamento de algum representante da Oracle a respeito da mudança de políticas da Red Rat, que limitou o acesso ao código-fonte do RHEL. Edward Screven, Arquiteto Corporativo Chefe, junto a Wim Coekaerts, Líder de Desenvolvimento do Oracle Linux publicaram seu posicionamento no blog da Oracle.

Ao longo do texto, eles ressaltam a contribuição da Oracle em relação ao kernel Linux e seu comprometimento em tornar o Linux a melhor opção para servidores, mantendo o baixo custo de suporte. Eles explicam que a decisão de fazer o Oracle Linux baseado no RHEL se deve à intenção de não causar fragmentação da comunidade e que graças a isso, seus produtos são igualmente compatíveis com o próprio sistema e com o da Red Hat.

Também é comentado que apesar dos sistemas compatíveis, eles percebem que seu conceito sobre suas responsabilidades a respeito dos padrões do código aberto diferem da IBM, pois não possuem termos que interferem na redistribuição do sistema.

É citado o trecho do artigo do Mike McGrath, Vice-Diretor de Engenharia de Plataformas Centrais da Red Hat, onde ele diz que na Red Hat, milhares de pessoas gastam seu tempo no desenvolvimento do RHEL e que isso tem um custo, sendo esse um motivo para a limitação do uso do código-fonte. O contraponto exposto pelos membros da Oracle, é que antes de ser adquirida pela IBM em 2019, a Red Hat se mantinha como uma empresa de sucesso, mesmo arcando com este custo.

Segundo o post no Blog da Oracle, a decisão da Red Hat, tanto quando alterou o posicionamento do CentOS, quanto ao limitar o acesso ao código-fonte, tem a intenção de eliminar competidores e dessa maneira, incrementar seus lucros.

A Oracle reafirma seus esforços em manter seu sistema compatível com o RHEL, mas que após a versão 9.2, haverão grandes chances de surgir problemas de compatibilidade, os quais procurarão remediar, quando detectados.

Eles concluem dizendo que, se você é um desenvolvedor que discorda da atitude da IBM, a Oracle está contratando e que se a IBM deseja economizar no desenvolvimento do RHEL, eles podem utilizar o Oracle Linux como base.

4 curtidas

Season 4 Wow GIF by The Office

Tretas corporativas :popcorn:

2 curtidas