É melhor não usar o Cpufreq ou não tem problemas em usar?

Eu uso o CPUFreq desde que comecei a usar o Linux, por causa que meu notebook ficava fazendo o maior barulho com o cooler e também não queria gastar tanta energia, ai instalei o CPUFreq e vivo sempre no modo “economia de energia”.

image

Mas vi uma discursão sobre usar ele e que seja ruim para a experiência de usar o sistema, e também ruim pro CPU e o resto do hardware porquê vivem no menor limite possível para economizar energia e tals.

É ruim mesmo ou é só algum mito? Nunca vi falarem sobre

Eu uso pelo motivo de ser chato ficar ouvindo “ZUUUUUUMMM” do cooler o tempo todo e o computador esquentar muito.

Se possível, adicione o link para a discussão original, assim podemos ter um melhor entendimento do cenário.

Nunca ouvi falar sobre problemas por operar dentro dos limites de um determinado hardware. De imediato, o que me ocorre é que um usuário pode tentar forçar valores incompatíveis e com isso gerar todo tipo de problema.

:vulcan_salute:

Dificilmente ele vai te criar problemas, talvez se ele entrar em conflito com outro controle do sistema de economia ou de controle de desempenho. O própio windows tem os planos de energia como economia, equilibrado e alto desempenho e nem por isso gera danos ao notebook.

Só vejo dois problemas aí, um é que se vc mantiver em modo de economia ou equilibrado, pode achar que sua distro é ¨pesada¨ demais, e o outro é se vc mantiver em alto desempenho sempre, seus ouvidos e os ventiladores(fans) podem se cansar mais rapidamente kkk.

Certo, obrigado ai!

Eu infelizmente perdi o site da discursão, mas caso eu ache eu atualizo aqui

Acho que nem isso, pois o CPUFreq não faz nem overclock nem underclock/undervolt (que é o que os fabricantes realmente criticam).

Ele trabalha com as frequências e voltagens indicadas pelo fabricante na placa mãe e no driver, você apenas sugere um intervalo mais estreito (para limitar o calor gerado, ou para ele sempre ficar “de prontidão” para tarefas intensas).

Curioso para ver o contexto da afirmação original.

1 curtida