📢 BigGnome Beta1 - Primeiro Lançamento Agora Disponível para o Público!

:loudspeaker: BigGnome Beta1 - Primeiro Lançamento Agora Disponível para o Público!

Estamos emocionados em anunciar o lançamento oficial do BigGnome Beta1, um projeto que representa mais de 1 ano de dedicado desenvolvimento pela incrível comunidade do BigLinux. Este é um marco significativo em nossa jornada, e queremos que todos vocês façam parte dessa empolgante novidade!

:arrow_down: BAIXE AQUI: https://community.biglinux.com.br/

:arrow_up: Façam o download agora e explorem todas as funcionalidades incríveis que a BigCommunity contribuiu para criar!

:bell: Lembre-se, não sou suporte técnico e não ofereço suporte. Por favor, evitem mensagens privadas para resolver problemas. Compartilhem suas dúvidas aqui no grupo ou no fórum do BigLinux (https://forum.biglinux.com.br/d/3745-big-gnome-iso), onde outros usuários podem se beneficiar das respostas.

:gear: Se encontrar algum problema:

  1. Identifique a causa do problema de forma técnica. Forneça detalhes para uma melhor compreensão;
  2. Tente resolver por conta prĂłpria, economizando tempo para todos;
  3. Se não conseguir, peça ajuda aqui no grupo que alguém irá lhe auxiliar;
  4. Erros também podem ser reportados para: @narayansilva, @rruscher @eltonff @LuskaEdivinskyM

:email: Lembre-se: o caminho para a melhoria Ă© estudar mais e reclamar menos.

:heart: A BigCommunity desempenhou um papel crucial no desenvolvimento do BigGnome, demonstrando o poder da colaboração. Agradecemos a todos que contribuíram para este projeto incrível. Aproveitem ao máximo a experiência com o BigGnome Beta1, e seu feedback é fundamental para aprimorarmos ainda mais. Juntos, construímos o futuro da tecnologia!

Grato
Rafael Ruscher

12 curtidas

Sou do time que prefere o Gnome do que o KDE.

E por conta disso, eu vou testar! :wink:

2 curtidas

Sou do time contrário, KDE é vida…

Quanto vi no Instagram me animei pensando ser o beta com o Plasma6 no Big Linux.

1 curtida

Eu gosto do KDE.

Acho uma interface gráfica disruptiva, avançada e tecnológica.

SĂł que o gnome conversa melhor com a minha maneira de interagir com o sistema.

O minimalismo do Gnome me ajuda na praticidade.

Mas na boa, essa novidade do Big, É UMA BIG NOVIDADE!!!

Segue o print da minha visĂŁo de praticidade e minimalismo.

o que eu preciso no meu dia a dia está na doc. o resto dos programas são todos online.

2 curtidas

Discordo do nome.

Alfabeticamente falando, se a versĂŁo KDE chama-se Big Linux, a versĂŁo Gnome devia se chamar Big Hinux. :wink:

2 curtidas

Esse é um grande dia. Praticamente todas as distros brasileiras são KDE. O próprio Big, o Regata, BrOS…

Finalmente teremos uma distro BR com Gnome! Mesmo que seja um projeto da comunidade, já é um início. Muito obrigado Ruscher e demais desenvolvedores, vocês são incríveis.

2 curtidas

Esta muito lindo a customização.

OBS: Alguém sabe onde baixa o pacote biglinux-webapps?

2 curtidas

Eu já acho que é um diferencial das distros brasileiras serem com o KDE, onde no mar de distros, temos uma infinidade de projetos em GTK, poucos com foco em Qt.

Mas entendo que é sim uma novidade interessante aos usuários do Gnome, usuários estes que já estão servidos de uma infinidade de opções, diga-se de passagem kk.

3 curtidas

Realmente, não tinha parado para pensar nisso. Como um usuário Gnome, as únicas distros que eu usaria com KDE são as brasileiras, e nem é por causa de serem BR. Tomara que com o SteamOS esse cenário de enfase global no Gnome se equilibre, e certamente as customizações feitas por nossas distros serão referência para futuros projetos. Mesmo preferindo o design e filosofia do Gnome/GTK reconheço que ele possui diversos pontos negativos e estou na expectativa do lançamento do Plasma/Qt 6.

5 curtidas

Uma das críticas as distribuições que entregam o Plasma é não customizar nada, e entregá-las com o Plasma default; se pegarmos as principais distros com o “KDE” não temos sequer um tema de ícones, apenas versões do Breeze com a cor da distro, e o logo da distribuição no menu iniciar… A maioria das distros sequer coloca uma coleção de wallpapers, trazendo somente o pacote que é disponibilizado pelo KDE.

Por isso muita gente gosta das distros brasileiras, por mexerem no Plasma, entregando uma experiência diferente do comum às demais distribuições… Das distros que customizam o KDE, me recordo do KaOS; Kubuntu, OpenSuse e Manjaro entregam praticamente o Plasma padrão, com alguns ajustes e ferramentas das distros. Neon não considero, porque é a distribuição “vanila” digamos assim do projeto KDE, nesta temos o Plasma mais default possível.

No caso o Big Linux, entrega uma experiência muito agradável, para quem é usuário novato, e não quer perder muito tempo em customizar o ambiente desktop.

3 curtidas

Grato
Rafael Ruscher

2 curtidas

Estamos tentando! Essa versão é oficial com a contribuição da Big Community.

Grato
Rafael Ruscher

3 curtidas

Isso Ă© muito interessante:

O Conectiva oferecia várias versões, mas KDE foi o padrão desde 2000.

(Mandrake / Mandriva, também oferecia várias, mas o padrão sempre foi KDE. – O OpenMandriva mantém o KDE como padrão até hoje. – O Mageia e o ROSA mantiveram KDE como padrão até 2016. – O ALT Linux, até 2009).

O Kurumin, que eu sua época foi a distro brasileira mais popular. – Não sei dizer se personalizava seu KDE, ou se mandava o KDE do jeito que vinha, porque na época eu não conhecia outras distros, para comparar.

Mas “personalizar” não é só “mexer na aparência” (cores, ícones, estilos). O Kurumin tinha um “instalador de aplicativos” todo próprio, além de outros 2 ou 3 instaladores de pacotes. Aliás, tinha de tudo (KDE ou não), muitas vezes 2 ou 3 pacotes para cada finalidade. Quando migrei para o Kubuntu, senti um “empobrecimento” radical: organizado, enxuto, pero… “quase vazio”.

Personalizar o KDE faz sentido, afinal é um DE caracteristicamente “personalizável” – e como muitos acham que tem “opções demais”, e que por isso é “complicado” etc., parece natural que seja personalizado por algumas distros, e os usuários usem essas personalizações como um dos motivos para escolher tal ou qual distro.

Várias possíveis personalizações, só percebi porque alguma distro “jogou na minha cara” (rs). Um exemplo: o Menu em cascata, que não sei em qual distro vi pela primeira vez. Outro exemplo: o Mint KDE ativava as “dicas” do Dolphin, exibindo várias características de cada arquivo, inclusive dados Exif, ao passar o mouse por cima. Em 2017, o Manjaro veio com o Icons-only task manager fazendo papel de “lançador”, com alguns aplicativos fixados (pinados) nele, além do Yakuake ativado. E outras coisas menos notadas, como a escolha do Kate ou do KWrite.

Mas há / houve distros brasileiras com outros DEs, como o Linuxfx (Cinnamon), DuZeru (Xfce), Gobo Linux (Awesome, embora KDE em 2008), por exemplo.

3 curtidas

uso os dois e, se pudesse, unia-os! mas, por usar linux no meu desktop, mantenho o kde por ser parecido com o windows e nĂŁo causar sustos no pessoal. kkkkk

3 curtidas

Boa kkkkkk. Já tenho um script aqui que ativa as extensões que deixam o Gnome com o layout do Windows, para caso alguém queira usar o pc

1 curtida

Mas qual o sentido de usar o Linux se vai usar o layout do janela?

Não ter os mesmos bugs. não ter problemas com atualizações, não pagar licença… usar Linux tem muitas vantagens, o layout é o de menos… se o cara tá familiarizado com o janelas porque não usar algo mais parecido? Eu uso o Libreoffice aqui, mas não acho ruim quem usa a interface mais parecida com a suíte office do M$, não deixa de está usando o Libreoffice porque usa um layout diferente.

2 curtidas