Instalação Xubuntu e Desinstalação Ubuntu

Algumas das minhas dúvidas já foram debatidas antes mas acredito que tenham algumas especificações que façam valer um novo tópico.
Adquiri recentemente um Dell com Ubuntu 20.04 originalmente instalado e gostaria de instalar uma flavour (Xubuntu, ou talvez Kubuntu) para substituí-lo. O motivo é simplesmente por querer estabelecer um sistema operacional mais familiar para um iniciante vindo do Windows como eu antes de me aventurar em customizações mais avançadas (por isso prefiro dar chance ao Ubuntu/GNOME no futuro, não agora).

Mas o ponto principal é que desejo substituir por completo o sistema do Ubuntu GNOME que veio pelo Xubuntu, para que não permaneça nenhum consumo no background ou arquivo que possa pesar e interferir na performance do novo sistema.
Neste caso, como ambos são Ubuntu na base, só deveria remover o GNOME?

Pesquisando encontrei na instalação do KDE ([InstallingKDE - Community Help Wiki]) os seguintes comandos para limpar o GNOME:
aptitude purge gnome-shell” e “aptitude purge ~ c”.
E também com um mais simples “apt-get remove ubuntu-desktop” e “apt-get autoremove”.

Porém já vi comandos que incluíam mais detalhadamente a remoção por exemplo:
sudo apt remove nautilus gnome-power-manager gnome-screensaver gnome-termina gnome-pane gnome-applet* gnome-bluetooth gnome-desktop**”

Qual a diferença de todas essas formas de desinstalação e qual seria o procedimento para o meu caso?

Acredito que fazer o download da ISO do Xubuntu pelo site e bootar com um USB para a instalação seja o apropriado para o meu caso, certo?

Boa tarde! Tudo bem?
Cara, você está certo no final, usar uma iso e dar boot pelo USB.
Estes comandos podem até dar certo mas não vai ser uma instalação limpa da nova interface gráfica que deseja!

São muitas dependências e pacotes particulares de cada interface, então é mais fácil instalar um novo SO com a interface que deseja do zero utilizando uma iso mesmo.

Muito + prático e garantido de que não sobrarão bibliotecas do Gnome.

Vc está querendo fazer algo que só é indicado em caso de falta do q fazer. Ou de estudo.

  • fácil vc baixar a ISO do Xubuntu e fazer a instalação limpa.

Tudo certo, e com você, @MMalyson?
Pois é, quero justamente o SO limpo e completo mesmo. Minha dúvida maior seria apenas com relação ao SO que já tenho instalado (de fábrica). Fazer um Boot com o USB do SO novo já substituirá esse SO Ubuntu 20.04 do meu notebook por completo? Pois não gostaria de deixar algo remanescente do SO antigo, já que pode consumir CPU/RAM ou pesar mais e atrapalhar a fluidez das minhas atividades no novo SO.

@Daigo Ah sim. Minha única dúvida é sobre o que respondi ao @MMalyson, o caso de a instalação pelo Boot através de USB com o novo SO já substituir o SO antigo instalado. Não precisaria de usar nenhum dos comandos que listei no Post Original para limpar os arquivos, desktop, programas do SO antigo?

1 curtida

Sim, ao realizar uma instalação limpa do Xubuntu, você praticamente vai formatar sua máquina, não sendo necessário o uso de nenhum dos comandos citados acima. Caso tenha algum arquivo importante no computador, recomendo que faça um backup, visto que a instalação limpa removerá todo o sistema antigo e os dados que haviam no mesmo.

2 curtidas

Tô legal @Ascoli! Graças a Deus…
Então é isso mesmo, a formatação utilizando a ISO já vai limpar todo seu HD e instalar o novo SO sem resquício de aplicativos ou configurações do anterior.

Não vai precisar executar nenhum comando antes da instalação.
Só criar o pendrive bootável, reiniciar a máquina e dar boot pelo USB.

1 curtida

@umcarlinho @MMalyson Perfeito! É mais simples do que eu esperava (o que facilita para eu explorar no futuro outras Desktops e OS). Vou ver se consigo fazer hoje mesmo a instalação do Xubuntu. Voltarei para dar feedback.
Muito obrigado a todos!

Opa! Por nada mestre…
Boa sorte aí!

Depois fala o que achou!
Abraços. :+1:

1 curtida

Já fiz a instalação do Xubuntu e mesmo com poucos minutos usando posso afirmar facilmente que estou gostando muito. É incrível como se pode fazer várias customizações simples e úteis sem precisar de instalar extensões.

Muito obrigado pela ajuda, abraços!

1 curtida

Boa tarde Ascoli!
Por nada…

Abraços!

Estou voltando para tirar uma dúvida sobre o que encontrei no gerenciador de pacotes do meu Xubuntu recentemente instalado. A imagem em anexo mostra que ainda se encontram vários pacotes com o nome gnome. Sei que provavelmente algumas coisas são compartilhadas entre XFCE e Gnome (talvez nesse caso por ambos terem como base de OS o Ubuntu), como temas, conforme consta na imagem. Mas e os outros pacotes Gnome? São ‘‘restos’’ do que ficou do meu antigo Ubuntu original?

Queria aproveitar para dizer que acompanhando o meu Gerenciador de Tarefas, vejo que o uso de Memória RAM não parece estar muito baixo. Por exemplo, agora estou com algumas abas no chrome (discord, o fórum, duas pesquisas no google), a imagem no GIMP e Spotify abertos e o consumo de memória está por volta dos 3 GiB / 7,5 GiB. Isso seria bem alto para o XFCE, não?

Enfim, queria saber sobre a questão dos pacotes gnome que aparecem como instalados, se o consumo de memória RAM está anormal e se há alguma relação entre esses pacotes gnome e o consumo alto da Memória.

Acho que não, está normal.

O Xubuntu é uma das distros com xfce que mais consomem memória RAM.

Boa noite Ascoli!
Cara, então os aplicativos gnome em execução não são resquício do sistema anterior e sim instalação de pacotes compartilhados entre as distribuições.

Assim como o Gnome Software, Gnome Menu, Gnome Mines, Gnome Fonte…
Qualquer outra distribuição baseada no Ubuntu vai ter aplicativos oriundos do gnome que é o projeto que provê a interface gráfica e alguns aplicativos para o Ubuntu.

Já enquanto ao consumo da RAM, é um consumo realmente estranho, não uso esses aplicativos e também não sou muito fã do XFCE mas vale a pena testar outro navegador para ver se apresenta o mesmo cenário.

1 curtida

@Ascoli dá uma conferida nesse meu vídeo, com dicas ultra simples para reduzir o consumo de RAM.