Curso na Alura de design gráfico para iniciantes. Por onde começar e como montar uma grade produtiva?

Estou iniciando um curso presencial de programação e gostaria de começar a fazer design gráfico paralelamente, já que meu curso presencial é uma vez por semana. Por ser muito falada e elogiada optei pela plataforma Alura para desenvolver meus estudos. Porém, não imagino por onde começar, uma vez que são muitos cursos disponíveis.

Meu intuito com o design é complementar meu conhecimento adquirido com a programação. Por exemplo, se eu for programar para mobile, quero ter uma base de UI e de Layout para promover algo palatável, harmonioso e agradável ao usuário final.

Além disso, tenho vontade de aprender conceitos sobre logotipos, identidade visual, desenho, minimalismo e etc.

Desde já agradeço :wink:

1 curtida

Olá @Hloddoviko_Adalbert tudo bem contigo?

Me parece que você está se confundindo com os “designs”:

  • design gráfico: é focado em criar artes para peças de comunicação que podem ser físicas ou digitais, geralmente utilizando ferramentas de ilustração, desenho ou pintura.
  • design (web, interface, etc): é uma especialização focada em criar interface de usuário (UI) para uma gama vasta de aplicações como sistemas, websites, serviços, etc.

Se seu foco é programação sugiro que foque no design para web e UI, que é onde você aprenderá os métodos e ferramentas para a atividade que você citou.

:vulcan_salute:

1 curtida

Olá!
Antes de tudo sugiro começar pelo começo.
Dentre as diversidades do Design e suas áreas disciplinares, busque cursos ou livros que também tenham embasamento em Design além de ferramentas.
Teoria do Design
Gestalt
Semiótica
Metodologia projetual

E ai sim partir com os tópicos de especialização. Tudo indica você deseja Design Visual de Interface - UI e, um trabalho mais completo vai demandar você ter entendimento para dialogar com outros especialistas com o de UX por exemplo e ainda dar report a líder de projeto etc.
Falo isso porque investir na base da disciplina vai te levar mais longe em termos de diferenciação.
E ter esse embasamento da “Comunicação de Projeto”, falar Design, vai impulsionar seu processo criativo além de aumentar a assertividade.

É triste quando em uma reunião um designer não consegue justificar intervenções plausíveis em um projeto que não seja o “está mais clean, mais responsivo”. E você pergunta:
Baseado em? Com teste de usabilidades feito com? Com quais métricas?..

Isso é só uma ilustração, mas baseada em fato reais, rs.
Só saliento sobre essa base essencial.

3 curtidas