Waterfox e Startpage vendidos para empresas de publicidade?

Eu sei que essa notícia é antiga, mas quis comentar…

O navegador web Waterfox e o mecanismo de pesquisa Startpage ambos voltados para privacidade foram vendidas para a System1 e Privacy One Grupt Ltd. (que é parte da System1) respectivamente.
Essa empresa tenta fazer publicidade respeitando sua privacidade.
O que vocês acham disso?

Não existe almoço grátis, hoje em dia, não tem pra onde fugir.
Sugiro a leitura:

1 Curtida

Se realmente cumprir com o “respeitar a privacidade” eu acho perfeito.

Tem muitos serviços que eu faço questão em desativar o uBlock e se pá ainda ativo o envio de informações (telemetria).

Eu estou utilizando um ótimo serviço grátis, se houver coisas mínimas que eu possa fazer para ajudar, eu na medida do possível irei fazer.

Não sabia que era possível comprar o Waterfox. E a Mozilla nisso tudo? Qual a intenção de uma empresa de publicidade em um navegador supernichado eu também não consigo entender.

Só falta o Earthfox e o Airfox rs

1 Curtida

Tem um post [em inglês] no site restoreprivacy.com sobre a compra do Startpage:

Resumidamente: fica a seu critério confiar ou não :v: :thinking:

Não dá, mas dá pra reduzir muito o nível de espionagem e manipulação dos serviços de coleta de dados…

Tem gente que diz: “ah, mas é impossível ficar anônimo na internet, é melhor usar os serviços convencionais (google e afins) e ■■■■-se, já sabem tudo da minha vida mesmo”. Pra essas pessoas (não que seja seu caso) eu recomendo a leitura do livro Dez Argumentos Para Você Deletar Agora Suas Redes Sociais, do Jaron Lanier (um dos “gênios” do Vale do Silício e precursor da realidade virtual). :v: :slight_smile:

2 Curtidas

Eu já li esse livro, muito bom aliás.
Funcionou para ficar de olho no comportamento nas redes. Os argumentos são muito bons.

Mas é como o tópico que postei acima, é muito esforço para pouco resultado. Todas essas iniciativas de privacidade tá mais pra placebo do que algo realmente efetivo.

As pessoas estão uns 20 anos atrasadas pra tentar mudar alguma coisa.

1 Curtida

Aí vai do gosto de cada um, de como está adaptado a usar um serviço e tals :v:

1 Curtida

De acordo. Cuidar da privacidade não é facil nem conveniente, assim como ficar de quarentena. Eu busco fazer ambos.

1 Curtida

Hoje em dia, a privacidade virou produto de grande valor, assim como a venda de dados.

O mercado é uma coisa fascinante que se transforma das maneiras mais bizarras e interessantes de acordo com os hábitos e ações do consumidor.

  • Empresas criam necessidades por um produto ou serviço
  • O consumidor compra/adere
  • Que por sua vez transforma o ambiente que vive com novos hábitos decorrente daquela compra…
  • As empresas enxergam esses novos hábitos e oferecem produtos para suprir uma nova demanda consequente.
  • As pessoas compram, que por sua vez transformam o ambiente e seus hábitos, etc etc etc…

Enfim, um magnífico ciclo vicioso movimentado pela lei da casualidade… e pelo capitalismo selvagem, é claro rs.

Sou publicitário e marketeiro… adoro esse tipo de papo hehe

3 Curtidas

Entendi a referência kkkk

1 Curtida

É possível, assim como é possível comprar o Ubuntu, Mint, Zorin e ElementaryOS. Só porque um projeto é Open Source, não significa que ele não tem dono. Os detentores da marca/projeto Waterfox venderam os direitos do mesmo para a empresa.

1 Curtida

Waterfox é um fork do Firefox da Mozilla, por isso a minha pergunta.

1 Curtida

Ah certo, entendo, mas neste caso também independe de ser um fork, é um produto diferente e a licença permite.