Windows 11: tudo o que sabemos até agora

O problema com o Windows é que não há nenhum esforço para deixá-lo mais leve e simples.
Mudar a interface acrescentando animações e cantos arredondados só fazem consumir memória RAM e ciclos do processador.
Se usasse o cups para gerenciar as impressoras e o sane para gerenciar scanners , qualquer impressora ou scanner funcionaria sem precisar de configurações, cadastro no site do fabricante ou instalação de drivers e programas do fabricante. No final todos se acostumariam e os fabricantes poderiam focar no hardware e não no software. Com o tempo seria melhor para os fabricantes de hardware.
O Windows poderia estimular também para outros hardwares programas universais de drivers, como para câmeras Web , leitor de impressão digital, token USB , etc , mesmo que proprietários, mas compatíveis com qualquer fabricante. Simplesmente plug and play sem fazer download.
Se fosse assim o sistema seria mais simples e eficiente , seria mais compacto, não precisaria de tantas atualizações , teria menos linhas de código , seria mais rápido e user friendly.
Mas a Microsoft pensa diferente , enquanto isso o mundo migra para chromebooks e celulares Android , se não pensar diferente , PCs e Notebooks cairão em desuso e só serão usados para tarefas de legado.
Hoje em dia a tendência é o smartphone e o sistema na nuvem ,com qualquer sistema operacional, crescerem para uso pessoal.

3 curtidas

Deixar cantos arredondados ou fazer algumas animações não vão provocar aumento de memória ou ciclos de processador. Se aumentar é irrisório. Windows não é o Gnome, que faz isso usando javascript e css. É tudo feito em C++.

Sobre o gerenciamento de drivers, já existem drivers genéricos desde o Windows 7 e a maioria dos dispositivos funciona plug n play.
Normalmente um fabricante exige uma instalação de drivers, de algo adicional que o componente faz, algo que não tem como a Microsoft prevê e mesmo que fosse, deixaria a iso de instalação muito grande.
Mas hoje em dia, muitos drivers veem no Windows Update.

O fato de o Windows ter uma ABI (Application binary interface) faz ele ter uma grande vantagem perante ao Linux, pois o fabricante precisa preocupar-se em desenvolver o driver uma vez, e ele se torna retro compatível com versões posteriores e pode ser atualizado de forma independente.

No Linux, os drivers tem que ir pro kernel, ou seja, evoluem junto com o kernel somente e ainda, não é garantido a retro compatibilidade, o fabricante precisa atualizar seu driver toda vez que atualiza o kernel.

7 curtidas

Mas já é basicamente isso! Dá uma pesquisada em quantas horas as pessoas navegaram através de dispositivos móveis pra vc ter uma ideia.

Computadores hj estão indo pra escanteio cada vez maior, pois dá pra fazer quase tudo via smartphone ou mesmo tablets.
Eu que passei anos ganhando a vida fazendo manutenção de computadores e notebooks, nos últimos 6 anos consigo cada vez menos clientes.

1 curtida

Discordo, isso é apenas para entretenimento.

Para trabalhos, estudos, PCs e notebooks terão uma vida longa, ainda mais agora com a popularização do home office.
Provavelmente você verá um novo aumento de manutenção.

Se antes a pessoa usava PC no trabalho e em casa só celulares e tablets, agora ela vai ter um computador em casa para trabalho ou estudos.

3 curtidas

Não mudou absolutamente nada em 1 ano e, se alguém está com a máquina parada em casa, não será em plena pandemia q chamará ou enviará o q tem em casa para um técnico.

Home office não é tão realidade assim como pensam, mas pelo q tenho acompanhado, as empresas que estão adotando essa modalidade já possuíam prestador de serviços em TI. Sei de muitas que revisaram ou reformularam contrato de manutenção justamente para ficar mais barato que, quando um funcionário está com problema na máquina pessoal, enviam técnico dessa empresa para poder baratear os custos e evitar problemas maiores.

1 curtida

Eu só gostaria de deixar registrado o fato de que EU SOU MUITO BURRO e eu postei um link com essa matéria aqui na thread porque eu não tinha visto esse post antes. Foi mal, acontece.

Mas, voltando ao tema, espero que com a Sun Valley, a gente chegue pelo menos 1% próximo da coerência visual que esperamos desde que a versão 8 começou a misturar Aero e Metro.
E esses ícones são tão coloridinhos, bonitinhos, amei.

1 curtida

Novos icones, recursos, novos travamentos, telas azuis, novos bugs.

Deve ter dado aminesia nela. :joy:

2 curtidas

Não necessariamente, depende de como foi implementado

1 curtida

Satya Nadella apresenta as principais atualizações em breve para o Windows durante a apresentação do Build 2021

Nadella o chama de uma das atualizações mais significativas do Windows na última década.

O que você precisa saber

  • Satya Nadella alega que a “próxima geração do Windows” está em desenvolvimento.
  • Será "uma das atualizações mais significativas para o Windows da última década."
  • A Microsoft terá mais para compartilhar “em breve”.

A Microsoft manteve-se incrivelmente calada sobre seus planos para o Windows este ano. Já sabemos há algum tempo que a empresa planeja lançar uma revisão significativa de UX para Windows neste outono, sob o codinome Sun Valley, e que a Microsoft está planejando realizar um evento dedicado ao Windows nas próximas semanas para falar sobre isso.

Por causa disso, a empresa optou por não falar muito sobre o Windows na Build 2021, mas isso não impediu o CEO da Microsoft, Satya Nadella, de provocar que algo grande está em andamento durante seu discurso de abertura, chamando o projeto de “uma das atualizações mais significativas para o Windows.”

Aqui está a citação completa de Satya Nadella:

Em todas as oportunidades que destaquei hoje, o Windows está implícito. Nunca foi tão importante. O Windows 10 é usado por mais de 1,3 bilhão de pessoas para trabalhar, aprender, se conectar e se divertir. E tudo começa com o Windows como uma dev box. O Windows reúne todas as ferramentas de desenvolvedor e colaboração em um só lugar. Ele permite que você escolha o hardware que deseja, funciona com Linux e Windows como um só, e possui um terminal moderno.

E em breve compartilharemos uma das atualizações mais significativas para o Windows da última década para desbloquear maiores oportunidades econômicas para desenvolvedores e criadores. Estive hospedando-o como autônomo nos últimos meses e estou incrivelmente animado com a próxima geração do Windows. Nossa promessa para você é a seguinte: criaremos mais oportunidades para todos os desenvolvedores do Windows hoje e daremos as boas-vindas a todos os criadores que procuram a plataforma mais inovadora, nova e aberta para construir, distribuir e monetizar aplicativos. Estamos ansiosos para compartilhar mais em breve.

Acho extremamente interessante que Nadella, assim como Panos Panay, diretor de produtos da Microsoft, se refira a essa atualização como a “próxima geração do Windows” e não simplesmente “Windows 10.” Talvez a Microsoft esteja sugerindo que essa grande atualização não se chamará Windows 10 quando for lançada? Seria certamente ser justificada se o fizesse.

Há rumores de que a Microsoft realizará um evento dedicado ao Windows nas próximas semanas, possivelmente em junho, onde revelará a próxima geração do Windows junto com uma nova interface de usuário e conjunto de recursos.

3 curtidas

Parece que vem bastante coisa por aí. Achei interessante as mudanças no windows terminal, colocaram um monte de coisa que é padrão no Linux e eu sempre sentia falta quando usava o Windows.

1 curtida

Será que finalmente veremos uma UI mais condizente, o fim do painel de controle e programas legados com modo dark? :smiley:

2 curtidas

Por mim poderiam terminar de copiar o Plasma pra deixar a UI mais coerente hahaha

3 curtidas

Novo design do Windows 10 será apresentado em 24 de junho

A Microsoft anunciou, nesta quarta-feira (2), que em 24 de junho fará um evento online para mostrar as novidades sobre o Windows. A transmissão será realizada ao meio-dia (horário de Brasília).

De acordo com o The Verge, Satya Nadella, CEO da companhia e Panos Panay, diretor de Produtos, serão os responsáveis pela apresentação daqui a pouco mais de três semanas. Os convites para o evento já começaram a ser enviados para a imprensa especializada.

A expectativa é que todas as informações relativas ao novo visual do sistema operacional sejam mostradas. Isso indica dizer que a Sun Valley, a grande atualização do Windows 10, deve ser detalhada.

Microsoft

Recentemente, a gigante da tecnologia confirmou que o Windows 10X será descontinuado. Com isso, as funcionalidades e recursos serão transferidos para a versão base do sistema operacional.

Outro objetivo da Microsoft é corrigir ferramentas do software com a organização de programas para vários monitores, adicionar o recurso do HDR do Xbox Auto e melhorar suportes de áudio Bluetooth.

O CEO da marca também já havia afirmado que uma das ideias é proporcionar um ambiente melhor economicamente para os desenvolvedores, o que indica que a loja do Windows deverá receber novidades.

Pistas sobre redesign do Windows 10 aparecem em imagem vazada do Outlook

Imagens revelam reformulação em ícones e bordas arredondadas esperadas para o Windows 10 Sun Valley

Algumas pistas sobre o novo design do Windows 10 foram descobertas em uma imagem vazada do Outlook. Aparentemente, a Microsoft está desenvolvendo um cliente de e-mail unificado que irá substituir os apps de e-mail e calendário existentes em diversas plataformas. O vazamento revela janelas com cantos arredondados, entre outros detalhes aguardados para a próxima grande atualização do Windows

Segundo as informações recentes que surgiram na web, o novo cliente é baseado no Outlook Web e tem o codinome Monarch. Espera-se que a plataforma chegue a todos os formatos de desktop, e que a Microsoft aposente os clientes existentes, dentre eles o Outlook Win32 e o Outlook para Mac.

Como é possível ver na imagem abaixo, postada acidentalmente pela empresa, além dos cantos arredondados, o novo Outlook também tem ícones atualizados, condizentes com a reformulação estética que chegará com o Sun Valley. Repare também que parece haver um novo preenchimento próximo aos botões de fechar, maximizar e minimizar a janela. A ideia da Microsoft é apresentar uma interface mais moderna para os usuários do Windows.

Além das mudanças visuais, o novo cliente de e-mail da companhia traz o recurso Organization Explorer, voltado aos clientes corporativos. O objetivo é permitir que você consiga encontrar e se conectar facilmente a pessoas e equipes ao seu redor.

Windows 10 Sun Valley deve ser anunciado em junho

A próxima geração do Windows 10 chegará em breve, de acordo com o CEO da Microsoft, Satya Nadella. A previsão é de que ela seja apresentada ainda este mês. O executivo afirma que essa será uma das “atualizações mais significativas do Windows na última década”.

O Sun Valley trará um novo menu Iniciar, animações mais rápidas e melhorias na barra de tarefas, entre outras novidades. Além disso, a Microsoft Store também deve passar por mudanças significativas, facilitando a oferta de aplicativos para download.

4 curtidas

Windows 95 parte 9 vem aí

4 curtidas

Do pouco que vi me parece que voltaram com muito da inspiração da UI do Windows 7. Muita transparência e uns cantos arredondados para parecer que é diferente.

Fico impressionado como nem tendo os exemplos da concorrência conseguem aprimorar, de fato.

Acho que o sistema deu uma melhora substancial no último ano. É claro que ainda fica devendo muito, mas estou com boas expectativas quanto a nova versão.

e os bastidores do Windows? alguma novidade?
finalmente o ntfs vai morrer?

1 curtida

Parece que só dia 24 mesmo para descobrirmos algo a mais. MS não aparenta querer dar mais “spoilers” :sweat_smile:

Difícil, aí seria evoluir de fato.

Windows 11 ou Sun Valley? Afinal o que está a Microsoft a preparar para o seu evento?

Há algo de muito importante a ser preparado pela Microsoft para o dia 24. Começou com uma mensagem do seu CEO, Satya Nadella, na última Build e ficou firmado com uma publicação no Twitter, que marcava a data do evento onde será apresentada.

A especulação começou nesse mesmo dia, com várias frentes a apontarem para a chegada do Windows 11. Claro que a já conhecida atualização do final de 2021 não ficou esquecida, com muitos a acreditarem que a Sun Valley. Agora, com novas provas, a confusão ficou ainda maior. Windows 11 ou Sun Valley?

A Microsoft tem estado a preparar o seu evento de dia 24, onde vai revelar o futuro do Windows, tenha ele o nome que tiver. A marca tem deixado pequenas dicas sobre o que poderá estar a chegar, sem nunca avançar o que está a criar.

As provas são contraditórias e apontam para qualquer uma das possibilidades. Uma delas surgiu e mostrou que o nome da próxima versão poderá bem ser a esperada Sun Valley. Numa página de suporte da Microsoft surge este nome.

Nessa página aparece uma referência clara à versão Sun Valley ao lado do próprio Windows 10. A página foi, entretanto, alterada e estas referências desapareceram. Ainda assim, fica claro que a Microsoft entende que esta nova versão estará ao lado do Windows 10.

Pouco tempo depois, e a contradizer aquilo que tinha publicado, a Microsoft aparentemente voltou-se de novo para o Windows 11. Aqui as provas são muito mais discretas, mas estão presentes. Um vídeo publicado pretendia acalmar quem espera a novidade de dia 24.

Este vídeo baseia-se no som do arranque das últimas versões do Windows, mas abrandado a 4.000%. Ora este vídeo tem a particularidade de ter precisamente 11 minutos e no final ter uma sombra numa janela onde pode ser visto o número 11. Há também várias paisagens do pôr do sol (Sun Valley).

Podem ser apenas teorias sem fundamento ou provas que insistimos em ver onde não existem, mas a verdade é que há algo importante a ser preparado. Será já no dia 24 e nesse momento a Microsoft revelará tudo o que é o futuro do Windows 11 ou do Sun Valley, ou outro qualquer nome que tenha.

Windows 11: Microsoft bloqueou novas builds do Windows para manter segredo da nova versão

Na última Build da Microsoft, o seu CEO revelou que o Windows irá em breve mudar muito. A confirmação desta mudança surgiu dias depois, com o anúncio de um evento especial para este sistema operativo, tendo ficado no ar muitas dúvidas.

Com muitas certezas a apontarem para a chegada do Windows 11, é hora de a Microsoft começar a preparar o seu lançamento. O primeiro passo dado parece ter sido o congelamento de novas builds do programa Insiders para manter segredo.

Não há ainda nenhuma confirmação ou certeza de que o Windows 11 será uma realidade. A Microsoft revelou que tem uma novidade importante para apresentar sobre o Windows, mas sem revelar muito mais do que este ponto importante.

Tudo aponta para que seja uma mudança completa, associada à versão Sun Valley, mas que deverá resultar num sistema completamente diferente. O fim do Windows 10 X levará à fusão destes sistemas, o que pode bem resultar numa nova versão do sistema da Microsoft.

De forma quase silenciosa, a Microsoft resolveu colocar em pausa os builds do Windows 10 do programa Insiders. Segundo a justificação apresentada, a Microsoft estará apenas a testar o seu “servicing pipeline”, com atualizações cumulativas.

Claro que estes testes são necessários, mas os utilizadores esperavam que começassem a surgir novidades. O Programa Insiders tem acesso antecipado a todas as novidades e assim era esperado que estas surgissem mais cedo do que seria esperado.

A Microsoft deverá estar agora a fundir o código de todos os seus desenvolvimentos da versão Sun Valley com o restante código. Estas novidades têm estado ausentes dos builds, para assim se prepararem para a apresentação que acontece no dia 24 de junho.

Esta ausência de novas builds do programa Insiders deve manter-se até ao dia 24, para assim todas as novidades estarem salvaguardadas. Apenas nesse dia tudo será revelado e o novo Windows 11 (ou outro nome) será mostrado, com todas as suas novidades.

Windows 11 pode contar com emulador de Android nativo

Sem querer, um engenheiro de design de software da Microsoft pode ter revelado que a companhia desenvolve um emulador de Android para a nova versão do Windows. Hideyuki Nagase publicou uma atualização no GitHub em que menciona um trabalho para fazer um emulador Android funcionar no subsistema Linux para o Windows 11.

Já havia rumores de que a Microsoft permitiria aos desenvolvedores empacotar aplicativos Android como arquivos MSIX para distribuí-los por meio da Microsoft Store. Agora, com essa possível novidade, fica claro que os apps seriam executados no emulador Android que viria embarcado no novo sistema.

Por enquanto, não há informações de como o emulador funcionará e se oferecerá acesso à loja oficial do Google, a Play Store, o que traria uma infinidade de aplicativos para dentro do Windows. Possivelmente, a Microsoft seria resistente a isso, pois poderia abrir muitas brechas no seu sistema, que já é conhecido por apresentar vulnerabilidades.

Por enquanto, nada de oficial foi revelado e só haverá mais informações quando o Windows 11 for apresentado ao público. Um evento foi agendado pela Microsoft para o dia 24 de junho, ocasião em que todas as dúvidas devem ser sanadas.

3 curtidas