Gnome 40: Projetistas brincam com a ideia de mover a barra horizontal para baixo

Vejam esta notícia: GNOME Designers Explore a 'Bottom Bar' Layout for GNOME Shell - OMG! Ubuntu!

Pelo que eu entendi, por enquanto são somente imagens brincando com a ideia. Não foi nem implementado em software e pode nunca chegar a ser implementado.

Tendo em vista que a dash do Gnome foi movida para baixo no Gnome 40, eu gosto da ideia de mover o botão de atividades para a posição proposta nas imagens (centro/inferior), pois fica mais rápido de clicar no botão de atividades (mais perto do centro da tela) e, uma vez que você clicou no botão de atividades, fica mais rápido pra chegar com o cursor na dash.

No Gnome 3.x fazia sentido o botão de atividades ficar no canto superior-esquerdo, pois a dash ficava na lateral esquerda, e aí ficava tudo perto, sem precisar mexer muito o mouse. Mas, no Gnome 40, você clica no botão de atividades no canto superio-esquerdo e depois tem que andar a tela toda com o mouse até chegar na dash. Então, faz sentido mover o botão de atividades para a posição centro-inferior, na minha opinião.

E vocês, o que acharam da ideia? Será que o Gnome 41 já vem com essa alteração?

2 curtidas

Eu imagino que aqueles que estão acostumados com um ambiente Windows, ou um ambiente de desktop de código aberto com estrutura semelhante, vão olhar para a maquete acima e pensar “sim, parece certo”

Certíssimo… :smiley:

No KDE, meu ponteiro do mouse se mantém embaixo a maior parte do tempo.

  • Menus de aplicativos confundem os usuários

Imagine um livro cheio de páginas com um amontoado de um monte de coisa escrita… :sweat_smile:

3 curtidas

Ao meu ver, esse layout faz mais sentido no GNOME 40 do que o atual, sem contar que é lindo por si só. Resolve alguns problemas de posicionamento. Prefiro que o GNOME 40 fosse assim.

5 curtidas

:+1:t2:Eu concordo, faz mais sentido para o Gnome 40 a barra ficar em baixo. Apesar de eu não usar a interface dele mas analisando a mensagem do tópico, os aplicativos ficaram muito longe da barra hoje ainda no topo da tela na versão 40. Se falarmos em produtividade isso afetou o lema do Gnome em ser a DE focada nisto. Então faz mais que sentido, na minha opinião, a barra ficar embaixo. Eu acredito que essa notícia dos “projetistas brincarem com a barra” veio de propósito para eles verem irão ser os feedbacks que eles receberem dos usuário. Quem sabem realmente seja positivo e eles mudem isso no “Gnome 41” :innocent: Eu gostei muito de ver a barra em baixo no Gnome 40. :pray:t2:

1 curtida

Eu não achei ruim moverem a barra pra baixo, na verdade gostei bastante.

Essa imagem no site me lembrou demais o Chrome OS:

4 curtidas

“…e depois tem que andar a tela toda com o mouse até chegar na dash.” Ou somente apertar a tecla super (tecla símbolo do Windows). Ou seja, n precisa mover o mouse pra baixo. Simplesmente aperte e tecla super.

3 curtidas

Depende do uso, eu por exemplo tenho um Thinkpad e eu uso o teclado, mouse 4d, touchpad, trackpoint de diversas maneiras diferentes, uma hora com a mão esquerda outra hora com a mão direita, invertido, normal. Shortcuts do meu OS é tudo modificado e toda vez, quase nunca deixo eles com o mesmo comportamento :sweat_smile:. Se eu usa-se a interface do Gnome eu iria preferir a barra inferior. Eu uso o comportamento do Gnome 40 que ficou explendido. :heart_eyes:

Mas eu acredito que o pessoal do Gnome poderia deixar a barra opcional, então cada usuário faz suas escolhas. Claro que tem extensões e tals, mas poderia ser nativo talvez. :smile:

1 curtida

O fato é que o botão de atividades existe. Se ele existe, alguém usa. E, se alguém usa, o ideal é que ele esteja em uma posição que torne seu uso mais prático.

4 curtidas

Tinha postado em outro tópico, tem também o layout que incorpora de vez o dash to panel.

1 curtida

Realmente seria legal fornecer mais opções de onde deixar a barra.

1 curtida

Deviam remover é a dock :slight_smile:
Ou deixar a opção de remover.
Com a feature de poder ordenar os ícones do dash do jeito que quiser, é só deixar os “favoritos” no início. Bastaria clicar no “Atividades” para ter acesso a tudo, sem precisar descer o mouse para acessar a dock.
No meu entender, a dock perdeu toda a função.

1 curtida

Deviam adotar o modo windows like de uma vez.

Eu penso que com o tempo, e não muito, a tela de atividades vai ser invertida com a tela de todos os apps.
Vao tirar esse botão atividades de cima pra abrir espaço pra suportar menus globais, e aí a parte inferior da tela toda vai ser sensível a pressão.
Empurrar o mouse pra baixo vai fazer a tela de todos os apps abrir, com a lista de apps mais pra baixo, e as áreas de trabalho com um pouco mais de zoom. Aí na dock vai ter um botão pra exibir a tela de atividades, no lugar do botão de todos os apps. E até 2025 o desktop totalmente vazio vai sumir, e essa será a tela padrão do sistema.
Se isso parece familiar é porque é, eu tô descrevendo a tela inicial do Endless Os, que por coincidência tem muita gente do gnome envolvida

talvez estejam corrigindo a “coisa”, para ficar o mais parecido possível com um desktop dito normal. rsrs

Aí perde a maior parte da graça do Gnome (e Pantheon, Budgie por tabela), @acvsilva

Minha opinião vale incríveis nada mas pegando o layout que o @Joa isolou, EU acho que ficaria bacana seria assim:

  • Um botão pra ir direto para a tela de apps (9 pontinhos) ao centro como no Chrome OS
  • O clássico Atividades (3 pontinhos) à esquerda
  • O relógio na outra extremidade com um espaçamento pros outros ícones

PS: Eu fiz o Layout em 30s no Paint, logo a métrica vai estar errada

É óbvio que nesse cenário a dock na tela de atividades perde a razão de existir

1 curtida

Realmente seria ótimo.

Desde que tenha opção de colocar a barra no top, sinceramente não curti ela em baixo vai lembrar muito Windows, KDE, Budge…

1 curtida