Vídeos do G1 mão abrem no Firefox

No Peppermint OS baseado no Debian 12 o Firefox ESR não reproduz vídeos do Portal G1, mesmo depois de instalado pacote de codecs audiovisuais. É reproduzido normalmente o conteúdo de outros sites, como os da BBC e do UOL, tal como o streaming de serviços como o Prime Video.

O mesmo acontece com o Firefox que vem na nova edição do MX Linux (a 23 RC2), mesmo depois de instalados os codecs proprietários. Sendo que o MX não vem por padrão com o Firefox ESR, e sim com a última edição estável.

Quando o navegador é o Chromium ou baseado nele (por exemplo, o Vivaldi), a reprodução dos vídeos do G1 se dá sem problemas.

1 curtida

Já ativaste o DRM? Se não, vai nas configurações e pesquisa drm e ativa. Alguns vídeos dos sites da Globo são puxados do Globoplay que é protegido com DRM. Agora, se não for isso, precisaremos de mais informações.
Qual é o erro que dá? Tu estás logado no site (alguns vídeos, apesar de estarem disponíveis gratuitamente exigem login)?

2 curtidas

DRM habiitado. Tanto é assim, que streaming da Prime Video é executado no Firefox.

Além disso, os vídeos do G1 são reproduzidos normalmente no Chrome.

Vale dizer: o Firefox no Mint e no Ubuntu executa esses vídeos do G1. Parece que a limitação está nas distros que derivam direto do Debian, na forma como o Firefox é empacotado nesses sistemas baseados diretamente no Debian.

1 curtida

Eu uso Debian, o meu Firefox ESR reproduz tudo normalzinho. Eu até estou preferindo usar o ESR que o normal. Em todo caso, podes optar em instalar o Firefox “normal” via flatpak ou snap, e vê se o problema persiste, se é questão dessa versão específica no teu hardware ou se é questão de empacotamento. Creio que é bastante improvável ser problema com o empacotamento do pacote na versão estável do Debian, mas é possível. Se assim for, reporta para os mantenedores do pacote.

2 curtidas

Firefox em snap do Xubuntu lida na boa com os vídeos do G1. O mesmo ocorre com o Firefox “.deb” empacotado pela equipe do Mint.

O MX Linux vem com o navegador da Mozilla empacotado pelos próprios desenvolvedores. É disponibilizado via repositório do próprio MX.

Já o Peppermint traz o que o pessoal do Debian entrega.

O computador com o Peppermint instalado não mais está comigo. Posso testar o Firefox em flatpak no MX. As edições do Peppermint e do MX a que me refiro já são as baseadas no Debian 12.