Distro Linux pra notebook fraco

Corrigindo, com o Puppy, houve quem desse jeito:

1 Curtida

Esse legacy é outro o do camarada é o m11w. O touchscreen não funfa …

Tem um cara que instalou Ubuntu no M8W, mas, disse que ficava melhor com o Deepin (versão antiga):


Eu tentaria rodar o Puppy e MX Linux em modo live nele. Se funcionar em live, é porque vai dar certo depois de instalado. Li que o Debian também talvez consiga reconhecer:

Consigo instalar tudo nele pop_os, Ubuntu …

Mas o touchscreen que é o problema … O resto dos drivers funcionam.

Você instalou quais? Dizem que o Fedora com Gnome se sai bem com esses híbridos. Debian e Ubuntu também são boas alternativas.

Descobri que outros modelos da Multilaser utilizam o KeeP-OS, que segundo alguns conhecedores seria uma “refisefuqui” do Debian Wheezy, então acho que valeria à pena tentar instalá-la ou o Debian:


P.S.: nunca ouvi falar dessa distro.

Eu tenho um e uso o Ubuntu 20.04 normalmente.

Só deu problema no touch screen. Mas já resolvi.

2 Curtidas

Resolveu o problema da touch screen ?

Eu penei aqui, mas acabei conseguindo.

1 Curtida

Então tem um relato novo. Instalei e está tudo funcionando.

1 Curtida

O touch screen funciona, sim.

Mas precisa fazer umas gambiarras.

Como vc resolveu o touchscreen dele ???

Seria interessante que você relatasse todo o procedimento se possível, isso pode ajudar pessoas com o mesmo hardware que você.

Bom. Vai ficar bem comprida, essa explicação. Mas vamos lá.

  1. Eu baixei este git (GitHub - onitake/gsl-firmware: Firmware repository for Silead touchscreen controllers)
    Tem um folder chamado ‘tools’ com uma série de ferramentas.

  2. Outro git importante é o GitHub - onitake/gslx680-acpi: ACPI/x86 compatible driver for Silead GSLx680 touchscreens
    Você tem que compilar o driver (tá tudo lá escrito).

  3. E ainda instalei :

# apt install xserver-xorg-input-evdev

  1. Baixei o driver do windows para o mesmo modelo (M11W). Um dos arquivos é o firmware (o nome é SileadTouch.fw). Eu converti com :

# ./tools/unscramble SileadTouch.fw silead.fw

Dependendo de como você vai usar, você tem que copiar este arquivo para um lugar específico.

  1. O firmware é (como o nome deixa claro) da Silead. Existem 2 drivers open-source para este firmware. O silead_ts e o glsx680_ts_acpi. Eu uso o glsx680_ts_acpi. Este firmware que eu gerei, é para o outro formato. então, eu converti para o formato que eu quero com o comando.

# ./tools/fwtool -c silead.fw -m 1680 -w 1920 -h 1270 silead_ts.fw

Os valores dos parâmetros podem ser ajustados. Esses aí me atenderam bem.

  1. Feito isso, movi o firmware pro local certo

# cp silead_ts.fw /lib/firmware/

  1. Ao invés de usar o xinput_calibrator, eu gerei direto o /usr/share/X11/xorg.conf.d/99-calibration.conf. O arquivo ficou :

Section "InputClass"
Identifier "calibration"
MathProduct "Silead GSLx680 Touchscreen"
Option "Calibration" "5 1916 6 1269"
Option "SwapAxes" "0"
Driver "evdev"
EndSection

  1. Não desista. Está quase terminando. Vá para o folder que você compilou o loadable module (lá no passo 2). Só precisar carregar o driver.

# insmod ./gslx680_ts_acpi.ko

Pronto. Enjoy your touch.

PS. Se você tiver dificuldade em achar o driver do windows para o teu modelo, eu posso compartilhar o link do firmware já gerado.

Aí você precisa fazer os passos 2, 3, 6, 7 e 8.

Mais ainda. Posso também compartilhar o 99-calibration.conf

Aí você precisa copiar o arquivo para o folder /usr/share/X11/xorg.conf.d/ e executar os passos 2, 3, 6 e 8.

Me avisa, qualquer coisa.

De todo modo, boa sorte.

2 Curtidas

Provavelmente, o driver que eu compilei funcionaria também no teu (já que é o mesmo modelo).

Então, eu posso compartilhar o driver, o 99-calibration.conf e o firmware.

Você só precisaria copiar para os lugares corretos e carregar o driver com o

# insmod gslx680_ts_acpi.ko

1 Curtida

Provavelmente sua resposta é a mais assertiva da internet. Acredito que servirá para muita gente que tem esse modelo.

1 Curtida

Muitos desses equipamentos têm UEFI de 32 bits, embora os processadores ofereçam suporte a 64 bits. Tenho um Asus T100TAS (processador Atom Z3775) e precisei realizar alguns passos bem simples para conseguir burlar isso e instalar sistemas que só oferecem versões x64: Instalar Ubuntu no notebook asus transformer t100 - Iniciantes - Diolinux Plus.

Estou usando o Ubuntu 20.10 nele atualmente.

1 Curtida

Olha, eu tenho um notebook da marcam SIM da positivo de 10 anos atrás. Qualquer sistema que tenha interface como gnome, KDE, cinammon, etc… Não foram bem nele. O melhor foi instalar o ubuntu-mini.
Ubuntu mini é a ISO semelhante ao arch (que seria uma boa opção também). Desse modo, você consegue escolher “tudo” que vai ter na sua máquina. Utilize um LXDE, LXQT, XFCE, ou até mesmo opte por um Tiling Window Manager, como I3WM, por exemplo, que sem dúvidas conseguirá utilizar seu notebook razoavelmente bem.

Bem que eles poderiam facilitar a vida do usuário, até pensava em comprar um desses notebooks híbridos ultraportáteis semelhantes a um netbook ou a um Chromebook, mas, são tão problemáticos para se fazer alterações que eu até desisto. Parece que o Lenovo 300c é uma das poucas exceções.

1 Curtida

Essa questão da UEFI é proposital. Além de economizarem uns trocadinhos, ainda barram justamente a instalação de outros sistemas operacionais. A Microsoft adora. Não sei se é o caso desse Multilaser mencionado no tópico, mas muitos desses dispositivos são assim.

No mais, como proprietário de um desses dispositivos, te digo para não comprar algo parecido. Ele é como um “pato”: nada, anda e voa, mas não faz qualquer uma das três coisas muito bem. Na forma de notebook, o teclado passa a te incomodar após algum tempo, porque é pequeno e desconfortável (e o touchpad é quase inexistente). Na forma de tablet, ele é tão grande e pesado que você nem vai querer usar, já que fica muito desconfortável (sem chance de assistir a filmes deitado na cama…).

Ele só “brilha” em dois pontos (talvez três, eu diria, no caso do meu). A duração da bateria é absurda, dá para usar algumas horinhas por dia todos os dias e só precisar recarregar após uma semana. Pelo tamanho pequeno, consigo colocá-lo dentro de capas que foram feitas para armazenar agendas e pequenos livros, o que o torna extremamente fácil de carregar junto com outras coisas (eu basicamente não precisava levar mochila para a universidade). Por fim, a tela, apesar de ser 768p (pelo tamanho pequeno, acaba não sendo um problema), é LED IPS e tem uma fidelidade de cores maravilhosa, além de alcançar brilho bem alto (ele deixa meu notebook Asus S46CB, por exemplo, “no chinelo” em termos de tela, é de encher os olhos).

3 Curtidas

Criei um tópico menos confuso, aqui :

E o Capezotte se disponibilizou a fazer um pull request pro repo aqui :

https://plus.diolinux.com.br/t/pull-request-para-multilaser-m11w/28042?u=chimpa_theist

3 Curtidas