Dessas distros Linux, quais você usaria?

Ordenamos 20 distros Linux numa lista, da mais especial, à mais desnecessária. De cada categoria, escolha uma para chamar de sua!

7 curtidas

Debian
Ubuntu
Mint
Deepin
Bodhi

3 curtidas

Olá, esto adorando esse vídeo. Estou assistindo aos poucos, kkk, mas, vamos para as minhas top distros.
A primeira é o Ubuntu LTS 22.04 (para mim encaixa perfeitamente no meu uso e dia a dia). Digo isso, embora sei dos problemas com alguns SNAPs e espero que a sejam corrigidos agora na 24.04.
Linux Mint, Embora eu não goste do visual e esbarre em algumas coisas que não me agradam muito, a distro é ótima e estável. Inclusive, é a distro que eu indico para novatos sem nem mesmo pensar.
Zorin OS A mesma base do Ubuntu. Não uso, pois dou preferência para o Ubuntu mas, se tivesse que indicar, indicaria especialmente a versão light. (Apresenta um XFCE muito bem polido).
Debian. Gostei e experimentei o Debian 12, porém tive que abandoná-lo por problemas com a detecção de minha impressora L3250 no Wi-fi. (Não detectava a impressora mesmo com tudo configurado, enquanto em outras distros, é tudo ok. Contudo, se não fosse isso estaria usando ele até hoje, bem mais estável e enxuto que o Ubuntu, além de ter mais desempenho.
Quanto ao Big Linux, já o utilizei em alguns momentos, mas, já tive alguns problemas com aplicativos específicos e a personalização da interface que não me agrada. Além disso, tive alguns problemas com aplicativos e com a base Manjaro. Contudo, a distro é muito boa, traz diversas facilidades para o usuário.
Por fim, o Fedora. Utilizei a versão 39 distro muito boa, e fluida, porém, traz recursos muito novos. Além disso, muitas atualizações que precisam que a máquina seja reinicialização semelhantemente ao Windows para serem instaladas. Por fim, tive alguns problemas com o desempenho gráfico em placa de vídeo antiga (NVIDIA).
Finalmente, é isso, pessoal, quero ressaltar aqui que, as opiniões aqui não devem ser levadas como verdade absoluta. Muito do que está aqui se trata, de gosto pessoal e situações vivenciadas em meu dia a dia.
Essas são as minhas top principais distros.
Abraços,

1 curtida

Fedora
Manjaro
EndeavourOS
Ubuntu
Kali (para finalidade especifica)
Nix OS (gostaria muito de usar, mas o tempo que iria gastar com aprendizado da distro + migração o fluxo que tenho hoje no Arch é inviável, lembrando que o problema é apenas o tempo, o aprendizado e pesquisa eu gosto)

1 curtida

Debian
Ubutnu
openSUSE
Red Hat

1 curtida

Fosse uns 5 anos atrás, talvez eu quisesse experimentar algumas dessa lista, especialmente Arch Linux. Mas ultimamente, só o Ubuntu já está sendo suficiente. Cheguei num platô de estabilidade, beleza, utilidade e conforto com essa distro.

Porém… não sei se entra na categoria “Linux”, mas meu sonho mesmo era utilizar o modo Dex da Samsung. Além de mais prático, é suficiente para o meu uso diário. Gosto desse minimalismo de só chegar e conectar o smartphone/tablet a um monitor. Só não faço essa troca ainda, porque tenho interesse em aprender algumas linguagens de programação (no momento estou aprendendo HTML e CSS, então é mais fácil com o notebook).

3 curtidas

Acho que o Arch seria um S+. O Kali Linux é mto bom mas eu não preciso dos recursos dele por isso ele está em C. O Ubuntu só não é A porque não gosto da “forçação de barra” dos snaps.

Sem pestanejar:

  1. openSUSE Tumbleweed (Minha distro do coração) Antes eu usava o Leap, mas como adotei o Gnome há alguns anos… e ele roda melhor que o Windows ‘acredite’ o meu jogo de anos World of Warcraft e Diablo III)
  2. Fedora
  3. Arch Linux
  4. Debian
  5. Pop!_OS

Como o vídeo foi longo eu assisti em 2 etapas, mas me diverti muito… Nota>>> O Yast não é feio não rsrsrs. Tudo que ele o mostra o faz com extrema maestria.

1 curtida
  • Mint
  • MX
  • Tumbleweed
  • BigLinux (ou Regata)
  • Fedora (atomic desktop)

Arch (atual), Debian e openSUSE Tumbleweed.

Considerei importância pra comunidade, nível de suporte e documentação, utilidade final para o usuário e facilidade de uso.
Cheguei a essa conclusão.

Eu particularmente sou adepto a distros baseados em Debian, acho que a únicas que usei diferente dessa base nesses 15 anos de Linux foram a Fedora e OpenSuse.
Vim pro mundo Linux pelo Kurumin, cheguei a ver rapidamente o Conectiva e o Mandrake até chegar no Ubuntu.

Atualmente uso o Linux Mint por comodidade e estabilidade, não tenho mais paciência pra ficar testando distro e formatando o notebook a cada 3 em 3 meses.

Ainda mais quando você trabalha com suporte há tanto tempo que tudo que você quer é ver as coisas funcionando sem dor de cabeça e sem a necessidade de ficar explicando pro usuário final como funciona as coisas ou achar o menu de impressoras.

PS: Senti falta do Linux Lite na avaliação, acho que merecia está na lista mais que o MX-Lixo… (Desculpa fanboys!)

É isso…

1 curtida

Já cruzamos comentários no YouTube, e vou reiterar o que perguntei lá no outro espaço: qual é a grande contribuição do Linux Lite?

O MX Linux você chama de “lixo”, mas, a despeito de seu visual pouco refinado, traz ferramentas úteis como a que faz snapshot em ISO do sistema conforme está pós-instalado e configurado. O MX também traz um bom ferramental para ser usado direto do USB.

O diferencial do Lite, um sistema de que gosto muito, é oferecer um conjunto de ferramentas que facilitam bastante a configuração, a gestão e a manutenção do sistema. Nisso o Lite é muito bom. Mas é o que o MX, o SparkyLinux, o Mint e outras distros também oferecem, e essas ainda vão além…

1.Void,
2.Arch,
3.Debian,
4.Fedora,
5.OpenSUSE