As novidades de fevereiro do Linux Mint

Confira o post completo no blog: https://diolinux.com.br/linux/linux-mint/linux-mint-novidades-feverero.html

Leaks de memória, sistema inteligente de atualizações e muito mais, novidades que fevereiro trouxe para o Linux Mint.

6 Curtidas

Engraçado a questão sobre atualizações que o Mint prega, que não está errado, mas o Mint usa uma stack bem atrasada em relação ao Gnome (de onde ele fez um fork) e até hoje eles ainda não começaram a migrar as coisas para o Wayland.

3 Curtidas

Bom, eu fiquei curioso pra ver como vai ser o comportamento padrão das atualizações do Mint.

Pelo menos dá pra configurar caso ele desagrade por padrão, e que seja explícito por favor, nada de entrar em 7 janelas pra resolver um problema simples.

2 Curtidas

Espero que resolva mais e mais bugs, da última vez que testei tava meio lento, e também travava do nada😕, aí larguei ele para usar Ubuntu Gnome 20.10. (edit: atualmente tô usando KDE Neon)
Quando chegar a versão 20.2 do Linux Mint, aí eu uso para ver como que está.

Depois de 7 anos usando o Linux Mint com Cinnamon, ontem o abandonei e passei a usar o KDE Neon.
Para mim a interface Cinnamon é muito simples, bobina e customizável, principalmente o menu iniciar (lançador de aplicativos).
Só abandonei o cinnamon pois estava sofrendo com diversos bugs de travamento, o SO reiniciando sozinho e janelas que paravam de responder, os problemas começaram na versão 20 e até agora continua, depois de vários meses aguardando correções eu desisti de esperar.

Embora esteja usando o KDE Neon a apenas 2 dias, eu gostei do sistema e da interface, até o momento só encontrei 3 coisas ruins.
1 - O menu do KDE, eu gosto do menu do Cinnamon com o applet Cinnamenu, queria um igual pro KDE.
2 - Eu gosto de colocar os Wallpaper em slides, tenho uma pasta com mais de 15 mil imagens, o KDE esta com um bug que sempre que entro na opção de configuração de wallpaper ele trava toda a interface por uns 50 segundos, o mesmo ocorre após o login, no cinnamon eu não tinha este problema.
3 - Eu tenho dois monitores, um com alto-falante e outro apenas com a entrada de fone de ouvido, não consegui encontrar uma forma simples de alterar a saída de som entre o auto falante e o fone de ouvido, sempre que preciso mudar eu tenho que entrar em configuração > áudio > Configurar e setar qual deve ser o dispositivo de saída do som, queria poder fazer esta mudança direto em algum applet na barra de tarefas como no cinnamon.

Vou citar 3 coisas que achei melhor no KDE do que no Cinnamon.
1 – A customização nativa, não precisa instalar apps de terceiros como por exemplo o Oomox.
2 – Nativamente é possível configurar um Wallpaper para cada monitor.
3 – O gerenciador de arquivos Dolphin é muito bom, eu diria que o Nemo tem uma nota 9 e o Dolphin 9.5.

2 Curtidas

É realmente um sistema que parece estar buscando a estabilidade, em parte é excelente, mas por outro lado, parece que travou em 2015, esse desktop ‘moderno’ já não é tão moderno, esses aplicativos usam engines gráficas defasadas… sem atualização visual, pouca gente nova se interessará no Mint. O sistema é excelente, mas está ficando velho.

4 Curtidas

Em relação ao Cinnamon não posso opinar afinal uso a versão XFCE do sistema. Já sobre o Mint Updater acho excelente estarem preocupados em os usuários manter os sistema atualizado o, porém ficar notificando mais vezes vai ir pro caminho de ser irritante.

Penso que a melhor opção é ter a atualização automática já ativa por padrão e na tela de boas vindas do sistema deixar bem claro ao usuário que isso está ligado e pode ser desligado ou usado de forma manual a qualquer momento.

2 Curtidas

É fato que a equipe do Linux mint nunca foi forte em design, prova mais simples disso é o site deles. Espero que o SO não siga pelo mesmo caminho de congelar no tempo, isso só afastaria mais novos usuários.

2 Curtidas

Isso é proposital, uma vez que o Mint é uma distro de “entrada”, ou seja: para aqueles que estão vindo do Windows (do Mac já seria o Elementary ou o Deepin).
Teremos mudanças gráficas inovadoras (defina inovador)? Só se o pessoal criar scripts que faça essas mudanças, estilo os Xscripts do Raul para o Xfce, pois se depender do Clement, pode demorar anos, ou mesmo nunca ocorrerem.

Talvez a política deles seja a mesma minha: ao invés de atrair atuais usuários de alguma outra distro, depois se matar para satisfazê-lo, foco em quem ainda não usa e ainda não é exigente nessa questão que vc, eu e muitos outros estamos incomodados.
Pode parecer besteira, mas consegui convencer várias pessoas a darem chance para uma distro Linux, justamente pelo Menu padrão do Cinnamon ser esse daí. Já li e ouvi que se o Menu do w10 fosse esse daí, seria muito melhor.

Bem, quanto às atualizações, me considero um usuário intermediário, ou seja, entende uma ou outra coisa de alguma área de informática, então, eu me preocupo e sei a importância de atualizações, creio que seja por isso que sou diligente com elas.
Diferentemente, usuários básicos/comuns, por não terem esse feeling com a área de informatica, não tem esse mesmo entendimento, o lance é “ligar e usar o aparelho”.

Ótima ideia reforçar o aviso para realizar atualizações!

Eu discordo disso:

De fato, ele tem um visual agradável e boas funções que outro gerenciador que gosto muito que é o Nemo, além de vários plugins interessantes.

Mas, ele peca no lance da busca, pois a indexação que é feita é lenta e “pesa” o sistema, o responsável por fazer isso é o Baloo. Eu tenho sérios problemas para pesquisar pelo Dolphin, quase nunca encontro arquivos fora da Home, principalmente os que são ocultos. A alternativa e “salvação” é o KFind, que parece usar o Krunner, e entrega os resultados rapidamente.

Eu posso estar falando alguma besteira, se puder me corrigir e mostrar como usar para achar os mesmos resultados que encontro com o KFind, eu agradeço.

Realmente a pesquisa do Dolphin deixa a desejar, até agora não consegui descobrir como pesquisar os arquivos por uma extensão em especifico, ex: .iso.

Uma função que gostei e achei bastante útil é a opção de filtrar os item do diretório utilizando o comando Ctrl+I.

Para pesquisar arquivos normalmente eu uso o comando grep, recomendo pesquisar caso não conheça. No KDE tem uma opção para indexar arquivos, acredito que deixa mais ágil a pesquisa (to chutando, não pesquisei para saber como funciona).

3 Curtidas

Então, eu andei procurando e vi num site gringo e encontrei isso: Dolphin File Manager Search Not Work in Desktop Solution Process - SKOTechLearn Tips

Esse lance de indexar arquivos é um problema para mim, fica rodando em segundo um serviço do Baloo que toma o desempenho todo da minha máquina que nem é muito boa, aí eu desativei essas opções. Mas, como falei, uso o KFind, ele acha tudo muito rápido.

Ola, eu sou novato no grupo e apenas conheço Linux desde 2007, quando tive contato com o fênix revolution ( gostei dele na época, mas não me encorajei a continuar), estou atualmente usando o mint 20.1, para tarefas básicas e pra conhecer melhor o sistema, já usei versões anteriores a um tempo atrás e gostei desta tbm, só tive algumas dificuldades usando meu notebook na bateria. Fora isso estou gostando. Pois no windows 10 x64, minha bateria não passava de 30 mim e hoje consegui usá-lo durante mais de 1 hora e ainda tinha carga.
#desabafo.

1 Curtida

Eu também comecei pelo FeniX, 1 ano antes. Trabalhei na empresa e ajudei a encontrar muitos bugs antes do lançamento da Revolution.

1 Curtida

Que bom vc está tendo boa experiência com sistema. :grinning: :clap:

1 Curtida

O problema do KDE Plasma é que os desenvolvedores colocam tantas opções nativas na interface que esquecem de corrigir os bugs, eu uso ele porque gosto demais de opções, sem falar que os programas do KDE são ótimos, não consigo ficar sem Dolphin e Okular, instalar eles em ambiente GTK é complicado, mas como eu falei, de fato o Plasma é bem bugado, isso enche o saco mas fazer o que né, os caras não mudam.

E sobre o menu, eu sinto falta também dos menus que tem pra Gnome e Cinnamon, Arc Menu e Cinnamenu ambos dão uma surra em quaquer menu que tem pro Plasma.

2 Curtidas

É aquela mesma história de sempre, nunca vai existir sistema operacional perfeito😅.

Mas o KDE Neon tá me atendendo muito bem. Não costumo mudar temas, uso Breeze msm.

Quando sair Gnome 40 no Fedora, vou dar uma testada😅.

Concordo plenamente !! E não é só questão de correção de Bugs, mas também de implementar funções nativas que são essenciais para muita gente…

No Mint temos um gerenciador de atualizações que funciona… um formatador de pendrives já nativo… um gerenciador de Kernel… (ainda ontem tive que fazer um downgrade de Kernel em uma das máquinas com o Neon, visto que o Kernel 5.4.0-67-generic fez com que Audio, Placa Wifi-PCI e um teclado deixasse de funcionar… no Mint resolveria simples, já no Neon tive que purgar na unha)

Outra coisa também é ter que instalar o Gnome-System-Tools para poder gerenciar meus usuários e grupos de rede em modo gráfico… enfim, na minha opinião são coisas que deveriam receber uma atenção especial se o intuito do sistema for facilidade/praticidade misto com beleza