Como resetar a posição original dos aplicativos no GNOME 3.38 (Ubuntu 20.10)?

Olá pessoal,
atualizei, em meu desktop, o Ubuntu 20.04.1 LTS para 20.10. Já estou arrependido. Acontece que o menu de aplicativos passou a mostrar três linhas, ao invés das quatro usuais. Resolvi também organizar meus aplicativos em pastas, mas acabou não sendo interessante para meu workflow. Aí resolvi desfazer as pastas e ficou tudo uma bagunça. Há algum modo de restaurar a posição dos aplicativos para o padrão (ordem alfabética)? E como configurar para ter quatro linhas ao invés de três? Tentei o comando gsettings reset org.gnome.shell app-picker-layout, mas ele não faz nada. Segue print do “problema”:

Detesto olhar para o desktop desse jeito. Agradeço muitíssimo a quem souber resolver.

Atualização: precisei resetar o GNOME inteiro (dconf reset -f /org/gnome/) para reorganizar os aplicativos. Saco. Mas o problema das linhas permanece. Creio que a extensão “More columns in applications view”, que eu utilizava e deixou de ser compatível com a versão 3.38 do GNOME, possa ser responsável pelo bug (provavelmente devido ao número limite de aplicativos, que possivelmente foi restaurado). Já desinstalei a extensão, mas não sei resolver isso.

Vamos lá!! Vocẽ está utilizando um monitor ultra-wide, as novas alterações do gnome-shell são colocadas de acordo com o tipo de monitor e rotação tanto vertical como horizontal(compatibilidade com dispositívos móveis) isso foi explicado no gnome-shell & mutter blog, em casos de monitor wide aumentam as colunas e diminuem as linhas, o padrão para todos os casos é possuir 24 ícones em todas disposições.
Ex: App grid resetado e disposição de ícones em um monitor full-hd.

E para resetar o grid bastaria resetar a chave.

gsettings reset org.gnome.shell app-picker-layout

Não teria a necessidade de resetar todas suas configurações, a organização do app-grid está sendo melhorada para atender a demanda dos usuários do gnome-shell, as discussões e merge requests existem, basta participar e dar a sua opinião :wink:

Amplexos, tenha uma boa noite!

3 Curtidas

Obrigado pela informação. Não sabia que havia sido alterado dessa forma. Detestei a disposição no monitor ultrawide. Eu gosto de mais colunas, mas preferia que as quatro linhas estivessem lá. Espero que logo alguma extensão seja lançada para consertar isso.

Eu até havia pensado nessa possibilidade, mas descartei porque meu tablet/netbook híbrido (Asus T100TA), com resolução 1366x768p (16:9) ficou do mesmo jeito do desktop, mesmo com a tela na horizontal. Será que era para ser assim mesmo ou há algum bug no caso desse equipamento? No meu notebook, também com essa resolução, aparece da forma tradicional (com as 4 linhas).

Em teoria não precisaria, mas esse comando foi a primeira coisa que eu tentei, repetidas vezes, encerrando a sessão e voltando, reiniciando e voltando… Não funcionou. Não surtiu qualquer efeito.

É complicado e não vou entrar no assunto, mas pode ser um esquema que já foi invalidado que ainda está sendo utilizado no seu shell, quando essas alterações estavam sendo feitas o esquema era app-grid-layout, as coisas mudam.
Quanto as disposições 1920x1080 e 1366x768 na horizontal possuem a mesma disposição 16:9, por isso indiquei o blog de desenvolvimento.

Captura de tela de 2020-10-24 19-51-56

Se você tiver problemas na posição retrato, daí sugiro que abra um bug no gitlab, muitas dessas mudanças são discutidas com os usuários antes de serem implementadas, eu testo muitas MR quando vejo que são mudanças interessantes, infelizmente nem todos estão dispostos a isso.

Sim, sei disso. Meu desktop é 2560x1080p (21:9) e foi corretamente identificado como ultrawide (por mais que eu tenha detestado, agora sei que não é bug). Meu notebook é 1366x768p (16:9), e ficou conforme o esperado:

Mas meu tablet/netbook também é 1366x768p (16:9) e fica do mesmo jeito que o monitor ultrawide:

E acabei de notar que a rotação da tela não está funcionando após a atualização, com ou sem o dock do teclado. O sensor parece não estar sendo detectado. Ou seja, pode realmente ter algum problema ali.

Talvez os ícones não se reorganizem também e por isso fique dessa forma sempre nesse tipo de equipamento, prevendo a rotação. Não sei.

Eu nem poderia te dizer se é um bug, para saber se realmente é um bug tu teria que testar isso com o gnome-shell original.

1 Curtida

Você diz com um sistema mais limpo, como o Fedora? Posso fazer esse teste em modo Live. Por sinal, o Fedora é uma das distros que consigo rodar (ou instalar) com facilidade nele.

Para rodar o Ubuntu tive que fazer uma gambiarra, porque esse equipamento tem um processador com suporte a x64, mas a UEFI é x86: Instalar Ubuntu no notebook asus transformer t100

Algumas coisas nem funcionam, como a câmera. E o sensor de rotação pifou no upgrade para 20.10. Então não me surpreende se houver algum bug, pois esse equipamento nem deveria rodar o Ubuntu a princípio.

1 Curtida

Acho que se você puder testar com uma live do fedora 33 iria ser interessaante pois ele por padrão roda direto no wayland e tem a versão mais recente do gnome-shell que é desenvolvido pensando no wayland.
Depois posta o resultado aqui caso possível.

Tenha uma boa tarde!

1 Curtida