Instalar rEFInd e colocá-lo como padrão ao invés do GRUB

Olá, amigos! Alguém aqui já instalou o rEFInd em seu computador? Principalmente aqueles que tem o Linux em dual boot com o Windows ou até mesmo dual boot entre sistemas Linux. Como funciona? Como instalar e utilizar ele como manager de sistema multiboot?

Vi que tem um post de março sobre o assunto, mas que não conseguiu esclarecer muito. Seria legal se alguém que já fez possa comentar. Abraços!

3 Curtidas

em teoria é só vc instalar ele com o apt e fazer “refind-install” no terminal e tá tudo pronto
https://www.rodsbooks.com/refind/installing.html

5 Curtidas

queria saber como eu faço envez de usar o bootloader padrão do Pop!_OS
queria utilizar o Grub tanto para eu utilizar o Android X86 pelo dual boot

Isso faz com que o GRUB seja substituído pelo rEFInd na inicialização? Assim que possível vou tentar.

Eu testei aqui hoje, é só instalar com os comandos:

sudo apt install refind
sudo refind-install

A instalação de temas é bem simples também, mas eu achei que ele aumentou muito o tempo de boot, dá um lag enorme entre o menu de inicialização e o plymouth.

1 Curtida

pelo que eu li aqui ele vai só tirar a entrada do grub, inclusive ele vai detectar o grub e se vc quiser remover ele o refind vai te dar opção (embora ele vá remover só a entrada, o grub vai continuar instalado)

Já usei o rEFInd. O legal dele é a customização extrema possível para a tela de seleção do BOOT. Ele detecta vários sistemas na hora do boot.

Usei ele para aprender sobre EFI, foi com ele que eu descobri que o boot manager pode ser qualquer um, inclusive usar o próprio EFI bootloader para dar boot direto no kernel.

Ponto positivo: Customização extrema
Ponto negativo: Mais lento que o grub.

Tanto o GRUB como o rEFInd serão instalados. Você poderá alterar o boot padrão pela BIOS ou com o comando efibootmgr. Recomendo sempre deixar o grub pois ele tem mais opções para modo de emergência. O rEFInd vai gerar duas entradas pro seu sistema operacional, uma chamando o GRUB e outra para dar boot no kernel.

Depois do seu comentário e o do @anon17586640 eu repensei e acho que não vou usar o rEFInd; a princípio meu interesse era pelo visual mesmo (chama muito a atenção e é bem mais agradável de ver do que o GRUB), mas estamos falando de uma ferramenta para selecionar um dos sistemas operacionais que temos no computador, ou seja, tanto faz. Nesse caso prefiro otimização, eficiência e velocidade.

1 Curtida

Eu tava querendo testar em vm, mas a preguiça é maior. Fora que uso grub + vimix + grub-customizer. Daí fica bonito, organizado, funcional e desmotiva explorar rEFInd.

Sugiro então dar boot direto no kernel. Mantenha o grub para qualquer eventualidade mas deixe o padrão com o boot efi.

Eu uso o Vimix também, especificamente o Tela.

Usando o Vimix o GRUB não fica lento igual o rEFInd? Eu achei muito bonito!

Não, o Vimix não interfere em nada no tempo de boot.

Achei esse tuto pra instalar: https://www.edivaldobrito.com.br/mudar-o-visual-do-grub-com-o-tema-vimix/

Bem recente, inclusive. Vou formatar meu computador esse mês provavelmente e instalar o Kubuntu 19.10 em dual boot com Windows 10 e aí vou testar essa customização.