Gentoo é tão bom assim?

Eu nem sabia q dava pra colocar foto no grub rs. Talvez um dia eu use estes sistemas desafiadores.

3 curtidas

8 curtidas

Sou preguiçoso demais para o Gentoo.

7 curtidas

O Gentoo é ainda mais divertido de instalar que o Arch, da ultima vez levou 9 horas kkkk, mais falando sério, eu gosto bastante dele, foi o melhor desempenho que já tive em uma distro, você consegue deixar tudo muito enxuto colocando somente o que vai usar, a confiabilidade é excelente, e uma vez configurado acabou a preocupação.

2 curtidas

Se o Arch atende um certo nicho, o Gentoo atende um nicho ainda menor. O grande problema do Gentoo é a instalação e o tempo que você demora para instalar e configurar os pacotes, porque você tem que compilar o que você quer utilizar e curiosamente, isto também é a grande vantagem do Gentoo, porque ao compilar tudo você é capaz de instalar tudo na medida para a sua máquina. Caso você queira utilizar o Gentoo mas não tem paciência para o Gentoo, utilize o Sabayon. O Sabayon é para o Gentoo o que o Mint é para o Ubuntu e o que o Manjaro é para o Arch.

3 curtidas

Opa cara, aproveitando que você tá aqui e que usa o gentoo, como instalou?, e porque vi que uma maneira de instalar é usando o system rescue cd, e estou usando ela, funciona normal?

Pra instalar o gentoo vc tem que seguir o manual de instalação (Em português está bom, mas em inglês está um pouco melhor) - Manual:Página Principal - Gentoo Wiki . Vc tem que tem que ir construindo o próprio sistema, inclusive compilando os pacotes, o que toma um bom tempo. O manual fala uma linha geral, mas vc também pode seguir outro caminho por exemplo trocando o openRC pelo systemd (mas esteja alertado que se a instalação padrão demora, se vc customizar vai precisar ler ainda mais material e pode demorar ainda mais!) . Ouvi falar que agora tem um stage 4 (imagino que seja esse modo com o system rescue cd que vc falou), que basicamente é um transplante de sistema. Daí vc faz apenas pequenos acertos. A instalação padrão, que é pelo stage 3, vc baixa um sistema mínimo que basicamente tem só o compilador e precisa compilar todo o resto. Outra coisa que facilita é que agora eles tem um pacote gentoo-kernel-bin que vem um kernel binário compilado por eles. Isso acaba com mais da metade da dificuldade de instalação (e metade da graça também). Eu já até cogitei mudar pra esse pacote, mas como já tenho meu .config acertado nem compensa. Provavelmente se eu fosse fazer nova instalação em outro hardware, usaria ele pelo menos na instalação e primeiras semanas, até ficar redondo. Depois daria pra brincar de fazer o próprio kernel kkk

Mas enfim, se for esse transplante de sistema, é bom pra colocar o sistema pra rodar, mas no final vc vai precisar aprender tudo que está no manual pra opções de compilação, resolução de conflitos, pesquisar e ler muito no forum do gentoo, afinal é como aprender um sistema novo e suas particularidades, assim como no VOID vc tem o xbps, porém com uma centena de opções… Pra ter ideia o ChromeOS usa o gentoo como base.

2 curtidas

Eita, mas pra tudo tem que compilar? Tô instalando desde 3 horas da tarde e até agora não terminou

Olha essa tela:


É a de compilação? Tá nela desde umas 17:50

Vc está compilando o kernel. Se vc escolheu compilar tudo como módulo vai demorar bastante. Aqui no meu notebook podrinho demora 20 minutos porque eu só compilo os módulos que eu uso. Por isso que eu falei do pacote gentoo-kernel-bin, vc dá um emerge nele e tá resolvido isso.

Quase tudo!
Tem alguns pacotes binários que não precisa compilar, especialmente os mais demorados como firefox-bin, libreoffice-bin, entre outros. Mas se for pra pegar todos os pacotes binários não faz sentido nenhum instalar o gentoo.

Estou pensando em sair da base debian em que me finco, e ir para o Gentoo, quero extrair ao máximo os recursos do meu terminal burro (ou computador, como alguns ainda chamam)

Então quer dizer que se instalar esse pacote, o kernel é compilado mais rápido? Desculpe se pergunto demais, é porque essa é minha primeira vez instalando o gentoo :sweat_smile:

1 curtida

Ele é o kernel binário empacotado igual ao pacote linux-image no debian. É a forma padrão que é usada nas distribuições.

A diferença é que nas outras distribuições o padrão é o kernel binário, mas geralmente tem pacote também pro código fonte e o usuário customizar e compilar. No gentoo o padrão é o kernel em código fonte, mas também tem esse pacote binário devido ao alto tempo (e uso em disco) para compilar todos os módulos. Também tira o pre-requito de manjar tudo de kernel pra conseguir instalar o sistema operacional (o kernel muitos anos atras era bem simples de configurar, mas a cada nova versão mais e mais opções que se entrelaçam tornando uma tarefa muito difícil mesmo pro usuário avançado de linux).

3 curtidas

Ele é bom pela possibilidade de você compiliar os seus softwares enxugadinhos pra sua máquina, extraindo em teoria o que ela pode oferecer melhor de desempenho, e otimizando muito o consumo de recursos. Se você tem um pc meio fraco ele pode melhorar muito a sua usabilidade, se você tiver paciência pra esperar tudo compilar
a parte dificil dele é a instalação, a qual é totalmente explicada no Gentoo Handbook, conseguindo fazer a instalação da base, os outros processos são bem mais tranquilos

2 curtidas

Acho que no caso ele seria a melhor opção para mim, que quero que os aplicativos sejam o foco, e não o sistema operacional rodando por trás

Reza a lenda que dá pra usar linux pelo TTY e fazer as aplicações rodarem direto no X, sem o intermédio de um gerenciador de janelas, acho que isso seria o máximo de foco em aplicações que você poderia ter
ou talvez pegar algum wm, deixar sem barras e usar só algum lançador de aplicações como o rofi…

2 curtidas

Pessoal, infelizmente não deu certo, se alguém souber me passar os comandos ou um guia pra instalar, seria uma boa ajuda.

Huuum interessante esse modo!

Sabe como fazer? Fiquei interessado

Definitivamente o Gentoo não é uma distro para hoppers…

1 curtida