Manjaro 21.1.0 Pahvo lançado!

Foi no blog, mas devo ter complementado aqui… fica o link pra mais dicas!

2 curtidas

Salve!

Eu dei uma limpada boa nele. O XFCE ficou perfeito. Mas infelizmente sabe como é né… Intel Pentium e 4gb de RAM são coisas que eu não confio muito. O que vale a pena do meu note é o SSD mesmo (o único que salva de não ficar tossindo tanto hehehehehehe).

Eu testei o Kubuntu uma época. Ele até rodava bem, mas não sei porque cargas d’água eu sinto o XFCE mais leve que distros com KDE. Estaria eu delirando?

1 curtida

Nope. O XFCE é ainda um poquinho mais leve em relação ao Plasma. Siga seu coração e use a que você se sentir mais confortável e produtivo.

1 curtida

gente, aqui no manjaro

o xfce está consumindo alto beirando 1gb travamentos bem chatinhos ao abrir programas.
a última vez que usei o manjaro usei kde e não passava de 600mb e a execução era plena.

lá vou eu baixar a ISO kde

A respeito do Manjaro, prefiro optar pela ISO minimal e, mesmo assim, desinstalo alguns programas que para meu uso são inúteis pelo Pamac… Tenta desinstalar algumas coisas ai, cuidado para não quebrar o sistema, leia com cautela os avisos do pamac.

1 curtida

É o normal, uma distro XYZ com Xfce usar menos Memória RAM do que a mesma distro XYZ com KDE. ─ Acho que é quase garantido isso acontecer.

Mas distros diferentes, podem apresentar resultados muito diferentes. ─ Algumas instalam um KDE “inchado”, outras instalam um KDE “enxuto”.

Até +/-2016, meu Kubuntu já iniciava usando 800 MiB de Memória RAM. ─ Depois que eliminei o “Personal Information Management” (PIM), meu Kubuntu passou a iniciar usando menos de 400 MiB RAM ─ e não perdeu nenhuma das funcionalidades que me interessam.

(Esses números de uso de RAM eram do Conky, que na época usava um “cálculo antigo”, igual ao do htop. ─ É por isso que ainda incluo o htop no gráfico: ─ Para ter uma comparação com números antigos do Conky, em 2016-2020)

Examinei o KDE Neon, em 2016, e descobri que ele não instalava o PIM ─ portanto, eu não precisava ter esse trabalho de eliminá-lo.

Depois, o instalador do Kubuntu começou a oferecer uma opção entre KDE mais “inchado” ou mais “enxuto” ─ sem usar essas palavras, claro (rs)… ─ Se eu fosse iniciante, talvez eu ficasse na maior dúvida, sem saber qual opção escolher.

2 curtidas

Sobre o Plasma em si, eu desativo alguns serviços que para mim só atrapalham e consomem mais memória. Por exemplo, o file search e o web search. Outro que me dá nos nervos é o o compositor. Eu utilizo como crisp e seto para usar o OpenGL 3.1. O Plasma aqui passou a consumir por volta de 500mb pós boot após essa “vigarice” :sweat_smile:
Outra configuração bacana de fazer é de configurar a sessão de iniciar vazia e não retendo a anterior. A velocidade de boot agradece :pray:

Em fim, melhor parar com esse papo de IDE neste tópico. Se não fica desalinhado com a proposta original do OP.

1 curtida

Vixe… É mesmo!

1 curtida

como o fedora é fominha. kct!

1 curtida

vcs falando de KDE, XFCE???

olha essa maravilha MANJARO 21.1 GNOME.
meu ta super rapido e fluido, clickou abriu!hehehehe

sem falar que ta lindo!!

FEDORA vc que lute pois encontrou um oponente a altura!

2 curtidas

tá muito bem trabalhado.

2 curtidas

Não necessariamente. A ideia do Fedora é bem diferente da do Manjaro e a proposta do Gnome dele é ser o mais puro possível, vulgo a visão “correta” que a equipe por trás do Gnome pensa.

2 curtidas

foi só uma piada. eu sei que o gnome do fedora é o mais puro até pq eu uso ele!!

vcs levam os comentarios muito a serio aqui.

1 curtida

meus amigos, compensa instalar o manjaro em ufei gpt ou não faz diferença??

ele vai ser o unico OS no pc.

Ah não ser que sua máquina possua 2tb ou mais, indiferente.

meu hd é 1t

minha duvida seria tipo não deixa o boot mais rapido igual o windows? ou é irrelevante.

Até perguntei por esses dias a esse respeito. É tanto trabalho que dá desinstalar uma coisa inútil (pelo menos pra mim e pro meu contexto) por uma, que até cansa. Não que eu não goste… afinal tecnologia é um dos meus hobby’s favoritos; mas em ocasiões como aqui no trabalho, eu não tenho condição de ficar tirando uma por uma.

Me deparei recentemente com a opção de Minimal ISO do Manjaro, tanto para o KDE quanto para o XFCE. O que acha delas? Crê que fica melhor usar o KDE nesta opção?

1 curtida

Amei. Na boa. Nem sou tão fã da interface GNOME, mas mano… esse Manjaro GNOME tá lindo…

1 curtida

Não testei a ISO Minimal.

Mas se tem ISO Minimal KDE, com certeza deve ser mais leve do que a ISO KDE normal.

Atenção: - Veja se não é daquelas ISOs que precisam fazer download de tudo durante a instalação…

1 curtida

Ainda vem uns “pagodes” que não acho legal, tipo a GUI do KDE Wallet manager e o antigo Ksysguard, por exemplo. Mas é bem menos poluída que a versão “comum”, digamos assim. O trabalho de tirar esses programas será bem mais tranquilo, ainda mais que o Pamac facilita sua vida :smiley:
Por sinal, Latte Dock + Launchpad dão um show no visual do KDE:

2 curtidas