Arisblu - o Ubuntu Lumina que virou BSD

Ai, @COERSA, você conhecia essa distro? Achei sem querer aqui, parece legal

3 Curtidas

Sim, sim, conheci o projeto na época em que ele ainda era um flavour do Ubuntu, cheguei a conversar com o desenvolvedor principal dele no Telegram.

1 Curtida

Que diferente. Se você não olhar com atenção no site, até pensa que a página trata de design e não de um sistema operacional.
Acredito que seja a primeira vez que vejo um Linux virar BSD, lembro que o contrário aconteceu com o Project Trident.

2 Curtidas

Pra quem não sabe, um antigo BSD, o PacBSD, evoluiu para o que hoje conhecemos como Arch Linux.

3 Curtidas

Mas que plot twist. Eu quero saber dessa história.

3 Curtidas

Estava esperando que você fosse nos esclarecer essa história. :smile:

É, @COERSA, o especialista em BSD aqui é vc

2 Curtidas

Esse BSD vendia Peck na net…
kkkkk

Então o BSD que vendia Peck evoluiu para o ArcaDeNóe Linux?

kkkk
Não posso saber de tudo né?
Fico no FreeBSD, mas vi que em minha rasa pesquisa, que esse PacBSD é um FreeBSD com o kernel modificado.

1 Curtida

A versão oficial dos fatos é que o PacBSD é uma variação do FreeBSD surgida do ArchBSD, um projeto para criar pacotes dos k*BSD para o Arch Linux.

Ele usava o Pacman como gerenciador de pacotes binários (construindo uma relação com o Ports do BSD mais ou menos parecida com relação entre o Entropy e o Portage no Sabayon).

Mas, conforme o pkg do FreeBSD, que fazia o mesmo papel (complementar os ports com pacotes binários) foi evoluindo, parou de ter sentido manter o PacBSD e o port do Pacman para BSD.


Mas isso pode ter sido uma invenção do governo, e o Ome Tosvaldo de terno usou o neuralizador para esconder que na verdade o Arch Linux roubou a ideia do pacman da comunidade FreeBSD.

3 Curtidas

conspiração!

1 Curtida

Só por isso valeu a solução do tópico

1 Curtida