Deepin migra sua base para o repositório do Debian Stable

deepin
#2

Isso procede, e eu achei bom para as pessoas que gostam dos pacotes mais testados e estáveis. No entanto, eles podem ser antigos dependendo do uso da pessoa.
A realidade é que vai ter muito mais gente usando Flatpaks e Snaps, ou adicionando repositórios de terceiros para obter as versões mais novas dos pacotes.

2 Likes

#3

Estava havendo muitos problemas com as dependências das aplicações; diante disso, essa migração pretende eliminar tais problemas.

Há a preocupação com o uso de softwares antigos (desatualizados)… Mas a equipe de desenvolvimento se comprometeu a fazer atualizações manuais das aplicações populares em no máximo 7 dias, após a liberação de novas versões.

Certamente o sistema vai ganhar muito em estabilidade, compatibilidade - e agora “com o tempo livre da equipe de desenvolvimento” em recursos.

2 Likes

#4

"O Deepin só fica pronto quando o Debian estiver pronto." :joy: :rofl:

Agora o trocadilho faz ainda mais sentido. :+1:t3:

3 Likes

#5

Link da matéria: https://www.deepin.org/en/2019/03/15/深度操作系统15-9-2测试版发布-迁移至debian-stable仓库/

2 Likes

#6

Certamente o sistema vai ganhar muito em estabilidade, compatibilidade - e agora “com o tempo livre da equipe de desenvolvimento” em recursos.

A estabilidade com certeza será melhor, mas a compatibilidade não. O Debian stable utiliza o Kernel 4.9, isso significa que nenhum processador moderno funciona nele. Intel Coffee Lake, Ryzen Second Gen, Ryzen Raven Ridge, bem como placas de vídeo atuais da AMD e Nvidia, não serão suportados com essa mudança.

1 Like

#7

Com certeza, não irão fazer downgrade de kernel… pois o utilizado pelo Deepin, tem modificações (são adicionados módulos próprios) para pleno funcionamento do sistema.

Até então, o Deepin era baseado no Debian Unstable… que contém o kernel 4.19 (mas o Deepin está no 4.15… pois tem seu kernel “próprio”).

Além do mais, o Buster logo estará no canal estável… com o kernel 4.19 (mas acredito que o Deepin, possa trazer o 5 até lá).

Com a equipe de desenvolvimento não perdendo tempo na correção de bugs (oriundos das versão instável), eles podem se preocupar em trazer recursos e corrigir as incompatibilidades de hardware.

2 Likes

#8

Os próprios desenvolvedores do Debian desencorajam a criação de um FrankenDebian, ou seja, misturar os repositórios stable e unstable.

https://wiki.debian.org/DontBreakDebian#Don.27t_make_a_FrankenDebian

2 Likes

#9

Mas ninguém falou que o Deepin usa 2 repositórios.

Só mencionei que eles tem um kernel próprio e não seguem o oferecido pela base (o Debian).

2 Likes

#10

De qualquer forma, não muda muita coisa em relação a suporte, o kernel 4.15 também não suporta os processadores que eu mencionei. O mais importante seria saber se o Deepin aplica patches de segurança ao kernel, ou se eles utilizam o kernel do Ubuntu 18.04, já que o kernel 4.15 perdeu suporte a muito tempo.

1 Like

#11

E mesmo o deepin usando o Debian como distro mãe, não consegui até hoje instalar o deepin desktop no Debian nativo. Será que após essa mudança para os repositórios stable essa instalação será possível?

2 Likes

#12

De forma geral a distro pode ficar mais estável, mas isso pode vir com o preço de versões menos atualizadas de certos Apps, entretanto, atualmente a base do desktop do Deepin é feita por eles mesmos, então provavelmente isso não afetara nesse sentido, outro ponto é que a Deepin Store vem recebendo mais e mais flatpaks, o que pode aumentar a disponibilidade de versões mais recentes de softwares como o kdenlive (que pode ser usado como AppImage também), a grande questão é, como ficarão os drivers de vídeo para quem gosta de jogar? se eles permanecerem na mesma versão do Debian Stable isso pode ser um problema (contortável, mas um problema).

3 Likes

#13

Exatamente. É um embate que os usuários estão fazendo com a equipe de desenvolvimento… A minha esperança é o 4.19 (do Buster) que se torna estável lá por Jun/Jul - se a equipe não surpreender os usuários antes.

1 Like

#14

Se quer usar a DDE no Debian… use o Deepin! Já está pronto.

Mas se quer construir na mão, deve ter alguém nos fóruns que já fez isso… Mas se quebrar o sistema, não culpe a DDE.

1 Like

#15

Talvez o Deepin pudesse construir uma ferramenta semelhante a do Manjaro ou do Mint para mudança de Kernel manual, seria bem interessante :slight_smile:

2 Likes

#16

Neste caso, o Deepin se consolida como uma DDE “puro sangue”. Parece-me algo bom. É bastante pretensioso a criação e manutenção de um sistema full. Isso pode corrigir um problema recorrente de estabilidade presente no Deepin.

1 Like

#17

O Debian Buster tem alguns programas do Deepin no repositório, mas não tem o DE em si. Provavelmente só na próxima versão do Debian, em 2021.

https://packages.debian.org/search?keywords=deepin&searchon=names&suite=testing&section=all

0 Likes

#18

A grande questão, quem tem ele instalado e usa Nvidia, esta aparecendo um drive de vídeo mais novo do que o 390?

0 Likes

#19

Se bobear é capaz do Debian se beneficiar disso também, caso os devs do Deepin resolvam fazer backports para o próprio Debian Stable. Muita coisa pode acontecer, esse mundo de código aberto é fantástico.

2 Likes

#20

por padrão ele vem com o driver 390, mais se adicionar o repositório unstable você consegue instalar o 410 foi o que fiz no meu

1 Like

#21

Mas também vai ter muita estabilidade

1 Like