20.04 LTS - O que a Canonical descobriu falando com os usuários do Ubuntu?

Confira o post completo no blog: https://diolinux.com.br/2020/04/canonical-resultado-pesquisa-ubuntu.html

Canonical revela o resultado de suas pesquisas com usuários, informando como esse “feedback” ajudou a tomarem decisões dentro do projeto e revelou apoios e objeções quanto à futuras ideias.

4 curtidas

É muito interessante ter esses dados e analisar os desejos, gostos e desgostos da comunidade em forma de estatísticas. Gostei bastante do texto.

Gostaria de comentar sobre o seguinte trecho:

Sob a minha concepção, uma espécie de “termômetro” para determinar o sucesso dos Snaps será quando as pessoas deixarem de se perguntar se algo está em Snap ou não, usando essa informação para tomar a decisão de usar um App ou não.

Eu concordo totalmente, a dissolução dos Snaps realmente serve como um “termômetro” para medir o sucesso dos Snaps, porém é justamente essa dissolução que pode ser o problema. Por mais que a Canonical seja grande, ela não é capaz de carregar o mundo nas costas, logo se ela não tiver apoio da comunidade e dos demais projetos, a dissolução dos Snaps nunca acontecerá e como consequência, a questão “é Snap?” nunca deixará de ser feita.

Quase todos os outros projetos preferem Flatpaks e AppImages, até mesmo as distribuições mais populares que são baseadas no Ubuntu não apoiam Snaps. Ao meu ver, isto é um alerta, porque isto não aconteceria se não houvesse um problema. “Vender” solução de código fechado e hard-coded para um ecossistema de código aberto é dar murro em ponta de faca. A Canonical, ao meu ver, deve acordar, porque está claro que ela está sozinha tentando impulsionar os Snaps.

1 curtida

É boa idéia fazer isso. Ainda mais porque, mesmo com grande base de usuários, e da exposição por muitos canais sobre o Ubuntu em detrimento de outras distribuições, a Canonical já demonstrou mais de uma vez não se importar com seus usuários. Amostras disso existem aos montes, ao desistir do Unity, por exemplo; divulgar o fim aos programas de 32 bits, e voltando atrás depois de muita gritaria; quando lança novas versões da distro quase sempre com aquele visual esquisito e papéis de parede ainda mais horrorosos (para meu gosto pessoal).
Tomara que isso possa fazer bem à distribuição, pois durante todos esses anos que tentei adotá-la, só colecionei motivos para não mais fazê-lo.
Perdoem-me aqueles que não concordam, mas é apenas uma opinião. Já fui usuário, mas atualmente tá difícil. Torcendo para que melhore.

2 curtidas