Ubuntu com aparência de MacOS

Pessoal, eu comprei um notebook da Dell, que até então queria com o Ubuntu instalado de fábrica, mas veio com Windows mesmo. Nos primeiros dias, até usei o Windows para verificar usabilidade referente a placa de vídeo dedicada AMD. Percebi também que a bateria chegou a passar de 4 horas de duração.

Ao instalar o Ubuntu em minha máquina, e ao fazer testes, percebi que a bateria não durava muito comparado ao SO que veio instalado, e chegava a marcar pouco mais de 3 horas nas configurações de energia, enquanto chegou a duras até mais de 5 ou 6 horas, até que tive que colocar para carregar no Windows ( isso sem utilizar o notebook, apenas com ele ligado ) mesmo marcando as 4 que mencionei antes.

Mas, o foco principal nem seria esse, pois prefiro muito mais um sistema OpenSource, ainda mais com a facilidade de mudar a aparência. Foi ai, que vi o vídeo do Diolinux, sobre alterar a aparência do Ubuntu, e deixar com a cara do MacOS. Segue o link:

Mas, foi ai, que veio o detalhe que está me incomodando e que queria chegar.

Após feito toda esta instalação, e alterar a aparência, a bateria dura 2 horas. No máximo, se eu usar pouco o notebook, ou usar programas leves, que não venham a consumir tanto a memória, umas 2 horas e 20.

Após toda a explicação minuciosa sobre o assunto, queria saber se realmente, seria por ter feito toda a alteração da Aparência do Ubuntu que fez a bateria ter um tempo de duração menor do que antes?
DETALHE: Fiz um teste no Windows para verificar se a bateria que estava com problema ( sendo que o notebook é novo ), comparando a duração. E foi ai que descobri as 5 ou 6 horas que durou este notebook até pedir para carregar.

Seria possível um duração de bateria no Ubuntu, concorrer com o Windows?

2 Curtidas

Existem distros que “já saem de fábrica” com o visual inspirado no Mac Os X, talvez, o ideal seja instalar logo uma delas que já vem com todas as otimizações pré-instaladas, incluindo a necessária gestão de energia para esses recursos.

Sem dúvidas, mais recursos visuais reduzem a vida útil da bateria.

Cara. O que eu poderia te passar de dica, caso você já não tenha o feito, é instalar um pacote chamado TLP. Ele é basicamente um programa que vai gerenciar a energia do seu sistema, tentando optimizar para que seu notebook possa rodar por mais tempo apenas na bateria.

Use este comando no terminal para instalar:

sudo apt install tlp

Caso queira uma versão mais atualizada, também pode utilizar o PPA para baixar:

sudo add-apt-repository ppa:linrunner/ppa
sudo apt update
sudo apt install tlp

Agora com o TLP instalado, você devera ativá-lo.

sudo tlp start

A princípio isso já é o suficiente para melhorar a bateria do seu notebook utilizando linux. Espero que ajude.

2 Curtidas

Mano kk valeu, não sabia desse programa! Abraço!

1 Curtida

A distro que sai de fábrica, com aparência de MacOS que conheço, seria o ElementaryOS. Usei ele quando era beta ainda, nas versões 0.5 ( acho ). Hoje ele tem uma aparência muito boa, mas gosto do Ubuntu. Ainda mais quando vi o vídeo do Diolinux explicando como fazer estas modificações, e ficando uma cópia do MacOS, na última versão.

Só o que me deixa um pouco desconfiado do ElementaryOS, é o que vi sobre ele se tornar um SO não se baseando mais no Ubuntu, e ficar por conta. Isso pode ser bom, e ruim. No meu ponto de vista, prefiro esperar e ver o que pode acontecer.

Existem outras, além do Deepin que o toma como uma leve inspiração, mas, segue outros caminhos, temos:

PEARL OS Linux:
https://www.pearllinux.com/ (muito belo)

Macpup:
https://macpup.org/ (baseado na levessíma família Puppy Linux):

PINGUY OS:
http://pinguyos.com/

Apricity OS:
(Descontinuada)

Trenta OS:
https://os.trenta.io/

MODICIA OS:
https://www.modiciaos.cloud/ (muito bonita)

GMAC:
(Descontinuada)

BackSlash Linux:
https://www.backslashlinux.com/

Tem muitas outras em sua maioria descontinuadas ou desconhecidas.

Qual seria o risco de utilizar uma distro que seja descontinuada? Daria para fazer backup do sistema, e utilizar em outra distro baseada no mesmo seguimento? Ou apenas começando do zero?

O mesmo de qualquer produto descontinuado exposto à internet: programas maldosos explorando vulnerabilidades de segurança sem correção.

Em termos práticos, só começando do zero com backups do seus arquivos pessoais.

As versões dos programas adicionam e mudam configurações, localizações de arquivos, etc. Dependendo de quanto tempo houver desde a descontinuação da distro até o presente (ou das modificações que a distro descontinuada fez à “distro-mãe”), todos os arquivos do sistema podem exigir substituição, tornando inútil o backup de arquivos do sistema.

1 Curtida

É isso que o @Capezotte respondeu, sempre haverá um risco grande se a sua máquina estiver desatualizada e não for isolada e se o operador em questão não tomar uma série de medidas rotineiras de segurança (o que basicamente requer ser atento, precavido e com conhecimentos avançados). Se a máquina fizer parte de uma rede local ou ter acesso à internet, se outros membros a utilizarem e se for instalados softwares corre-se um risco maior ainda elevado a enésima potência. Instale uma das distros atualizadas acima e seja feliz. Recomendo testar nessa ordem:

  1. PEARL OS
  2. MODICIA OS
  3. Macpup
1 Curtida

Sinceramente não entendo porque tanta gente querendo copiar o visual Mac OS. Houve uma época em que ele era diferente e até interessante ou funcional, mas acho que isto já passou. Claro que é uma questão de gosto pessoal, mas ali está longe do que podemos considerar o estado da arte em interfaces gráficas. Creio que uma distro bela e com uma boa organização de janelas são muito mais produtivas que algo inspirado na Apple.

1 Curtida

A usabilidade e visualmente agradável, sendo o ultimo o que o usuário final reconhece ao olhar pela primeira vez.

Concordo em partes contigo. Porém geralmente o pessoal não consegue ter a experiência do visual e workflow do MacOS pessoalmente, especialmente por ser extremamente caro para se ter um Mac aqui no Brasil. Além do mais, o próprio sistema Mac tem muitas linhas de design próprios que geralmente deixa o sistema bem conciso e bonito, como se tudo fizesse parte do mesmo sistema mesmo, não uma colcha de retalhos.

Cada um tem um workflow que funciona melhor para ele(a). Eu pessoalmente estou muito acostumado com o windows, então apesar de customizar bastante as DEs que utilizo, no final o workflow sempre é meio parecido.

1 Curtida

@dior00 Penso que o PEARL OS seja a melhor opção ao que você deseja pois une “o melhor dos mundos” (DE de Mac OS X e base de Ubuntu). Se resolver instalar, poste deu feedback aqui.

Nos idos de 2006 tive meu primeiro Macbook, um white, já na fase que não era tão mais caro assim, mas era um verdadeiro ET mesmo na minha faculdade, de TI.
Agradeço ao fato de ser a primeira vez que lidei com algo diferente e descobri que aquilo, na verdade, que era o padrão. Nele virtualizava ubuntu 08.04 e não demorou muito para cada vez utilizar mais Linux na minha vida.
Fato é que de lá para cá o sistema mudou pouquíssimo, teve muita coisa em que simplesmente piorou. O IOS, que é muito mais bem resolvido, é criticado por ter poucas mudanças de interface, mas o MAC OS que é muito mais “congelado” e teria muito mais alternativas, não.
Às vezes, por isto, a notória falta de inovação da Apple de uns anos para cá me incomode tanto. Seria justificável se fosse o estado da arte, o mais alto nível de uma interface gráfica. Definitivamente, não o é, embora seja o sistema mais acessível, com sobras.

Por que uma ferramenta dessas como TLP já não vem por padrão nas distribuições Linux?

1 Curtida

Pode ser, que para você instalar na distribuição, aquilo que lhe convém, para não vir com muitas ferramentas, que para alguns seriam desnecessárias, ou que o usuário nem saiba como funciona.

O sistema da Apple em si, eu só usei o IOS em um iPOd, a uns 6 anos atras. Gostei muito da aparência. Até hoje, gosto da aparência da Apple. Me agrada muito, mas o sistema do MacOS, nunca utilizei. Gostei do Ubuntu, e juntei tudo: A aparência que me agrada ( MacOS ) e o sistema que gosto de utilizar ( Ubuntu ). Até o momento é isso. Mas, pelas mudanças, creio que o Ubuntu um dia, passará o MacOS, deixando a Apple em segundo plano quando o assunto for aparência ( opinião própria ). Até lá, usufruto de um sistema que me agrada em ambos os aspectos.

Seria mais por gosto, e o que me agrada em questão de visual. Quanto a organização do de janelas e tudo mais, o Ubuntu está no caminho certo comparado a anos atrás, com versões anteriores ( hoje, bem melhor ). Um dia, será até melhor que o MacOS ( ponto de vista meu ). Ai terei o sistema que sempre quiz, sem modificar, como faço hoje, e algumas ferramentas, as vezes ( na modificação ) deixam a desejar.

Vou fazer uma virtualização, e verei o desempenho, e o ambiente gráfico. Caso seja agradável no meu ponto de vista, será uma distro a se estudar caso haja a mudança de pensamento sobre o assunto.

Só lembrando que a experiência em virtualização nunca é idêntica a máquina real.