Dá ruim usar ISO antiga do Arch?

Só pra saber se vocês já tiveram problemas por instalar o Arch com uma ISO antiga. Tecnicamente não dá, já que é netinstall, mas vai saber né?

Tu diz instalar pacotes antigas? Creio eu que a única coisa que daria ruim seria os patches de segurança.
Eu não sei como fazer pra baixar por versão no Arch, mas é bom utilizar alguns binários compilados antigamente por questão de compatibilidade com software.

Respondendo mais especificamente: Se tu compilar por tu mesmo, existe uma chance de funcionar.

Não é isso, digo usar uma ISO de 2019 por exemplo. Os pacotes são puxados dos repositórios, então aí não tem erro.

Ao meu conhecer, não vejo problema. Usar uma distro antiga é como usar uma distro nova, só que sem os patches de segurança a quem utiliza e a quem faz tweak.

Acho que se não tiver tido mudanças na formação da equipe de maintainers do Arch, não vai ter problema. E mesmo se tiver, acho que basta fazer atualizar parcialmente (pacman -Sy) o archlinux-keyring no ambiente da ISO para remover os problemas de “assinatura inválida”.

1 Curtida

Quando eu estava instalando e reinstalando o Arch, 7 vezes eu repeti o processo, o live pendrive me pareceu mudar a versão… tava algo com xx6-x-x e nas ultimas vezes foi para xx7-x-x não tenho certeza em afirmar isso mas sei que eu não tinha refeito o live os. Então eu acredito que o Arch atualiza o próprio Live pen drive. Alguém consegue confirmar? Irei fazer umas pesquisas.

No Arch propriamente eu não sei, mas, nas derivadas dele não. Já fiz instalações do ArcoLinux por exemplo com DVDs antigos e bastou atualizar os pacotes durante a própria instalação. Agora, não sei como ficaria se eu fizesse a instalação com a imagem antiga e depois de instalado fizesse uma atualização geral abrupta.

1 Curtida