Alguém já reparou os logins do Battle.net no Linux?

Quando eu estava a ver as configurações na minha conta da Blizzard
Olhei as contas conectadas e deparei com isto:

Para quem não entendeu: SIM!! O cliente da Battle.net detecta que a conta fui no Linux mesmo com o Wine no meio!!

Isso leva a pensar se ela detecta que estamos a jogar no sistema do :penguin: e ela sabe que a brincadeira que fazemos (e não pune por causa disso)

E também outra se a Blizzard sabe que nós jogamos! Então quer dizer as outras empresas tambem sabem que jogamos! Então porque raios os ACs/Empresas de jogos não liberam 1 porta para nós podermos jogar sem problemas mesmo dizendo que não podemos ajudar porque você usa 1 sistema diferente?

Nós queremos jogar não hackear!

DIgam as vossas opiniões do que acham disso!!

5 Curtidas

Custa dinheiro fazer com que um código que não é multiplataforma se tornar multiplataforma.
O jogo MMO Dofus ele tem para plataforma Linux so que quando você vai olhar os executáveis do jogo você percebe que é tudo shell script e .exe bom eles arrumaram uma forma barata de portar o jogo para Linux usando o Wine.

Mas nenhum dos jogos do da Blizzard é nativo do Linux
Nem a Battle.net é nativa
Tudo é jogado com os .EXE da vida e com o Wine

E a blizzard nem se preocupa com Linux

Nem outros jogos que jogamos no Proton pela steam

O que quero dizer se detectam que é Linux
deixem o AC com a porta para o linux mesmo Wine a rodando

O que o @SergioGlorias quis dizer é que se as empresas tem meios para detectar que estamos jogando no Linux, mesmo através do Wine, isso, de alguma forma, tornaria simples o processo de fazer com que os softwares anti-cheats não bloqueassem/banissem quem está jogando no Linux. Acho que ele não está pedindo pra que jogos sejam portados para Linux.

1 Curtida

Isso é exactamente o que eu queria dizer!

Realmente faz sentido o que você está falando, mas acho que não dá pra fazer isso, ao menos não de forma fácil, pois pode facilitar o uso de cheats através do Linux/Wine. Acho que não dá pra simplesmente liberar o Linux assim, talvez se o anti-cheat rodasse no lado do servidor isso fosse mais simples. Pois rodando no cliente depende de eles adaptarem o software anti-cheat ao wine.

Mas também sou leigo nessas questões, estou só especulando.

Mas também pensando nesse modo
Acho mais fácil fazer algo para o Wine/Proton para funcionar do que que fazer 1 port para o linux
Já que é menos dispendioso que fazer o port já que né tem se preocupar com mais coisas no desenvolvimento ao mesmo tempo

Interessante! Faz tempo que não jogo nada da B.Net no Linux, mas nunca tinha percebido isso.
Acho que com a decadência do D3, o fracasso gigantesco do W3 Reforged e as constantes gafes nas BlizzCons, eles não estão em posição de ficarem banindo a galera e arrumando mais confusão. Até porque não faz nenhum sentido banir jogares que só estão tentando jogar, como você bem disse.

A blizzard já deu ban de sem querer no linux antes dessas confusões
Mas depois de cair na midia eles perceberam e retiram o ban de tudo o mundo
Mas ele sempre estiveram OK com o linux

o problema é mesmo quando outras empresas banem os jogadores por jogarem no linux acusando de trapaças/batotas (EA por exemplo)

E da minha opinão (e de algumas outras pessoas) AC só serve para bloquear coisas que não são hacks, porque quando vamos ver o hacker está lá jogando de boa na mesma

Notas
  • Como eu sou de portugal eu chamo trapaças de batotas

Na minha opinião o AC serve para:

  • inibir muitos players a utilizarem hack com medo de serem pegos pelo AC
  • bloquear diversos meios de utilizar hack a medida que são descobertos (similar ao funcionamento do antivirus)

O AC é 100% seguro contra hack? Não, porém sem ele a situação seria muito pior.

Sobre o port/liberação no AC para Linux, vamos ser realista, a empresa visa o maior lucro sobre o menor investimento, portanto enquanto o Linux não ser representativo no desktop, e desta representatividade houver muito interesse em games, Linux não será foco no planejamento de games.

1 Curtida

Eu sei que não temos muito aquela visão de lucro para as empresas
Mas teoricamente isso podia ser compensado com os jogadores que estão no linux comprando o jogo
Mas é aquela visão de não libera o jogo também não pode ter lucrar ou ganhar mais jogadores
Também existem jogos no Mac e as empresas tem aquela dor cabeça para deixar o jogo a funcionar com a apple a complicar (e ai acho que nem é lucro nenhum) e então porque não vem para o linux já que podem seguir as dicas da valve para por tudo em ordem

Linux

  1. Grande parte do usuário Linux inconformado por não poder jogar, possui dual boot com Windows para o mesmo, ou seja, a perca é muito pequena.
  2. A representatividade do Linux no desktop representa hoje 2.87%. Fonte: netmarketshare.com
  3. Além da fatia de mercado ser pequena, existe ainda uma “cultura” a ser quebrada de que estão utilizando Linux por ser gratuito ao invés de utilizar o Windows licenciado.

Mac

  1. Representa 9.75% do mercado de SO para desktop. Fonte: netmarketshare.com
  2. Grande parte das desenvolvedoras de games estão no EUA, o foco principal é o mercado americano, e a fatia de uso do Mac OS no EUA é muito grande.
  3. Diferente do Linux que existe uma infinidade de softwares free e se propaga o uso alternativo de softwares, no Mac OS a uma infinidade de softwares pagos, e dinheiro não é problema para os seus usuários.
  4. O sistema não tem complicação em termos de variedade igual ao Windows. O problema maior é a limitação de hardware de video que impede de ter diversos títulos.

Agora vamos a um exemplo prático que existe dentro do Linux e que foi melhorado somente no ano passado com a vinda do driver 440 ou 435 da nvidia (não lembro bem), que é o caso das placas hibridas (notebooks com intel + nvidia).
Tanto a Nvidia como as distros ignoravam a implementação de driver para placas hibridas, visto que a quantidade de usuários que existia era irrisória para dispor recurso “técnico”.
Foi até comentando em um “Diolinux Friday Show” quando saiu o novo driver com suporte para o mesmo a este respeito.
E mesmo assim ainda não esta disponível para todas as distros, e as que estão depende de implementação de esforços de terceiro, visto que a própria distro não teve o trabalho de se preocupar com estes usuários.

A solução mais viável a longo prazo para usuários Linux é torcer para que Stadia ou/e Geforce Now se tornem o caminho para os games, assim ficaria irrelevante qual SO esta utilizando.

O MarketShare não significa necessáriamente que o jogo vai ter um maior número de venda na plataforma, veja os dados de venda de uma produtora na Steam:

Mesmo com sua “baixa” representatividade nos Desktops, esse jogo vendeu o dobro no Linux comparado ao Mac, mesmo esse tendo em teoria uma base de usuários 3 vezes maior.

Existe também muito uma questão de visão, e até de preconceito eu diria. Não sei, as vezes tenho a impressão ques as produturas, principalmente as grandes tem uma certa má vontade no Linux, mas acho que avanços estão sendo feitos.

1 Curtida

Exato o MarketShare pode significar nada
Que as pessoas podem ser mais ativas num sistema do que outros
Mesmo com a “baixa” representação conseguimos bater com força no Mac

Isso até me leva a relembrar o Folding@Home que usa o poder computacional dos computadores das pessoas que queiram doar o processador para ajudar os cientistas a descodificar as proteínas para conseguirem estudar mais rapidamente elas para descobrirem a cura do cancer, Alzheimer e entre outras (e também o covid agora)

eles também disponibilizam 1 status geral das doações
e incluindo o SO dos doadores


e o Mac também não anda muito amiguinho de doação
e também leva a pensar tem money mas não ajudam muito

Ele podem ganhar em MarketShare ou SO mais usado que o Linux mas a comunidade do Linux é mais forte

2 Curtidas

Como falei sobre o Mac, ele não é um SO para games por ter hardware limitado de video.

Se investissem em placas de video high end, com certeza o sistema seria uma alternativa viável ao Windows.

Viável pra poucos. Se um computador normal deles já custa o equivalente a um pc gamer top, imagina um pc gamer da Apple.

Também vamos observar
O hardware que falamos para Windows
Também serve para o Linux

Não exatamente já que existem ainda aquele problema que é a própria Apple decidir mudar algo que tudo o mundo seguir se não dá problema
Por exemplo o left 4 dead já não consegue rodar no novo Mac porque os 32 bits morreu (que já deu morte de alguns jogos no Mac)

E eu tive que ensinar a dar reembolso por causa disso
E agora só a Apple quer fazer isso

Exatamente se já é caro agora maior potência vai dar cabo de tudo

E isso ainda dá mais motivos para o Linux ser mais viável para jogos que o Mac