Compartilhamento Multimídia para SmarTV no KDE

Olá companheiros pinguins…

Dei uma pesquisada no fórum com vários termos que eu consegui pensar e não achei então resolvi criar o tópico, mas se já tiver uma solução por aqui podem me apontar por favor…

Eu sempre uso no Gnome (no Ubuntu ou Fedora sempre funciona tranquilo, outras as vezes dá alguma falha) aquela opção que já vem nativa de compartilhamento de multimídia, que permite que eu veja o conteúdo das minhas pastas de vídeo na TV e assista às coisas sem precisar colocar em um pendrive e plugar na TV.
Mas, nas distros com outros ambientes gráficos (mais especificamente, nesse caso, no KDE Plasma) eu não vejo essa opção nas configurações nativas.

No caso do KDE especificamente, existe alguma opção ou até algum módulo do próprio KDE, que faça esse compartilhamento de mídia?
Se não existe nada específico do KDE, o que teria de mais “simples” para instalar em qualquer ambiente, que seja tipo o que tem no Ubuntu que é só ativar e ele compartilhar meus vídeos e fotos? (se tiver mas for meio complexo de instalar, ou precisa de alguma configuração manual, podem me deixar também alguma instrução ou link com solução de alguém?

Muito obrigado comunidade do pinguim!

Olá :call_me_hand:

Dentro do KDE não sei te dizer.

Eu usei por um bom tempo o Emby, um servidor de mídia.

Particularmente usei o pacote disponível no Flathub.

Para minha TV, que é LG, ele possui um app oficial, então, depois de configurado, é só entrar com seu IP, usuário e senha que você terá acesso a uma interface bem amigável.

Eu não sei bem quanto a fotos (não me recordo pois não usei, mas acho que consegue organizar), mas quanto a vídeos você com certeza irá conseguir acessar.

Caso sua TV não tenha app oficial, você pode acessar via DLNA (você precisa ativar tal opção, se não me engano) que daí ele começará a “rotear”, então você acessa as opções de mídia da sua TV que irá aparecer seu servidor.

Enfim, dá uma olhada, e depois retorna aqui se tiver alguma dúvida :wink:

Acho que o Rygel é o servidor de DLNA que você está buscando.

Amigo, há várias opções, como já citado acima. Independentemente da solução, recomendo instalar via Docker que, por funcionar localmente pela Web, funciona em qualquer distro/navegador do cliente, além de ser imutável e, em tese, “à prova de erros” na instalação.

Uso o Jellyfin, que é código aberto e gratuito e o app está disponível para minha TV.

Muitos falam do Plex, mas algumas condutas um pouco predatórias da equipe me deixaram com pé atrás e acho difícil recomendar, principalmente a longo prazo.

Não sei seu conhecimento em relação a Docker, deixo alguns links interessantes que possam te ajudar, independentemente do nível:

Boa sorte!

1 curtida

Eu ia citar o Jellyfin, até o testei e tals, e é um pouquinho menos out-of-the-box que o Emby, mas se bem configurado fica tão bom quanto. Mas, no meu caso, não tem app para TV, daí não compensou usar.

1 curtida

Boa noite! Nativo do KDE eu não conheço, mas uso aqui o GNOME Network Displays.
Deve ser o mesmo app que você usa nativamente no Gnome.
O comando para instalar via flatpak é: flatpak install org.gnome.NetworkDisplays

Para utilizar, depois de instalado, é só procurar por Gnome no menu do KDE, vai aparecer o app “Gnome Tela via Rede”. O restante é bem intuitivo.
Para sair o som na TV você precisa trocar a saída padrão no painel de configurações do sistema.



.

Desculpem a demora em responder, eu só tenho esse desktop de casa disponível a noite. (vida de pai de autista e celíaco rs), então agora que estou lendo tudo.

Agradeço pelas dicas galera. Eu não entendi muito bem o que o @kevinlucasilva e o @ian queriam dizer exatamente com “ter o app na TV” porque tanto na TV do quarto quanto na da sala, quando eu uso esse compartilhamento de mídia nativo do Gnome, eles simplesmente aparecem como opção de entrada de mídia igual um pendrive. Não é um app específico.
Não lembro se foi esse Jellyfin ou outro que eu tentei usar no passado, que fizeram parecido com o que eu falei e mostraram a entrada de mídia lá na TV, mas não consegui configurar pra dar acesso aos arquivos, só consegui de um jeito que eu precisava selecionar um por um a mídia que queria compartilhar.

Mas o que eu estava imaginando era algo como o MiniDLNA, que se funcionasse bem, eu usaria ele, mas eu canso de configurar as pastas e eles nunca apontam pra elas. Só mostra a entrada de mídia na TV e tudo em branco…

Mas eu ainda estou testando umas distros desde que troquei de placa, de vídeo. Qualquer coisa corro lá pro POP OS.

Faz tempo que não me atualizo nessas tecnologias de compartilhamento, mas salvo engano a funcionalidade que existe no Gnome é oferecida por um aplicativo chamado Rygel.

Você pode instalar esse aplicativo e usá-lo no KDE também, porém não estará integrado às configurações do KDE. Ou seja, provavelmente você terá que usar o comando “rygel-preferences” pra configurar o aplicativo e garantir que ele inicie automaticamente ao inicializar o KDE.

Veja essa página no site do Gnome, ela indica que o Rygel é o aplicativo por trás dessa experiência que você relatou:
https://help.gnome.org/users/gnome-help/stable/sharing-media.html.en

Mais informações disponíveis em:
https://wiki.archlinux.org/title/Rygel

2 curtidas

Entendi! Eu particularmente não conheço o Emby. Às vezes é bem melhor essa perspectiva OOTB mesmo.

Eu penso o seguinte: existem mil maneiras de se quebrar uma parede, você pode ir com sua cabeça ou pode ir com uma marreta. A marreta vai te dar menos dor de cabeça, literalmente: o problema é não saber que a marreta existe kkkkkk

1 curtida

Entendi. Deixa eu ver se consigo explicar.

Em síntese é o seguinte: você hospeda na sua máquina o servidor local do Jellyfin e consegue acessar ele tanto via web (localhost:xxxx) quando pelo aplicativo cliente (no Smartphone ou na televisão, por exemplo).

Entendo sua perspectiva sobre o DLNA e a praticidade de usar o software nativo da TV. O Jellyfin possui outras funcionalidades e eu particularmente acho o DLNA com encaminhamento de UPnP muito temeroso no quesito segurança e prefiro me afastar dos dois, se possível.

Todavia, o Jellyfin tem essa funcionalidade atrelada a um plugin, dentro do próprio painel do software:

Mas, como disse acima em resposta ao kevinlucas, existem mil maneira de se quebrar uma parede, espero que encontre uma que não te dê dor de cabeça.

Abraço.

Valeu Rodrigo, era exatamente isso que eu precisava.
Eu sou mais um usuário que sabe fuçar um pouco mais do que um expert, então as vezes eu não sei exatamente o termo correto ou onde procurar. E por não achar nada com os termos que procurei aqui senti que tinham altas chances de ser por um desconhecimento meu mesmo. Como o @ian comentou, foi meio que eu quebrando a parede com a cabeça porque não sabia da marreta. hehehe

Eu estava com o BigLinux até ontem a noite e não me adaptei muito bem à atualização que eles fizeram pro KDE 6, que eu achei ótimo mas meu hardware é de 15 anos atrás, algumas coisas ainda estão meio “zoadas”, na falta de melhor termo, com o meu hardware. Resolvi que nesse fim-de-semana vou colocar o Kubuntu 24 que ainda está com o KDE 5 até eu testar tudo que preciso.
Mas eu testei ontem novamente o MiniDLNA e magicamente tudo funcionou exatamente como deveria, mas o biglinux tem muita coisa que facilita essas coisas. Quando eu migrar pro Kubuntu, se o minidlna não funcionar, ai vou correr atrás do Rygel.

Mas sobre a sua explanação @ian , eu entendo o seu ponto sobre questões de segurança e etc, e meu problema não é a complexidade pra instalar ou configurar esses serviços, não me importo de estudar um pouco pra fazer um negócio que vai ficar bacana, seguro, etc. Mas eu sempre olho a praticidade de quem usa na outra ponta, e esse formato “simples” é como todos em casa tem facilidade de utilizar, sem precisar de apps terceiros. E como isso está limitado a minha rede interna de casa, eu não estou muito preocupado com segurança pois já tenho minhas proteções de outras formas até por já utilizar tanto esse serviço do Ubuntu quando acessos remotos no trabalho etc.
As soluções com mais opções são bem interessantes, apps com interface bonita e mais opções… mas meu filho e minha esposa só querem ver as fotos que compartilhamos no descanso de tela das TVs, ou ver os vídeos baixados sem precisar carregar num pendrive…

1 curtida

O Jellyfin é um fork open source do Emby, por isso em algumas coisas são parecidos, como a interface.

A diferença fica para algumas funcionalidades que são pagas, como IPTV.

Que bom que @Rodrigo_Zimmermann1 achou o que você precisava, se possível marque a resposta dele como “solução”.

1 curtida

Sim, resolveu, eu cheguei a olhar o Rygel e vi que no KDE (pela documentação, seriam todos os ambientes “não gnome”) ele tem uma configuração pra só ativar na inicialização e não tem a interface vinculada às configurações do sistema, mas nem precisa porque até no Gnome eu só ia lá e ativava e depois nunca mais mexia. Testei e funcionou, mas eu ainda vou formatar e colocar o Kubuntu 24 no fim-de-semana, ai vou ver o que fica melhor, ele ou o miniDLNA (que as vezes não funciona).

Esqueci da caixa pra marcar como solução, marquei agora. Valeu!

1 curtida

Este tópico foi fechado automaticamente 3 dias depois da última resposta. Novas respostas não são mais permitidas.