Doar para a distro em que acredita ou utiliza

Hoje fiz uma pequena doação para a distro que utilizo atualmente, no caso, Linux Mint.

Então, como sugestão, na medida do possível, gostaria que cada usuário/a fizesse o mesmo com a distro que está utilizando.
lm
lm2
Abraços!

9 Curtidas

Ao longo da última década, já fiz várias doações, para várias distros e outros projetos relacionados, acho que a prática deve ser mais incentivada.

Esse lance de recompensas deu uma minada nas doações, eu acho.

1 Curtida

Vish 60 conto pago a licença do ano se fosse pago.

1 Curtida

Mês, sim, mês não eu faço uma doação de 5 dólares para o Mint e já fiz algumas doações para o Q4OS e mensalmente faço doações para outras instituições e iniciativas, como médicos sem fronteias e Diolinux. Acho importante esse tipo de colaboração.

2 Curtidas

estou pensando em fazer algo nesse sentido, intercalar os meses e doar menos, até pq o dólar está bem alto e tende a subir.
Mas, enfim, a ideia é boa.

1 Curtida

Vocês doariam para um projeto ainda pequeno, mas que tem tudo pra ser inovador?

Se eu gostar e acreditar no projeto…

Faço quando posso, pelo meu querido e eterno ubuntu…

1 Curtida

@Guigude Ubuntu já tem a Canonical e grandes players, to falando de projetos que estão pra sair do papel, ou mesmo estão engatinhando, ou ainda empacados por falta de verba.

A intencao eh nobre. Mas a palavra" inovador " pode ser interpretada pelo ponto de vista do observador. Quando se trata de grana, sabemos que o assunto fica dificil pois estanos num pais pobre em grana, cultura e educacao. complicado nao?

1 Curtida

Faço oque posso pelo xfce, enquanto eu respirar esse os não morrera.

1 Curtida

Já doei para o Mint também, porém fiz algo a mais, doei o mesmo valor para o Ubuntu e Debian, afinal 0 Mint não seria o que é hoje sem essas outras distros.

1 Curtida

Pois é… “inovador” teria que soar “revolucionário”, algo como quando o Deepin começou a se popularizar e cativar público. Se for eficiente, atendendo o usuário final de maneira geral e, também sendo algo que seja simples de colocar outras pessoas com menos experiência técnica, que possam executar suas tarefas do dia-a-dia de forma simples e sem ser complexo, sim, apoiaria.
Mas, isso tudo é muito relativo, por exemplo, se uma empresa resolve apoiar e instalar em todo o seu parque, teria avaliar “n” critérios, pesar prós e contras, etc, assim por diante.
Por isso meu apoio ao Linux Mint. Eu testei o Debian, o ubuntu (Xubunto e Lubuntu) até que cheguei no Mint e, sim, esse foi o que tive maior facilidade (mesmo com as similaridades das distros que deram origem) e facilidade para passar explicações para usuários comuns vindos do windows.
Confesso que, se não fosse o Mint, eu utilizaria o Debian, Xubuntu ou, ainda optaria por testar alguma distro derivada do Debian.