Google Chrome Flatpak (flathub-beta)

Sandboxed Chrome Flatpak, este flatpak usa o .deb dentro da sandbox do flatpak.

requer flatpak 1.8

flatpak remote-add flathub-beta https://flathub.org/beta-repo/flathub-beta.flatpakrepo
flatpak install com.google.Chrome


Legal (retirado do próprio print):

  • Não reporte pros devs do Chrome, passe por um filtro da Flathub antes (Por que? Ninguém sabe, faltou transparência)
  • Diga adeus ao recurso plug-and-play (inclusive o U2F)
  • Diga adeus ao principal recurso do Chrome (instalação de PWAs)
  • Sem possibilidade user friendly de usar o recurso básico de Download em locais abertos (eg. Pendrive/outra partição)

Considerando que o Chrome funciona em praticamente todas as distros (as dependências estão presentes pré instaladas em praticamente todas as distribuições que teriam usuários interessados no Chrome) e ele tem sua própria sandbox (ou seja,usar o bwrap é irrelevante se o motivo éo sanbox), tem alguma vantagem real nisso? É uma pergunta sincera

1 Curtida

Concordo com @Natanael.755 e me faço a mesma pergunta, “qual é a vantagem disso?”. Se fosse uma versão mantida e endossada pela própria Google, seria uma coisa, uma vez que ela acabaria assumindo o compromisso de fazer o app funcionar da forma idealizada pela empresa, mas criar uma versão comunitária por criar quando o Google Chrome em sua completude funcional já está disponível, virtualmente, para todas as distribuições, é algo “meh”.

Adendo, não estou querendo desmerecer o trabalho dos envolvidos, espero que eles tenham sucesso em seu projeto.

1 Curtida

na verdade ele está disponível para fedora/opensuse e debian/ubuntu

fora que estará disponível na loja das distros trazendo mais facilidade…usuário Arch não precisará mais usar AUR pra isso e creio que não preciso falar que é muito mais seguro usar flathub do que AUR…

1 Curtida

Pra baixar o instalador offline oficialmente

E seus derivados, o que cobre praticamente todos as distribuições user friendly, também está no AUR o que cobre até distros Arch based, na real até o Solus que é LFS tem o Chrome completo e 100% funcional, então não é um diferencial suportar mais distros


Não precisa porque não é necessariamente verdade, você pode usar o AUR apenas pro google-chrome e ambas as receitas (AUR e Flatpak) não só são abertas e auditaveis como ambas são feitas de forma extra oficial por um usuário aleatório do GitHub (como você gosta de chamar), ou seja, o nível de segurança é o mesmo, a diferença é que o Flatpak não corre o risco de puxar alguma dep que quebre o sistema, mas na recipe do AUR isso também acontece


Aliás, as diferenças entre a recipe AUR e Flathub é apenas onde os arquivos do Chrome são copiados e a integração melhorada com KDE, ou seja, pra quem usa Arch com KDE é infinitamente mais vantajoso usar o AUR que o Flathub (segurança igual uma vez que o software instalado é o mesmo que o upstream, e uma integração muito melhor com o KDE)

1 Curtida

E eu nem tô forçando a barra quando digo que a segurança é a mesma só ver o PKGBUILD:

https://aur.archlinux.org/cgit/aur.git/plain/PKGBUILD?h=google-chrome

É essencialmente o que o sudo dpkg -i google-chrome*.deb faria. Ou seja se você confia no Google+Debian) não existe motivo pra preocupação com o AUR nesse caso…

Depois de configurar a loja pra suportar flatpak e adicionar a flathub na maioria dos casos onde isso seria necessário (já que a maioria das distros user friendly trazem o chrome como opção de instalação)


Ainda esperando a resposta