Iso do Kurumim 7, Conectiva Linux, Mandriva Linux e outros Sistemas Operacionais

Galera, achei um mirror com as isos do Kurumim 7, e queria compartilhar com alguem, o link e esse: Index of /kurumin

Apesar de não ser do Kurumim, tambem achei a do Conectiva Linux. https://www.vivaolinux.com.br/dica/Saudosismo-Imagens-ISO-do-Conectiva-Linux

Também achei a iso do Mandriva Linux, quem souber as configurações para instala-lo em uma maquina virtual coloca ai nos comentarios.

https://archiveos.org/mandriva/

Façam bom proveito.:heart:

Pesquisei sobre o Conectiva Linux e achei esse video ensinando a instalar ele em uma maquina virtual.

Para o Kurumim 7, só seguir esse passo-a-passo aqui:

Também achei a iso do Kurumim 2

Se você quer achar imagens de disco de outros sistemas operacionais:

https://winworldpc.com/library/operating-systems

archiveos.org

Inclusive, eu gostaria muito que o @Dio fizesse um video do Kurumim 7, do Conectiva e do Mandriva Linux.

5 Curtidas

Já baixei e salvei aqui, esse foi um que nunca tive a oportunidade de testar.

2 Curtidas

Vou testar, muitas pessoas falam bem de ambos. Vamos ver como vai ser, valeu! :v:

1 Curtida

Kurumin foi o primeiro Linux “de CD de revistas” que consegui rodar em Live e instalar no HDD.

Os outros já vinham logo com papo de chroot e outros bichos sinistros.

3 Curtidas

Saudades do que eu não vivi aqui. Essa ISO é uma ■■■■ cápsula do tempo, foi fascinante ver lado a lado os programas que eu uso atualmente e suas versões de 2007 (e não conseguir rodar o Neofetch para postar print aqui, hehe).

Linha de comando do QEMU que eu usei:
qemu-system-i386 -enable-kvm -cdrom ~/Downloads/kurumin.iso -vga cirrus -device AC97 -m 1024M

3 Curtidas

Só lembrando que o repositório não funciona mais, e talvez também existam problemas com alguns hardwares modernos, então talvez, o ideal seja nesse caso específico criar uma máquina virtual com características de um bom computador de época.

2 Curtidas

Pois é, eu já imaginei que isso aconteceria. Por isso vou criar uma VM com configs mais… fraquinhas.

2 Curtidas

Uma outra coisa que eu notei é que ele não consegue acessar muitos sites modernos com HTTPS e quando ele consegue, ele reclama de certificados inválidos (provavelmente porque a “raiz de confiança” incluída na ISO é desatualizada).

Até para pegar o Neofetch tive que montar um servidor temporário e acessá-lo pelo Konqueror, para depois descobrir que tanto ele quanto o screenfetch atual pedem o Bash 4.0 (Kurimim vem com o Bash 3.3).

Peguei uma versão jurássica do ScreenFetch e ainda assim, não é bem digna desse tópico

Bugs

image

4 Curtidas

Pois é, fora da época, nunca dá para se resgatar 100% da experiência própria do período.

3 Curtidas

Você pode dizer as configurações que você fez na sua maquina virtual para conseguir rodar o Kurumim? Ia ajudar muita gente. :heart:

Tem na minha primeira resposta, eu usei o QEMU de linha de comando (que acaba sendo mais rápido para testes rápidos como esses).

Para quem tiver perdido: qemu-system-i386 -enable-kvm -cdrom kurumin.iso -vga cirrus -device AC97 -m 1024M

Funciona áudio e vídeo, com 1GB/1024MB de RAM (mude a opção depois de -m se quiser dar mais, ou menos, memória para a VM).

Sem -vga cirrus, o vídeo funciona, mas fica preso a 640x480. Sem -device AC97, sem áudio.

Nos GNOME Boxes/Virtmanagers da vida, equivale a um adaptador de vídeo Cirrus e um dispositivo de áudio AC97.

2 Curtidas

Mais duas peculiaridades do Kurumim/KDE3:

  • Um processo de boot completamente traduzido. Acho que não vi isso em nenhum Linux moderno, mesmo com o systemd;
  • Transparência “falsificada”:

    Note que o próprio Konsole é quem desenha o wallpaper do usuário de novo para dar a ilusão de transparência. (que é quebrada quando tem uma janela no fundo). (E eu tentando abrir o VLC - o Kurumim veio com Kaffeine, que é o reprodutor do KDE).
  • O KRunner me lembra bastante o atual Alt+F2 do MATE.
4 Curtidas

Outra duvida, tem como testar o Kurumim no VirtualBox/VMWare/GNOME Boxes e etc?

Tem, inclusive eu dei as configurações de VirtManager/GNOME Boxes mais ou menos equivalentes às opções de linha do comando do QEMU. Neles vai dar para reproduzir perfeitamente o comando que eu sugeri.

Se eu não me engano, o Virtual Box e o VMWare também permitem emular o AC97 (mas não o Cirrus, então nele a resolução vai ficar presa a 640x480).

1 Curtida

Valeu, obrigado pela contribuição. :heart:

Isos do Kalango Linux, “concorrente” do Kurumin para quem quiser comparar:
https://sourceforge.net/projects/archiveos/files/k/kalango/kalango_3.2a.iso/download

Não encontrei a versão NG, quando outro desenvolvedor assumiu.

2 Curtidas

A versão NG não conta, ela e totalmente diferente

2 Curtidas

Em 2016, rodei várias sessões Live em hardware do final de 2008, e não percebi limitações, afinal o Kurumin 7.0r3 era de meados de 2007.

                     Mobo: P5KPL-AM-CKD-VISUM-SI, BIOS ... 11/24/2008 - ASUSTeK Computer INC.
VGA compatible controller: Intel Corporation 82G33/G31 Express Integrated Graphics Controller (rev 10)
            IDE interface: Intel Corporation NM10/ICH7 Family SATA Controller [IDE mode] (rev 01)
               Processors: 2 × Intel® Core™2 Duo CPU E7300 @ 2.66GHz
                   Memory: 3,8 GiB of RAM

A principal limitação foi mesmo de sites como Blogger, Facebook, Twitter etc., que em 2016 já não carregavam naquelas versões do Konqueror, Firefox, Iceweasel.

Afora isso, não encontrei drop shadow no Gimp 2.2, e tive de improvisar com 2 camadas levemente deslocadas uma da outra.

O KSysguard só exibiu os gráficos após rodar o sensors-detect e salvar.

3 Curtidas

Depende do hardware, muita coisa atual sequer existia na época, placas de vídeos recentes como essas novas Intel Xe ou esses processadores AMD Ryzen que eram coisas ainda completamente inexistentes na época podem apresentar problemas.

2 Curtidas