Distro preferidas por hackers

ola eu queria saber quais distros Linux são mais utilizadas por hackers?.

1 Curtida

Hannah Montana Linux

8 Curtidas

Nossa, pior que existe o Hannah Montana Linux mesmo kkkkkkkkkkkkkkk

3 Curtidas

Red Star OS

2 Curtidas

ArchLinux com os repositórios BlackArch são muito utilizados para quem pensa em estudar pentester e essas coisas de ataques de hacker :slight_smile:

1 Curtida

O Kali Linux e o Parrot OS são distros linux focadas em pentest, mas dá pra usar qualquer distro, basta apenas instalar os softwares necessários.
Porém dizem que para quem quer aprender sobre pentest, não é recomendado usar distros focadas para isso, e sim estudar sobre o assunto, entender como as coisas funcionam e tals :thinking: :slight_smile:

Caso tenha interesse, assista esse video do Diolinux com o Gabriel Pato

4 Curtidas

Eu escolheria o Arch com os repositórios BlackArch, por ele ser rolling release acho isso uma boa para usar as ferramentas de pentest, mas na prática em qualquer distro dá para usar as ferramentas (e até recomendável instalar e aprender a configurar manualmente)

3 Curtidas

Qual é a diferença do Kali Linux pro Parrot OS?

1 Curtida

Do que ouço parece que o Parrot vem com algumas outras ferramentas (como tor) e é mais atualizado do que o Kali

2 Curtidas

Existe uma pequena diferença entre o que vem a ser um hacker e um pentester. Ocasionalmente, verá usarem o mesmo significado para ambos, porém pentester é algo exclusivo do TI, hacker não. Dito isso, precisamos distinguir a preferência de pentesters e hackers com relação as distribuições Linux. Verá poucos hackers por aí falando disso, na maioria dos casos são pentesters medíocres q se promovem como hackers por ter tido um passado em que realizaram alguns ataques ou invasões. E não importa o método utilizado, o cara desfigurou alguns sites ou fez um malware q ganhou certa fama, pronto, já virou um hacker q com o tempo se tornou “bonzinho” e agora é pentester. Creio que seja + convenientes para sujeitos deste tipo usarem distros com ferramentas já presentes, como Kali, Parrot OS, BlackArch, Pentoo, Wifislax, Samurai Webtesting framework, etc. Agora, se é realmente a preferência de hackers q vc queira saber, saiba q hackers dificilmente se prendem a determinado sistema operacional. Prova disso foi grupos hacktivistas que apoiavam Anonymous iniciaram projetos de algumas distros, uma delas era focada em pentest e a outra em anonimato (ambos os projetos encerrados). Em um vídeo que ensinavam a utilizar armas para atacar “o sistema”, incentivavam o uso de Ubuntu em um live usb, baixando a ferramenta (o HOIC) a partir do gerenciador de pacotes sinápticos, juntamente com o navegador Tor.

2 Curtidas

Isso é realmente verdade :grin:, mas realmente ainda á muito confusão entre as palavras Hacker e Cracker

1 Curtida

Ta oque eu entendi foi, os “hackers” de hoje em dia, aqueles que se dizem “hackers” utilizam os sistemas já construídos para isso, e os hackers da velha guarda, aqueles que tem o conhecimento, eles preferem não se fixar em uma distro .

1 Curtida

É… + ou - isso. Um hacker informático (esqueci de utilizar esta especificação) pode usar uma distro GNU/Linux comum ou fazer sua própria distro, segundo seus interesses. Também pode utilizar Windows, Mac OS, BSD, não há limitações para quem se aprofunda nos conhecimentos de uma determinada área. Obviamente, cada sistema tem suas vantagens e desvantagens (com relação a outros sistemas), mas isso n quer dizer que um hacker use obrigatoriamente um sistema + vantajoso e menos desvantajoso.

2 Curtidas

A definição + atual para hacker é:

  1. Ação: “indivíduo que pode utilizar determinados recursos para funções que não haviam sido estabelecidas para tais recursos.”

Um exemplo disso é um hacker informático utilizar o navegador para realizar um ataque à um site na web (XSS). Sabemos que o navegador não foi projetado para realizar invasões à sites e sim apenas acessar seu domínio e exibir o conteúdo de uma forma gráfica + agradável do que em um terminal (ou não dependendo do layout do site rs).

  1. Teórico: “indivíduos que aprofundam seus conhecimentos em determinada área do conhecimento, sendo capazes de encontrar meios de melhorar determinados recursos, desenvolver meios para explorar determinados recursos, contribuir com uma ou + comunidades que compartilhem os mesmos interesses que o seu, ser capaz de realizar ações online (no caso do hacker informático) sem ser detectado, rastreado ou ter sua localização real encontrada.”

Segundo a definição acima, um cozinheiro pode ser um hacker, um mecânico de carros, uma técnica de telemarketing, uma policial, um jardineiro, um estudante de letras, etc. Cada ocupação humana pode ter indivíduos com habilidades que podem surpreender os demais indivíduos que compartilham sua mesma ocupação.

3 Curtidas

Cara, um “hacker” nem necessariamente se prende a uma distro ou a um SO, o que importa é você ter os conhecimentos pra fazer o que tu quer.
Mas falando especificamente de Linux, tu pode dar uma olhada no Kali Linux e no Parrot OS, na real tu pode transformar qualquer distro em uma distro de “hacker”, mas essas duas por exemplo já vem com vários pacotes de pentest instalados, então já agiliza o processo.
Porém digo e repito, não adianta nada ter um distro com todas as ferramentas necessárias se tu não tem o conhecimento pra usar elas.

3 Curtidas

Recomendo o Kali, estou estudando segurança da informação e usando ele.

1 Curtida