Client Side Decorations no Konsole?

3 Curtidas

o Kwin tem suporte a CSD desde que a versão Wayland dele passou a existir.

Antes o problema era com o GTK_FRAME_EXTENTS, que é uma extensão do proprietária do GTK que descreve as decorações via cliente.

Depois do Wayland, a reimplementação do protocolo xdg-shell permitiu a geração de decorações no lado do cliente.

Sim mas esse tópico não é sobre o KWin dar suporte a CSDs dos apps GTK mas sim eu tentar imitar um CSD usando o Konsole.

1 Curtida

Eu não sabia que o vídeo era seu.
Eu vi o vídeo dentro do iframe daqui.

Também não estava claro isso, já que o título do vídeo é uma interrogação “CSD on Konsole???”

Aqui eu desativo as decorações.
Não gosto de CSD, sou mais do SSD, mas tbm sou fã dos atalhos e opto por não ter nenhuma decoração.

Mas dentro do proposto pelo vídeo, é possível fazer o mesmo com todos os outros softwares KDE praticamente, já que quase todos permitem a personalização da barra de ferramentas e incluem o botão de fechar nas opções…

Você era o escolhido. Foi dito que você ia destruir o GNOME, não se juntar a ele!

1 Curtida

De boa. xD

Bem, para quem está habituado com o ambiente KDE Plasma, sabe que não existe CSD em canto algum. Somente apps GTK com headerbars que possuem CSD. E existe um motivo para isso. O Nate Graham já até postou um artigo sobre isso mas não encontrei o link. Fico devendo essa.

Mas pelo menos a equipe do KDE está fazendo um ótimo trabalho com o tema Breeze GTK. Os programas em GTK com Headerbars nunca pareceram tão integrados no sistema. Foi-se a era quando eles pareciam uns alienígenas no Plasma.

Bem, eu creio que o uso inteligente de CSD, de forma que fique intuitivo e prático, é mais importante do que usar CSD e Headerbars em todo lugar. Quando cheguei a conversar sobre CSDs e Headerbars, sempre veio o mesmo argumento de que Apps com Headerbars deixam praticamente nenhum espaço para mover a janela. Outros até mencionam os terríveis CSDs de antigamente, como as skins do Windows Media Player que eram horrorosas e não se misturavam bem com o layout e estilo do desktop. Embora eu concorde com esses argumentos até certo ponto, eu ainda penso que o uso inteligente de Headerbars não compromete o visual, nem atrapalham o manuseio das janelas.

Lembro que um dos argumentos do Nate Graham para não usar Headerbars no KDE Plasma, é pela forma que o Gnome usa. As ferramentas na headerbar ocupam um espaço desnecessário e grande parte delas vão parar no Hamburger Menu, o que não é tão intuitivo se comparado com o Mac OS, por exemplo, que usa headerbars mas tem o luxo de ter um menu global no topo (Que é o único motivo de eu ter feito isso. Eu prefiro menu global no topo ao invés de appmenu em cada janela).

Ênfase em quase todos. Alguns que deveriam ter o botão de fechar, como o Dolphin poderia ter, não possue. Já o Konsole tem dois, o de fechar a janela e o de fechar a sessão. Aqui foi o de fechar sessão mas eu também poderia ter usado o de fechar janela. Agora sobre quais outros apps fazem isso, eu não fui bem atrás. Foi só algo que eu tive vontade de fazer e gravar um vídeo.

Tenho quase certeza que a profecia na verdade era sobre trazer equilíbro para força, não para destruir um dos lados xD

2 Curtidas

Sim, acompanho o blog do Nate, assim como os outros devs.
Sou um feliz usuário não só do Plasma, mas de uma ampla gama de softwares do projeto KDE justamente pela maturidade do pessoal…

Se um dia for resolvido que o CSD será padrão, tenho certeza que farão de uma forma interessante e profissional, tal como fizeram noutros softwares em outras ocasiões, sendo o Dolphin o exemplo mais recente na implementação mais recente da barra de ferramentas…

Sobre o Dolphin, quase houve uma briga para adicionar uma opção ao Dolphin de tirar o URL Navigation do toolbar para quem quer aproveitar o espaço da toolbar para colocar outras opções. No fim o URL Navigation ficou no toolbar por padrão mas se remover de lá, o antigo volta a aparecer. Eu ainda quero que tenha uma opção de jogar a URL Navigation para baixo da janela que nem o Dfilemanager e o Finder mas acho que esse vai ficar só como sonho mesmo

1 Curtida

Eu particularmente gosto da URL onde está, mas curti a implementação nova…

Seria, de fato, interessante poder jogá-la pra baixo…

1 Curtida

Eu gosto da barra de URL no topo, com a implementação antiga, pois uso o meu Dolphin dessa forma:

A navegação na barra de ferramentas quebraria minha personalização…
E se houvesse uma forma de jogá-la pra baixo, principalmente se fosse possível fazer com abas entre a barra de navegação e a barra de pesquisa, seria ótimo também.

Mas já vi o código do Dolphin, não seria difícil fazer essa implementação, o ruim é só ter que prender o pacote para um upgrade não desfazer tudo, ou fazer um fork…

lembro que no passado eu fiz uma implementação pequena para adicionar ao SplitView suporte ao Thunar, na época do XFCE 4.10… E tive que fazer um fork, se não, o upgrade destruía a minha implementação…

Na época foi um código simples, com menos de 300 linhas…
Dolphin é c++, acredito que uma implementação dessas requereria muito mais código…

Gosto do Dolphin assim, simples, minimalista…

Além de curtir bastante as funcionalidades do Dolphin (terminal embutido, SplitView com abas), gosto das opções de personalização.

Pois é. Mas se no futuro for possível, é criar um branch, fazer a modificação e abrir um pull request. Para a galera que usa o Dolphin no modo padrão, nem vai sentir a diferença. Mas para quem quer a opção de jogar a URL para baixo, isso seria bem interessante.

Agora voltando para o Konsole, isso foi interessante de se fazer por causa da recente adição do toolbar para o mesmo. Isso permitiu colocar como botão, as opções de nova aba e split view, opções essas que anteriormente estavam no menubar de forma não tão acessível e até de certa forma desconhecidas. Mas agora que dá para deixar mais acessível pelo toolbar, por quê não?

Mas aí entra o chato chamado eu mesmo. Eu gosto do Konsole como uma janela pequena e sem muita coisa no meio. Uma toolbar e uma titlebar acima acaba usando um espaço meio desnecessário. Como só seria para os botões de nova aba e split view, opcionalmente adicionando o Find (que é exatamente a mesma coisa do Ctrl+F do Google Chrome), agora o Konsole tem alguns dos principais diferenciais sempre visíveis e sem atrapalhar a usabilidade ou o visual. Tipo… diga para mim que aqui vai atrapalhar a mover a janela ou dar fogo a lenha de qualquer outro argumento que deram contra Headerbars e CSD:

No meu caso, como tenho o menu global no topo, a conveniência para todas as outras ferramentas é mantida, sem ter que colocar tudo em um hamburger menu. É um bom uso. Agora tire o menu global do topo e ele vai tropeçar nos argumentos sobre ferramentas.

Acho que por esse mesmo motivo que Headerbar funciona melhor no Mac do que no Gnome. E o Mac OS Big Sur está chegando aí com UX revitalizada para unificar com iPadOS mas sem abandonar a usabilidade dos Mac OS anteriores. Uso inteligente. Aprenda isso, Gnome. Não tire as menubars.

Aliás eu nem parei no Konsole. Aqui está meu Firefox:


Headerbars e Menu Global

1 Curtida

Meu konsole não tem nada!
Ocultei tudo, da barra de rolagem, menus e qualquer outra coisa. kkkk

E minha área de trabalho não tem nada!
oculto tudo.

Meu painel fica no topo e é auto-ocultável e tem apenas 22px de altura.
Gosto do menu global, mas não uso, pois sou adepto do krunner e pus o atalho “super” nele, e uso com a implementação pythonica do HUD, então nem sinto falta de menu algum…