Fly-Pie inova o jeito que você abre os seus apps

Quem é um “pouquinho” mais velho no mundo Linux, já deve ter visto ou ouvido falar do GNOME Pie, que tinha como proposta, a possibilidade de você abrir os seus programas em forma de “radial” e que funciona com o Compiz.

Por incrível que pareça o desenvolvedor que trabalhava no GNOME Pie, Simon Schneegans, também está “botando a mão na massa” nessa nova ferramenta.

No GNOME Pie seguia a tendência do menu de pizza ou torta, que fora inventada por Gordon Kurtenbach e William Buxton em 1994. Com isso tinha algumas limitações segundo Simon, que era o suporte para hierarquias de menu.

Já o Fly-Pie usa um modo um tanto quanto diferente, o marking mode ou modo de marcação, onde é permitido a hierarquia de menu podendo assim selecionar rapidamente os itens, desenhando através de gestos para isso.

Muitos podem estar se perguntando o porquê de não ser chamado de GNOME-Pie 2.0, e Simon diz “ No entanto, acho que usar a palavra “Gnome” em um aplicativo que legalmente não tem nada a ver com a Fundação GNOME é confuso e enganoso. Especialmente à luz das discussões recentes no GNOME.”

Vale lembrar que o Fly-Pie é uma extensão do Gnome-Shell e segundo Simon, a mesma por hora só vai funcionar no ambiente GNOME. Também é importante salientar que a mesma está em desenvolvimento e pode conter bugs, instabilidades e afins. Se você quiser contribuir basta instalar a extensão no site Extensions GNOME e reportar no GitHub do projeto. O desenvolvedor lembra que os testes dele foram no Ubuntu 20.04 com o Gnome-Shell 3.36.

O post de lançamento e com mais explicações, você pode conferir aqui.

Nos vemos no próximo post, forte abraço! E confira nosso Feed RSS

4 Curtidas