Avançando pouco a pouco no Ubuntu Server

Olá, pessoal. Eu sempre gostei de “fuçar” mas nunca me propus a realmente executar um projeto com Linux. Por uma série de eventos, acabou “sobrando” um servidor HP Microserver Proliant. É um AMD Athon II Dual Core (1,5 GHz) com 4GB RAM, 4 baias para HD. O HD principal (com o SO) tem 250GB. Tenho mais 2 HD de 1 TB cada e tenho a 4ª baia que posso colocar mais um HD (tenho um de 350GB). Resolvi botar pra rodar um UBUNTU Server e fazer um servidor de arquivos (SAMBA), NextCloud, media server (talvez)… acho que tá bom, né? Realmente não estou muito preocupado com performance, mas sim em aprender. Claro que, se der certo, eu vou usar!!!

A questão é a seguinte: Como sou iniciante, vou fazendo tudo passo a passo, bem devagar e aprendendo enquanto faço. Acontece que as coisas não dão certo logo na primeira tentativa, então depois que eu faço (e dá errado) eu não sei exatamente como “desfazer” o que eu fiz (muitas vezes é melhor recomeçar do que tentar consertar a burrada… rsrsrs). E o que eu faço? Reinstalo o SO todinho do zero e implemento as coisas que foram dando certo. Só que eu acho que não é a forma mais “elegante” de conduzir a coisa…

Gostaria de saber qual a melhor maneira de resolver isso, ou seja, a cada etapa bem sucedida eu fazer um backup completo para, na próxima etapa mal sucedida, eu conseguir recuperar o sistema no ponto imediatamente anterior ou reinstalo mesmo tudo do zero??

Por exemplo:

Passo 1) Instalação do SO ok - faço um backup
Passo 2) configuração do servidor SSH ok - outro backup
Passo 3) configuração do SAMBA deu erro - restauro o sistema para o passo 2 e refaço a configuração do SAMBA até acertar

e assim por diante…

Agradeço qualquer ajuda!

1 Curtida

@ggentile seja bem-vindo ao Diolinux Plus :wave:t2:

Buscarmos orientações é bem valido concerteza é igual na infância quando estamos na escola ou quando vamos trabalhar para alguém, até mesmo conquistar a habilitação de automóvel. Instrutor/Professor nos ensina mas depois com o tempo adiquirimos nossas próprias habilidades de conduzir procedimentos. Então isso é bem, por assim dizer, pessoal.

Eu sou muito autodidata, “meu professor e meu aluno ao mesmo tempo”. Então quando eu estou confuso eu peço ajuda para o meu professor, eu mesmo… Eu tenho 2 cerebros, o orgânico natural e o artifícial o computador. Eu estudo o Idioma Japonês e variadas coisas sobre o mundo da TI. É confuso isso, mas sendo mais prático. Começo pelo que penso ser mais fácil, lembrando que cada um tem o seu modo de executar o mais fácil.
Analisando o seu relato, eu começaria pelo “deselegante” e ia anotando todas as falhas e pesquisando na Internet, Fóruns, tutoriais, vídeos. Diolinux tem bastante coisa em Português mas também aconselho você estudar o Inglês e sempre mante-lo em dia.

Conforme você vai instalando do 0 formatando e anotando, você vai aprendendo coisas novas até chegar um momento que você não irá mais precisar formatar e sim conseguir resolver “curando o Sistema doente”. Isso vai do tempo, experiências adiquiridas. Mas vá sempre passo a passo, não tenta ir duma vez que não vai dar certo.
Fazer backups é uma prática bem-vinda sempre. Sempre se eduque a fazer backups, pois nunca sabemos oque o futuro nos reservar. Estar preparado é a melhor solução.

Mas esta orientação, um tanto confusa, que te passei funciona comigo, mas cada um tem seu formato de aprender e se adaptar, então com o tempo você chega lá, só não pode parar.

Sucessos!
:pray:t2:

vc não precisa formatar tudo, vc pode só fazer um backup do teu sistema inteiro toda vez que for fazer alguma coisa nova
chega num liveusb, monta o HD que tá com o ubuntu server e faz um tar dele cd /pasta/que/vc/montou && sudo tar cfp ubuntuserverbkp.tar *
vai ser tipo um snapshot manual

se quiser uma coisa mais sensacional ainda, btrfs ta aí pra te ajudar a fazer snapshots

além do mais, será que não é uma boa ideia continuar fazendo isso? errar, “estragar os sucessos anteriores” que vc conseguiu e fazer tudo do 0?

De fato, é muito mais legal… mas minha ideia é: depois de fazer várias vezes uma sequência, tava pensando em “tirar férias” dela… rsrsrs
Mas sim, é legal refazer do zero, principalmente sabendo o que vc tá fazendo…

Eu tbm busco tudo sozinho… quebro a cabeça e não desisto…Pode não ficar da forma mais correta (se é que existe forma mais correta), mas eu chego onde quero…

A língua inglesa, graças a Deus (e a meu pai que me “castigou” com um curso de inglês quando tomei pau na faculdade) não é problema, absolutamente!

Backup é sempre bem vindo, mesmo. mas nunca estamos 100% seguros… Tenho um NAS da Western Digital (que funcionou perfeitamente como backup por mais de 10 anos sem nunca dar problema) que deu pau por conta de 5 ou 6 quedas de energia seguidas em menos de 5 minutos… Não dava tempo de dar shutdown… Tô suando pra recuperar os dados…

Mas é isso aí mesmo! Eu fuço bastante e agora incluí um Raspberry Pi (meio antigão - Modelo B Rev 2 com 512MB RAM) no quebra cabeças… Mesmo sendo uma máquina antiga, talvez eu deixe o servidor de Backup nele, Firewall sei lá… Como sou o único usuário, o sistema não será muito exigido não…

Mas obrigado pelas dicas! Eu vi que estou no caminho certo!

Abraço!

1 Curtida