3 editores de texto para linha de comando

https://diolinux.com.br/tecnologia/editores-de-texto-linha-de-comando.html

Conheça 3 dos mais conhecidos editores de texto para linha de comando, verdadeiras lendas entre os usuários de software livre e ambientes Linux.

3 curtidas

Screenshot_20220321-133645_Opera
Geralmente fico feliz quando eu saio e salvo o arquivo

1 curtida

Eu uso o mcedit que é o editor de textos instalado com o Midnight Commander.

Tem quatro atalhos que eu acho bem úteis no nano:

alt + n

Exibi/esconde a coluna com número de linhas

alt + g

ir para o nº linha selecionada

ctrl + l

Centraliza o texto a partir do cursor. Por exemplo, você está com o cursor no final da página, ao usar esse atalho o texto será centralizado na tela a partir da linha atual do cursor. Ou seja, o texto que estava no final da página, irá para o centro dela, começando a partir de onde estava o cursor.

alt + a

inicia o modo de seleção de texto. Útil para usar com o comando alt + 6. Com alt + a você seleciona o texto e com alt + 6 copia ou ctrl + k recorta. Depois basta utilizar um ctrl + u para copiar o conteúdo.

Para quem for usar a opção de adicionar um novo buffer/inserir um arquivo no atual. Que, na prática, é abrir “abas” dentro do nano, com o comando ctrl + r, para mover entre eles é só usar alt + > ou alt + < para avançar ou retroceder entre os arquivos. Para ver em qual você está, na barra superior, no canto esquerdo dela, você vê o número de buffers/arquivos abertos e em qual você está. Por exemplo, se estiver com três arquivos aberto, será exibida a informação [1/3] ou se você estiver no arquivo 2, será [2/3].

Eu nunca usei o vim. Sempre usei o nano. Já me recomendaram, para quem quer aprender o vim, esse joguinho aqui: https://vim-adventures.com/

1 curtida

O jeito que eu considero mais interessante e rapido pra aprender VIM é se forçar a usar navegadores com hotkeys vim-like.
Ou você se revolta e desiste ou aprende hahaha.

1 curtida

Tira o Nano e coloca o Micro :B

1 curtida

Foi arrumado no post, obrigado. O editor de texto (ironicamente) reconheceu o comando :x como esse emoji com raiva :stuck_out_tongue:

3 curtidas