Mageia: A Distro que me salvou

Eu como ex-usuário de Slackware, sei como é essa experiência.

@Joa Já usei o Slackware. Quando sair a versão nova acho que vou instalar aqui novamente. A stable atual tá muito defasada já, infelizmente.

@anon99219498 Não faço ideia. Em uma pesquisa no fórum oficial e na internet, não encontrei nada a respeito. Se quiser, crie um tópico lá no fórum da distro. Pode ser usando google tradutor mesmo.

Eu só imagino quando o Slackware 15 finalmente sair e o pessoal ficar falando disso por tipo, meses.

1 curtida

Não sei como está agora na versão 8, mas eu achei o visual do XFCE do mageia maravilhoso, eu realmente não fiquei nela por que sou novato no linux e senti dificuldades de achar conteudos sobre ela, alem de que quando procurei não consegui instalar drivers mais atuais da nvidia ( só me listava driver da versão 340), cheguei a ter aulas no Mandriva na escola queria muito poder migrar para o mageia ( foi minha primeira opção quando abandonei o windows), mas a comunidade BR sumiu dela, pelo que me falaram ficou muito tempo sem atualização.

3 curtidas

Mageia também vem com DNF, já vem instalado e configurado para o uso, e é tão rápido quando URPMI.

Caso não acreditem na agilidade, é só medir o tempo de ambos assim:

time urpmi htop

time dnf install htop

1 curtida

Estou testando Mageia 8 numa VM, eu não sabia que ele também oferece DNF como gerenciador de pacotes nativo, aliás, nunca vi ninguém comentar isso.

Estarei instalando o Mageia no meu notebook, e talvez eu publique uma matéria sobre ele.

3 curtidas

Gosto bastante do Mageia. É bonito, bem trabalhado. Tipo de distro boa para mostrarmos aos amigos com interesse despertado no Linux (até porque tem tela de boas vindas, o que ajuda muito um iniciante na pós-instalação e configuração).

Esse é o grande problema de usar o Mageia. Merecia mais destaque e adesões. (E também seu “tio diferentão”, o PCLinuxOS, que não é tão polido no visual, mas tem uns recursos bem interessantes e é leve.)

1 curtida

O Forum (internacional) me parece meio desencorajador. Tenho a impressão de que os bambas ficam ansiosos demais por encerrar os tópicos ─ inclusive descartando questões & dúvidas que não sejam 101% de responsabilidade da distro…

Qualquer coisa, é respondida quase que imediatamente ─ muitas vezes, apenas mostrando que o problema não é do Mageia.

Até achei que fosse só impressão minha, mas depois notei que há pouquíssimas postagens. Qualquer coisa, encerram logo, mesmo que a pessoa fique sem uma solução satisfatória para seu problema concreto.

No Forum do PCLinuxOS, é difícil ficar sem solução. Se for problema de qualquer pacote, consertam rapidão. Se for problema de tiozão que não sabe lidar bem com informática, ajudam até resolver o caso concreto da pessoa. E se for problema de pacote ruim ou sem manutenção na origem, explicam o motivo porque retiraram do repositório. Até apontam alternativas práticas.

1 curtida

Caramba, triste isso, se pessoas assim já são difíceis, imagine então moderados de ego inflado, situações estas que os usuários podem acabar refletindo a má experiência do fórum na imagem da distribuição.

Ao menos assim me sinto um pouco mais encorajado em estudar o Mageia e escrever algumas coisas sobre ela, poderá ser útil pra quem buscar por informações.

Não vi propriamente como “moderadores de ego inflado”.

Me pareceu mais como “voluntários preocupados em não deixar nada sem resposta” ─ e ao mesmo tempo, querendo manter tudo “muito certinho” ─ mas sem levar em conta que cada usuário Mageia que recorre ao fórum é uma pessoa que precisa de alguma ajuda, para um problema pessoal.

Talvez eu tenha dado impressão de algum “autoritarismo”, mas não é bem isso. Não “fecham” um tópico, mas ao “sentenciar” que aquilo não é “responsabilidade” do Mageia (por exemplo), de certo modo desencorajam que outro colega estique a conversa, tentando ajudar.

(Não, acho que não estou conseguindo explicar direito… É uma impressão difícil de traduzir em palavras exatas).

Já conhece o Forum Mageia Brasil?

https://mageiadobrasil.com.br/forum/

3 curtidas

Fui lá, e vi muito mato alto, paredes descascando…

2 curtidas