Diferenças entre ubuntu e mint

Estou usando ubuntu na virtual box e ja aprendi varios comandos do terminal, mas eu tava pensando em testar o mint por conta da interface ser mais bonita. Tem diferença entre os comandos do terminal do ubuntu em relacao aos comandos do mint ? Existem outras diferenças estruturais importantes ?

1 Curtida

O Mint é construído com base no Ubuntu que, por sua vez, é baseado no Debian. Os pacotes de instalação entre os dois são os mesmos, assim como os comandos.

3 Curtidas

A versão mais conhecida é baseada no Ubuntu, mas também tem o LMDE (Linux Mint Debian Edition), e muda bem pouca coisa, já que o Ubuntu é baseado no Debian.

Além disso o LMDE é mais estável, mas também oferece pacotes “mais desatualizados”, já que manter a estabilidade do sistema é a prioridade principal dessa edição.

E também dá para personalizar o sistema, deixando bonito ou otimizado para o seu uso. Vou reforçar que é bom procurar tutoriais para o Debian para conseguir fazer o que você deseja, da mesma forma que na versão “tradicional” procura tutoriais para o Ubuntu.

Você pode baixar a versão LMDE no site oficial do Linux Mint

1 Curtida

Olá, @gaivs!

Só para detalhar um pouco mais o que já disseram, que está certo, quando uma distro se baseia em outra, significa usar o sistema base como base para outras interfaces e/ou aplicativos. Ou seja, o Kernel, os drivers, as versões das bibliotecas, serão as mesmas, mas a interface e os aplicativos padrões serão diferentes.

O Ubuntu (original) utiliza o Gnome como interface gráfica, e outros programas considerados padrões no ambiente Gnome, como o Nautilus (gerenciador de arquivo), a loja de aplicativo do Gnome, além de um gerenciador de drivers próprio do Ubuntu.

Já o Mint utiliza o Cinnamon como interface, o Nemo como gerenciador de arquivo, e outros aplicativos próprios deles, como um gerenciador de atualizações, gerenciador de fontes de aplicativos, … Além disso, o Mint traz instalado por padrão um Firewall, um programa de Backup, …

Porém, no fim isso tudo se resume as suas necessidades e ao seu gosto. É importante lembrar que comandos básicos do Linux é algo padronizado, e todas as distros, independente até do Kernel usado, são 100% compatíveis com eles (Ex.: ls, cat, rm, mv, cd, echo, … ), inclusive a maioria usa exatamente a mesma implementação deles (O famoso GNU coreutils). As exceções são os comandos de instalação de pacotes e gerência do sistema, pois tem distros que usam programa diferentes para isso (Ex.: Debian/Ubuntu x Fedora).

2 Curtidas