zRAM, PRELOAD E PRELINK

#1

O que, nos dias de hoje, ainda é aconselhável?

Para quais configurações (desktop e notebook) seriam mais indicado? :thinking:

0 Likes

#2

Todos os softs que você citou ainda estão atuais, cada um com seu propósito… Eles são indicados tanto pra desktop quanto notebook.

Há o zSwap que é uma função similar ao zRam, só que ficou defasada porque só é interessante para pc’s mais antigos, ou com pouquíssima ram.

Veja o tlp, que é ótimo pra notebooks…

1 Like

#3

PRELOAD E PRELINK só no caso de ter 2G de Ram ou menos pois eles ajudam a abrir os aplicativos que você mais usa , usava com o Mint com XFCE e sempre ajudo no desempenho do Celeron e pentium 4

0 Likes

#4

Pois é… São muitas informações desencontradas. Já li que é indicado para quem tem 2GB, 4GB e até 6GB.

Eu tenho 4GB, tô usando o zRAM e notei uma melhora significativa.

0 Likes

#5

Vamos lá, não conheço muito do assunto mas já li algo e testei em algumas máquinas que passaram pelas minhas mãos:

zRAM. Principal função é o de transferir o uso da memória swap para a memória RAM. Ou seja, ao invés do SO usar a paginação por arquivo em um HD, ele escreve na memória RAM que é mais rápida. O lado ruim é que isso consome memória RAM, logo, se você tem pouca memória, comprometerá mais memória. A diferença de desempenho quando se tem uma máquina com HD comum é grande mas em uma máquina com SSD não vi tanta diferença.

PRELOAD. Este programa “aprende” com o seu uso quais programas você mais utiliza, criando uma lista de inicialização que carrega esses programas em sua memória cache, fazendo a abertura dos programas mais rápidas mesmo na inicialização. A desvantagem principal é que a memória cache e em alguns casos a memória RAM será alocada para essa maior agilidade na abertura de programas, que normalmente já alocam bibliotecas na memória cache quando abertos pela primeira vez. Novamente, apenas em sistemas com HD comum a diferença de desempenho será relevante, e apenas na abertura inicial.

PRELINK. Diferente do PRELOAD, o PRELINK, como o nome já indica, trabalha no Link Dinâmico de bibliotecas, ou seja, muitos programas usam bibliotecas compartilhadas e mesmo que parte essencial dos programas sejam alocados na memória cache, o sistema ainda pode se perder na busca das bibliotecas comuns do sistema. Para agilizar esse trabalho, o PRELINK faz a ligação antecipada dessas bibliotecas para garantir que os programas abram mais rapidamente, principalmente em sistemas com muitas bibliotecas compartilhadas como o KDE. Em contrapartida, esse recurso ainda tem alguns problemas de compatibilidade e pode consumir processamento da máquina em segundo plano.

Todas essas opções continuam sendo atualizadas.

1 Like

#6

Creio que não tem necessidade, 4gb ram DDR3 e SSD já vai te dar uma velocidade mais do que boa pra usar o sistema…dependendo do uso apenas aumente quantidade de ram…

Mas tenho certeza que tem gente que usa DDR2 e está satisfeito ainda hj…

0 Likes