Vocês já tiveram preconceito com alguma distro (ou tecnologia do mundo linux) e depois quebraram a cara?

Inicio esse tópico pois há um bom tempo atrás eu havia instalado o MX Linux e pensando “que troço é esse?”… hoje de madrugada eu instalei e estou amando, até a customização eu estou com dó de mudar pois achei bonita e diferente (somente retirei o Conky e troquei o wallpaper).


Outra coisa que antes eu abominava e hoje acho super prático são os flatpaks (eu também uso o snap porcausa do whatsdesk, porém ainda prefiro os flatpaks).

Não tenho preconceito com nada, desde que funcione direito mas algo que eu tenho preconceito até hoje é com o WoeUSB que eu nunca consegui faze ele funciona em quase 3 anos de Linux e esse negócio nunca funciono e já rodei a internet inteira procurando soluções pra resolve o erro 512 e nada de funciona e com o LibreOffice que sinceramente eu acho horrível.

AppImages, houve uma época em que eu defendia com garras e presas o Flatpak e descia o pau no AppImage, num belo dia eu fui baixar o LibreOffice e sem querer coloquei pra baixar quando eu executei eu percebi que não só funcionava como me economizava espaço e permitia um backup muito fácil (já fui vítima do distro hopping)

@YugiMoto Eu também nunca consegui fazer o WoeUSB funcionar, para bootar um pendrive com Windows eu vou pelo Gparted mesmo


@Natanael.755 o problema pra mim do AppImage é que eu não me sinto confiante com ele (mas é um problema meu mesmo), ainda assim eu o utilizo.

Tenho com o Debian(por causa da falsa estabilidade passada pela comunidade) e esses “init” que não sejam o systemd
Mas quebrar a cara com o debian nunca kkk sempre foi problematico…
Agora sobre os init não gostaria nem de testar por causa de certos “beneficios” que o systemd me dá no caso

Preconceito não. Sempre testo antes de falar alguma coisa, ou, só falo, se tiver testado. Alias, muitas vezes, quando vejo o pessoal falando muito mal de alguma coisa, eu testo apenas por curiosidade. E, caso eu não goste, prefiro dar minha opinião sem ficar detonando ou caindo em um tipo de defesa meio cega.

Nem o que eu não gosto eu deixo de recomendar para os outros. Por exemplo, não gosto do Gnome e e não me adaptei ao Fedora e ao dnf (eles tem seus problemas, assim como toda distro e todo DE), nas tentativas de usá-los que fiz. Mas, nem por isso, deixo de recomendar a distro e o gnome para outras pessoas. Ontem mesmo recomendei o Fedora com Gnome para um amigo, porque acredito que ele vai gostar e se adaptar bem a ambos.

O mesmo caso vale para esses novos formatos de empacotamento. Nunca falo bem nem mal, nunca testei direito para pode opinar. Alias, estou pensando em começar a testar o snap esses dias.

Mas, de fato, tem muito preconceito entre usuários de todos os SO’s que temos atualmente e na tecnologia de um modo geral também, obviamente, sem dúvidas temos aos montes. Como sempre, preconceito vem de falta de informação, implicância ou sei lá o que.

1 Curtida

Eu achava gnome tosco até um mês atrás, depois que experimentei Fedora e POP_OS!, virou minha DE favorita.

Eu também tinha preconceito com consumo de RAM no KDE e Cinnamon.

2 Curtidas

Eu tinha muito interesse em começar no linux, me recomendaram o Ubuntu, eu testei e odiei, criei preconceito com Ubuntu, até hoje odeio Ubuntu e ainda não quebrei a cara.

kkkkkkk, meu… Slc, eu tinha muito preconceito com ele desde o ubuntu escolar edition, mas hoje em dia testei e aprovei bem top, tanto que comecei a usar o PopOS com o intuito de instalar algo mais fácil para as pessoas ao meu redor, e pra mim tá sendo perfeita, apesar que ainda amo do fundo do meu coração meu gentoo e nunca o abandonarei, e em segundo lugar ainda vai ser o fedora pra mim.

A MXlinux e muito boa cara, tive já também alguns preconceitos de primeira vista mais eu nunca deixei de usar as tecnologias, o importante e pelo menos testar pra ver como é para ter uma opinião mais embasada como você fez.

1 Curtida

A única distro que eu não usaria de jeito nenhum é o AntiX, basta olhar uma pasta que está nos favoritos do Firefox que vem na distro.

1 Curtida

Fiquei curioso, o que tem nessa pasta?

1 Curtida

Vários de links de assuntos comunistas/marxistas.

Então eu encontrei a distribuição certa. Obrigado meu deus.

2 Curtidas

morri :rofl: :rofl: :rofl:

Só para ilustrar o que falei, pelo Distrotest.

1 Curtida

icônico demais, será que o mundo está preparado para a revolução?

1 Curtida

Acho engraçado a raiva que vejo de algumas pessoas em relação ao Mint. Tem certas comunidades que quando você fala que usa o Mint e pede ajuda, a primeira resposta é: “Desinstale!” kkkkkk.

Quanto ao AntiFx Comunista, é só mais uma utópia fantasiosa da cabeça de algum dos dev. kkk.

Sobre o AntiX

Só por ser antifascista já conseguiu meu respeito :clap:. Em relação ao dev comunista: Deixa o cara sonhar :joy:


Sobre o assunto do tópico: Eu não gostava dos flatpaks e snaps, mas agora é de boas :v:

O dev do AntiX tem a Síndrome do Gato Schrödinger, tipo o cara é antifascista mas é marxista, é pro democracia mas é anticapitalista… kkkkk só falta a cor favorita dele ser azul