[Dúvida] Download de dependências em pacotes .deb

Olá, utilizo o Windows no meu computador, mas estou pensando seriamente em trocar para linux (Mint)
e algo que realmente não gostei foi a dependência que o Mint tem da internet.

Eu queria instalar um programa como por exemplo o Wine e simplesmente não consigo entender porque o programa pede pra instalar tantos pacotes juntos com a necessidade
de internet, não era mais fácil somente ter um arquivo .deb para a instalação sem necessitar de internet.

Sou Iniciante então pega leve.

Os pacotes tipo appimage que fazem isso que você procura. Ele contém todos recursos para que seja executado. Fica a indicação desse vídeo do Dio, ou desse aqui.

1 Curtida

Falando de forma básica, um bom motivo para os programas não virem com todas dependências no próprio pacote é por uma questão de tamanho.

Ps: o título do seu tópico é pouco preciso, o que pode dificultar com que outras pessoas entendam a sua dúvida antes de entrar. Eu mesmo imaginei que você se referia à adicção, “vício” no uso de Internet. Um nome melhor poderia ser: “[Dúvida] Download de dependências em pacotes .deb” por exemplo.

1 Curtida

Tecnicamente você pode baixar todas as dependências (pacotes) e guardá-las num pendrive para instalá-las offline, mas realisticamente as pessoas se conectam na internet e instalam todos os programas que elas necessitam. E convenhamos, hoje em dia estamos o tempo todo conectados a internet, salvo quando ela cai ou vamos a um local remoro sem conexão.

Os programas estão divididos em pacotes justamente por questão de tamanho, não faz sentido instalar os extras todo de uma vez. Por exemplo, uso muito o editor de texto Geany, o pacote geany depende essencialmente do pacote geany-common, há outras dependências, mas elas já serão instaladas de qualquer jeito por causa de outros programas. O Geany tem uma série de plugins, mas se não necessito deles, pra que gastar espaço do meu HD (e tempo de download) para instalá-los? É por isso que é conveniente essa divisão em pacotes.

Veja só, o pacote geany depende do pacote libpango, já este pacote libpango é uma dependência do Geany, do LibreOffice, do Deadbeef,do XFCE, do Firefox e de uma série de outros programas; não faria sentido cada um desses programas trazer o libpango em seus “instaladores”.

Quer minha sugestão?

Crie um arquivo de texto simples com os nomes de todos os programas e pacotes que você necessita, para que você possa lembrar de todos eles sempre que você fizer uma nova instalação do Linux. Se você é uma pessoa que pode ficar sem internet em vários momentos, então, quando você instalar o Linux na sua máquina, instale todos os programas que você necessita de uma vez.



A respeito do Wine, assim que você cria um prefixo (um “mini-Windows”) pela primeira vez, ele baixa o Mono e o Gecko, que são respectivamente implementações livres do .NET Framework e Internet Explorer. É preferível baixar o Mono e Gecko através do Wine do que dos repositórios da distribuição (creio que isso não esteja disponível nos repositórios oficiais do *ubuntu/Mint) porque o WIne baixará as versões mais recentes desses componentes.

1 Curtida

Muto obrigado pelas respostas e agora estou atrás de um tutorial para transformar programas em appimage, quem souber ai me ajuda passando um link.

É uma decisão consciente, Linux (e Unix em geral) se aproveita muito do conceito de bibliotecas compartilhadas, sem ser muito técnico quer dizer que essas dependencias não vão necessariamente ser usadas só pelo Wine, se algum outro programa que depender delas for instalado ele vai poder ser linkado dinamicamente com essa biblioteca, diminuindo a quantidade de memoria que precisaria ser utilizada caso ambos trouxessem essas dependencias linkadas estaticamente (ou embutidas no pacote), isso se aplica a todos os softwares que estão rodando no seu PC, instale a dependencia uma vez e só ela basta pra suprir qualquer software que precisar dela.
Windows é diferente pq ele não tem um modelo muito bem definido e quando vc escreve um software pro janelas vc não tem garantia nenhuma de que as dependencias vão estar lá ou que o usuario vai saber resolver, então (quase) tudo é linkado estaticamente pra ficar safe, já no Linux todas as distros tem gerenciadores de pacotes que vão resolver e instalar todas as dependencias necessarias, então devs tem a garantia que que vai estar tudo lá e vão poder se aproveitar dessas bibliotecas, compilando dinamicamente e gerando executaveis menores (ce pode ver que AppImages e Flatpaks são ordens de magnitude maiores que os pacotes que usam dependencias resolvidas).

2 Curtidas

Acho que no tópico abaixo tema resposta para sua pergunta

1 Curtida

Desde que você tenha uma receita é bem simples, só seguir esse link:

Tem 202 receitas completamente funcionais