Elementary OS adicionar suporte experimental para os laptops Pinebook Pro

Quem tem ou teve a chance de pôr as mãos em um laptop da Pine64, o Pinebook Pro, pode em breve usufruir de uma build praticamente exclusiva do elementary OS.

O laptop de baixo (esse de verdade😅) tem chamado a atenção do pessoal da gringa (América do Norte e União Europeia) com o preço baixo (na casa dos US$199) e uma configuração bastante atrativa. Você pode conferir os detalhes técnicos aqui na loja deles.

Mas quando surgiu essa possibilidade do laptop vir com o elementaryOS??? Quem nos explica é o David Hewitt, Desktop Engineer do projeto. Segundo ele em uma postagem no blog do elementary, o pessoal da PINE64 procurou eles para saber se estavam interessados em colocarem o sistema no laptop. Então, como não tinham as unidades para começarem os testes, foram cedidas algumas e assim surgiu essa build.

Uma fala do David sobre como está o status da build no momento, dá uma noção. A fala é:

“Apesar do elementary OS ser uma distribuição com desempenho relativamente bom, a experiência ainda não é tão boa quanto você poderia esperar, dada a capacidade do hardware. Isso se deve ao GTK3, em grande parte, não usar aceleração da GPU, especialmente quando executado no Xorg. Há uma série de ajustes que aplicamos para melhorar um pouco a experiência, embora não haja grandes saltos no desempenho até que possamos mover o conjunto para o Wayland e, ampliando para o GTK4.”

Para ver a postagem completa do David sobre essa “parceria”, você pode conferir aqui.

Ainda segundo o pessoal do elementary OS, essa build ainda não está apta para ser “rodada em produção” e que a base usada é do elementary OS 6. Se você quiser ver o progresso da buil, pode consultar a Wiki no GitHub do elementary.

Nos vemos no próximo post, forte abraço! E confira nosso Feed RSS

5 Curtidas

O Elementary realmente tem seu lugar de destaque entre as distribuições. Eu estava usando super bem, mas comecei a topar com alguns bugs, até bobos, mas que devido a incidência, estavam irritando durante o uso.
Voltei para o Ubuntu Mate, mas quando lançarem a versão 6, eu devo dar uma outra chance para a distro.

2 Curtidas

Cara, eu tava na mesma quando usei o elementary OS. Eu ja tinha ate me acostumado com o tema dele e tals, mas os bugs frequentes no meu notebook hibrido e mais umas coisas me deixaram distante do sistema, torço por ele mas dificilmente voltaria a usar. Hj me sinto muito bem no Ubuntu MATE com a minha hibrida hehe.

1 Curtida

Caramba, eu vejo seu canal do Youtube e agora tô aqui tendo meu comentário respondido por vc, que bacana!

Pois é, o Elementary vacila em coisas bobas, mesmo tendo muito potencial.

Depois de ter testado alguns distros, a Ubuntu Mate foi a que melhor me adaptei, e assim tô eu aqui de novo. Ainda sim, não vejo muita gente falando a respeito dela.

1 Curtida

Heheh TMJ man , estamos aqui pra ajudar :v:t2: :grinning: :v:t2: . Talvez eu faça um vídeo falando do Ubuntu MATE.

2 Curtidas

Usei por um bom tempo, ela é intuitiva, leve e bonita; vale a pena demais usar

1 Curtida

Ahhhh
Faz sim. Acho que é uma distro muito bacana, leve, fácil e que merece ser mais explorada pela galera.
Para meu note que possui uma configuração básica, e para o meu que é basicamente navegação, estudos e trabalho, ela atende super bem.

Eu estava experimentando o Deepin antes de voltar para ela, mas para mim, que curte um visual mais sóbrio, livre para modificar e menos cartunesco, o Ubuntu Mate serve como uma luva.

Vou aguarda. Abraço!

Ubuntu Mate?

1 Curtida

Sim, sim. Achei o MATE muito bom, pena que anda bugada. Espero que resolvam logo isso pra não precisar ajustar na mão

1 Curtida

Eu tô usando sem bugs por aqui, pelo menos eu não tenho identificado.
Qual é o bug que você encontrou por aí?

Quando a ser leve e bonita, realmente vc tem razão.
Eu geralmente customizo bastante a aparência, mas dessa vez eu tô usando ela de um jeito bem raiz mesmo. Tô até usando o Firefox como navegador padrão. Não alterei muita coisa, só questões estéticas e tô usando temas e pacotes de ícones que já vieram na distro. Tô bem minimalista e funcional.

1 Curtida

Só se consertaram já, mas eu testei 3 distros que apresentam o mesmo problema com os menus em português: Ubuntu (que instalei e usei por um bom tempo), Linux Mint (testei em VM) e Manjaro (idem). Todas apresentaram, em algum grau, um erro nos ícones - no caso do Ubuntu, passou a ocorrer na versão 20.04, na 18.04 estava normal. Confere aí o problema e as soluções:

Mais um caso que seria interessante caso fosse vendido no Brasil.

1 Curtida